Destaques

Descubra neste artigo como criar uma estratégia de pós-venda verdadeiramente eficiente e fidelize seus clientes!

Oferecer um serviço de pós-venda é garantir ao cliente que ele não será esquecido depois de efetuar a compra. Hoje em dia, essa é uma preocupação constante na vida dos consumidores, que estão cada vez mais informados e abertos para interagir com as marcas.

Para não deixá-los escapar para a concorrência, é preciso investir nesse relacionamento com os clientes. Mas como exatamente fazer isso? Com o pós-venda, é claro!

O pós-venda é toda a atividade de engajamento com o seu cliente depois que ele efetuou sua primeira compra. A gente sempre fala sobre a importância da fidelização aqui no blog, não é? Então: o pós-venda é a maneira de fazer a fidelização acontecer em termos de ações.

Vamos saber mais sobre como vender bem e continuar vendendo? 

Mulher e homem dão um aperto de mãos e sorriem, representando simbolicamente o momento de pós-venda.

A importância da pós-venda

O seu trabalho não termina quando o cliente faz a compra.

Pelo contrário: os clientes de hoje esperam bem mais das empresas do que apenas vender bons produtos ou serviços.

Eles querem ter excelentes experiências e sentir que a organização se preocupa com seu bem-estar, confiando que ela vai ser prestativa caso algum problema ocorra.

Um bom atendimento de pós-venda permite fortalecer o relacionamento com o cliente, encantando-o de tal forma que ele se torne fiel à sua marca e dando suporte para que ele não precise buscar a concorrência para sanar suas necessidades.

Desta forma, não é apenas uma compra que você garante, mas sim uma parceria duradoura. Por isso que fazer esse trabalho é tão importante, principalmente em tempos tão competitivos.

Técnicas de pós-venda

E para fazer uma boa pós-venda, é preciso investir nos canais mais adequados para atender bem o cliente e oferecer uma experiência agradável. Vamos conhecer algumas técnicas para aplicar na sua empresa?

Homem e mulher jovens atendem clientes e preparam bebidas em um bar.

Atendimento de acordo com a expectativa

Essa é a base de todo relacionamento: é necessário entender quais são as expectativas dos seus clientes para oferecer um serviço que atenda essa demanda e, assim, fidelize esse comprador. Isso só é possível quando há um bom trabalho de definição de público-alvo.

Somente conhecendo o perfil de quem compra da sua empresa você poderá saber exatamente como falar com o cliente no momento de pós-venda, em que ele está esperando uma abordagem mais próxima e conectada a sua realidade. Assim, sua empresa vai manter um contato genuíno e encantar esse comprador.

WhatsApp

Quem não acessa esse aplicativo várias vezes ao dia? O WhatsApp é uma ferramenta que, se bem utilizada, pode ser um canal eficiente de engajamento com os seus consumidores.

Mas é fundamental ter organização nessa estratégia: monte uma lista com os seus contatos, separando-os em categorias como clientes, interessados (que ainda não fecharam negócio), pessoas que adquiriram determinado produto ou serviço etc. Essa segmentação vai ajudar a mandar mensagens mais relevantes para cada público, em vez de conteúdo genérico que mal será visto.

Um ponto importantíssimo: não fique mandando mensagem toda hora para acabar não espantando os clientes. Seja mais efetivo em cada conteúdo enviado e não faça spam, certo?

Quer saber mais sobre como usar o Whatsapp Business? Claro né! Descubra como no nosso artigo sobre ele clicando aqui. 

E-mail marketing

Essa estratégia não serve somente para grandes empresas, mas também serve para negócios de pequeno e médio porte. Aliás, será bem interessante adotá-la: você poderá passar a imagem de empresa madura e séria, antenada com as novidades do mundo digital. Isso vai contar alguns pontos a favor com o cliente!

Uma das boas práticas básicas de todo e-mail marketing é apenas usar os contatos que autorizaram que você mande mensagens. Ou seja, nada de tentar enganar o cliente! Ele deve estar ciente que você vai enviar conteúdo para ele, caso contrário, isso pode estragar essa relação. Nada mais desagradável do que uma caixa de entrada entupida por empresas que você não quer saber.

Uma dica para conseguir esses contatos é criar um cadastro de clientes e promoções nos quais ele deve oferecer seu e-mail (sempre dando a opção por aceitar receber ou não mensagens por este canal). Existem ferramentas gratuitas ou acessíveis que irão ajudar a montar, disparar e analisar esse meio de comunicação.

Telemarketing

Apesar da imagem negativa associada a essa área, o telemarketing pode ser uma ótima ferramenta para sua empresa, ainda mais na pós-venda. É possível fazer pesquisas de satisfação, avisos de promoção e atuar como ouvidoria com esse canal.

Assim você tem um meio de comunicação acessível e eficiente com o cliente. Porém, é importante ter bom senso ao adotar o telemarketing, em qualquer situação que seja. Tenha uma equipe bem treinada e não fique ligando várias vezes ao dia ou em horários inapropriados.

Mulher de cabelos compridos atende cliente pelo headset de telemarketing. Atrás dela, outra pessoa trabalha com notebook.

Você acha que telemarketing é só pra empresa grande? Não poderia estar mais enganado: veja nosso artigo sobre como criar o departamento para o seu pequeno negócio!

Como elaborar a melhor mensagem de pós-venda?

Você tem um bom canal. Agora, precisa de uma mensagem eficiente. Pense naquilo que pode ser interessante para o cliente após ele ter efetuado a compra.

Dicas de como aproveitar e conservar o produto? Informações úteis relacionadas ao tema (como cuidados com a manutenção da casa para lojas de construção, como arrumar uma mala de viagem para hotéis etc)? Promoções de itens e serviços relacionados? São tantas possibilidades – basta pesquisar bem os interesses do seu público-alvo.

Você pode usar uma linguagem mais próxima e informal com o cliente para aproximar a relação, mas sempre considerando o perfil do seu público-alvo, é claro. Não dá para abusar de gírias e linguagem coloquial com um tipo de consumidor de alto padrão ou mais maduro, por exemplo.

Outra coisa importante é treinar bem a equipe de atendimento para que, antes de tudo, escutem o cliente. Pode parecer bobagem, mas às vezes o foco é tanto em vender mais ou ajudar rapidamente o consumidor, que se esquece de realmente ouvir e entender sua verdadeira necessidade.

Aliás, isso é fundamental para agradar sua clientela e fidelizá-la. Quer saber mais sobre como encantar seu público? Confira nosso outro artigo e descubra o que fazer para deixar seu cliente satisfeito!

Deixe uma resposta