Destaques

Entenda melhor seu público-alvo com estas técnicas e atraia mais clientes!

A definição de público-alvo é o primeiro passo para qualquer ação dentro da empresa. Não dá para investir em marketing se você não sabe com quem está falando, nem mesmo escolher os melhores produtos se você não sabe para quem está vendendo.

Conhecer bem o perfil do seu futuro cliente é algo fundamental para que seu negócio tenha sucesso simplesmente porque você sabe o que dizer e pra quem.

Neste artigo, vamos mostrar as melhores técnicas para definir um público-alvo e te ajudar a torná-lo fiel à sua marca!

Alvo nas cores preto, verde e amarelo, com um dardo vermelho preso em seu centro.

A importância de definir o público-alvo

Começar um negócio sem conhecer o perfil dos futuros clientes é como dar um tiro no escuro: dificilmente você irá acertar onde gostaria e certamente vai gastar mais balas do que se soubesse onde mirar. É para isso que serve a definição do público-alvo, uma ferramenta de planejamento que vai ajudar você a atingir diretamente o objetivo da empresa – a venda.

Definir o público-alvo é uma das etapas mais importantes na hora de criar um negócio e montar um plano de marketing e comunicação. É praticamente a base de todo esse trabalho, influenciando as decisões que serão tomadas para divulgar, se comunicar e fidelizar o cliente.

É fácil imaginar como não pensar no público-alvo pode prejudicar seu negócio. Você não gostaria de divulgar um açougue para um grupo de veganos, tocar música sertaneja em um encontro de roqueiros ou tentar vender cortador de grama para quem vive em apartamento.

Dificilmente, essas situações iriam agradar as pessoas desses nichos e todo seu trabalho iria por água abaixo, resultando em um baita desperdício de tempo, recursos e esforços. Isso se não pegar mal.

O público-alvo é o perfil das pessoas que irão comprar o seu produto ou adquirir seu serviço. Essa definição busca entender algumas características em comum de quem se interessaria por sua empresa.

  • Qual a sua faixa etária?
  • Gênero?
  • Classe socioeconômica?
  • Quais são seus hábitos de consumo, desejos e necessidades?

Essas e tantas perguntas irão te auxiliar a compreender melhor o seu cliente e, desta forma, atendê-lo melhor.

O mesmo vale para quem vende para pessoas jurídicas. Descobrir informações como segmento de mercado, número de funcionários, localização, entre outros dados, ajuda a montar um perfil detalhado e oferecer o melhor ao seu cliente.

Mas como conseguir essas informações?

Duas mãos em cima do teclado de um notebook sobre uma mesa. Na tela, gráficos e informações. Outra mão aponta para a tela.

Como definir o público-alvo

Existem algumas técnicas que podem ajudar a compreender quem são e como se comportam as pessoas/empresas que terão interesse na sua marca. Vamos conhecer algumas opções:

Cadastro

Se sua empresa já está funcionando, você pode aproveitar quem já compra da sua loja para entender melhor seu perfil e investir em ações para atrair mais clientes.

Faça um cadastro simples na hora da venda, solicitando informações pertinentes àquilo que você deseja saber. Faixa etária, gênero, local de residência, ocupação… Elabore perguntas que serão úteis para entender melhor o perfil do seu público, mas que, ao mesmo tempo, não sejam tão demoradas para responder. Afinal, deve ter mais pessoas na fila atrás desse cliente e ele pode estar com pressa.

Pesquisa

Essa é uma opção para entender o perfil do cliente de forma mais aprofundada, buscando compreender seu comportamento em relação a certos produtos/serviços e áreas do seu negócio. Pense em questões relacionadas aos hábitos de consumo do seu público-alvo: desejos; necessidades; sonhos, entre outras questões do tipo.

Por exemplo, uma loja de materiais de construção descobre na pesquisa que a maioria dos seus clientes sonha em ter um quintal mais agradável para fazer festas e churrascos. A partir disso, é possível investir em produtos e ofertas para esse segmento e aumentar suas vendas, além de encantar o comprador.

Já um hotel avalia na pesquisa que seu público-alvo gosta de opções gourmet, que ainda não são oferecidas no seu cardápio. Essa novidade irá agradar seus clientes e possivelmente se tornar um diferencial para atrair novos hóspedes.

Mas é importante lembrar que quase ninguém vai responder as questões de graça. Pense em formas de recompensar os clientes que participarem das pesquisas, com brindes, ofertas e descontos, por exemplo.

Facebook e redes sociais

Essa é uma mina de ouro na definição de um público-alvo. Sem querer, as pessoas divulgam muitas informações por meio das redes sociais, possibilitando que você analise seus hábitos de consumo sem precisar entrar diretamente em contato com elas.

Pense no perfil das pessoas que já compram da sua empresa, sua faixa etária, gênero e localidade. Pesquise por pessoas do mesmo grupo e verifique que informações interessantes você consegue tirar dessa busca: quais são as páginas que curtem; comunidades que frequentam; assuntos que vivem compartilhando; promoções que participam.

Essas e outras possibilidades vão ter dar um norte a respeito dos gostos e estilo de vida em comum do seu público-alvo.

O Facebook é atualmente a rede social mais usada, mas essa pesquisa também é válida para fazer no Instagram, Twitter e outros – especialmente ao trabalhar com públicos mais jovens, que não usam mais o Facebook como canal principal de comunicação.

Três pessoas usam seus celulares. A imagem mostra apenas troncos e mãos, exceto a mulher no centro, que mostra o sorriso.

Ao colher todas essas informações, você terá uma ótima definição de público-alvo. Mas é preciso também investir em divulgação para alcançar essas pessoas. Saiba como fazer um bom marketing para pequenas empresas e torne seu negócio mais conhecido!

Deixe uma resposta