Home Destaque Abrir o primeiro negócio: como ser original e único?

Abrir o primeiro negócio: como ser original e único?

0
1075

Abrir o primeiro negócio é um passo muito grande para o empreendedor. Quando ele já está calejado na vida do comércio, o trabalho pode ser visto até como corriqueiro, como um investimento a mais. Mas tem aquele ditado: a primeira loja a gente nunca esquece.

 

As expectativas e o receio ao abrir o primeiro negócio são grandes, sendo que a maior causa de ansiedade é justamente a procura pela “ideia perfeita”. Como montar um negócio único, original, com um diferencial que ninguém nunca viu?

Bom, na verdade talvez você nem precise disso. Neste artigo, vamos conversar um pouco sobre inovação, diferenciais e originalidade na hora de abrir o primeiro negócio. Está com muitas dúvidas e perdendo a cabeça com preocupações? Calma que a gente te tranquiliza. Coloque uma música bem tranquila de fundo e vamos começar!

A “ideia que ninguém nunca teve antes”

O que a gente mais escuta em cursos sobre empreendedorismo é que você deve sempre buscar a originalidade acima de tudo, seu negócio deve ser único e oferecer diferenciais incríveis. Essa é uma fonte de ansiedade para o empreendedor, que ao montar o primeiro negócio fica tão preocupado em ser único que não aceita nenhuma outra ideia já testada e aprovada por inúmeros lojistas.

A busca pela originalidade, por “aquela” ideia, muitas vezes não leva ninguém a lugar nenhum. Sério. A gente sabe que é uma opinião um pouco impopular, mas infelizmente é a verdade. Se você fica procurando pela ideia perfeita, não consegue ver que pode ter ótimos resultados com outras, mais mundanas e próximas das pessoas.

Então, ao abrir o primeiro negócio, não se preocupe tanto com algo muito original. Muitas vezes, um mercadinho na esquina, um restaurante, uma loja de materiais de construção ou qualquer outro comércio já consolidado vai render mais e ser menos trabalhoso a longo prazo.

Mas isso não quer dizer que você deve deixar a inovação de lado ao abrir o primeiro negócio…

A inovação está nos detalhes

Abrir uma mercearia ou um supermercado não tem nada de inovador, não é? Bom, depende. A inovação não está só na criação da empresa ou no modelo de negócios, mas em vários outros pontos menores também.

Um exemplo? E se o seu mercadinho, em toda a região, for o único que oferece um tipo específico de chocolate? Ou talvez de todos os da região, você é o único que oferece frete grátis?

É com esse tipo de pensamento que você já começa a ter ideias que são verdadeiramente inovadoras, serviços que ninguém nunca viu antes que trabalham muito bem para fidelizar clientes. Só no sistema de delivery você já pode pensar em opções como:

  • Se o cliente chegar em casa antes da compra o delivery é grátis!
  • Embalagens em caixas recicladas e personalizadas para cada produto;
  • Compra completamente online e com delivery rápido;
  • Agendamento de entregas;

Dentre várias outras. A inovação não funciona só como uma ideia irresistível de negócios, algo que ninguém nunca viu antes. Na verdade, lojas assim apresentam outros tipos de desafios, mais complicados de resolver e que demandam investimentos maiores em marketing e educação do seu público.

Ao invés de pensar macro, encante seus clientes em um nível micro para estimular suas vendas!

Veja também: estratégias de vendas inovadoras no varejo para faturar alto!

Se minha ideia não é original, como ter um negócio original?

Mas a ideia de inovação não está apenas no diferencial da sua empresa. Na verdade, o seu modelo de negócios pode ser único e original mesmo se quando ele já é popular e visto em todos os lugares.

Mas aí já está parecendo um paradoxo, né? Mas não é bem por aí. Ao abrir o primeiro negócio, a oportunidade de ser original está em um nível mais abstrato, voltado mais para como você se posiciona do que no que você realmente é.

Tudo bem que você está abrindo “só” mais uma loja de materiais de construção. Ao mesmo tempo, se você trabalha uma abordagem diferente das que já estão por aí, seu negócio instantaneamente passa a ser encarado como original. E isso é simples de fazer: é só um esforço de marketing, merchandising e treinamento da sua equipe. Pense em algo que o mercado está precisando e aposte nisso!

Para tanto, antes de abrir o primeiro negócio, você vai precisar conhecer a sua concorrência. Todas as suas falhas são oportunidades pra você, e tudo o que você faz que eles não fazem é um ponto a mais para a sua originalidade.

A estrutura conta muito

A decoração da loja é outro ponto em que a originalidade se mostra com muita força na hora de abrir o primeiro negócio.

A maioria dos negócios tidos como “originais” são, na verdade, releituras dos que já existem há anos e anos. O que muda? Basicamente é só sua estrutura mesmo, a forma com que o negócio se apresenta para o grande público.

Uma apresentação diferente conta muitos pontos na hora de entender se o negócio é original ou não. Então não fique só no feijão com arroz: deixe sua estrutura irresistível para atrair cada vez mais clientes!

O que queremos dizer nesse artigo é que a pressão por ser único, original e inovador sempre não é o melhor caminho a se seguir ao abrir o primeiro negócio. Está tudo nos detalhes, e uma vez que você entende isso, todas as possibilidades do mundo estão nas suas mãos!

Ih, o artigo acabou! Mas você ainda quer saber um pouco mais sobre como abrir o primeiro negócio? Então vamos continuar essa conversa falando sobre promoções na loja!