Home Segmento Bar Bar com música ao vivo? Conheça as tendências do segmento
A imagem mostra um bar com decoração rústica, bem iluminado e com pessoas conversando e tomando cerveja.

Bar com música ao vivo? Conheça as tendências do segmento

0
1684

Música ao vivo é uma paixão nacional. Segundo dados do Spotify, os brasileiros são os que mais consomem esse tipo de formato de música no mundo, além disso cerca de 7% das músicas brasileiras no Top 200 da plataforma são versões ao vivo. Essa preferência abre portas para um importante nicho no setor de lazer e entretenimento: o bar com música ao vivo.

 

A modalidade faz sucesso porque transmite uma atmosfera calorosa que combina muito com um povo famoso por ser alto astral, como é o caso do brasileiro. Incorporada como atrativo de bares e restaurantes, essa pode ser uma excelente estratégia para conquistar novos clientes.

Continue comigo aqui e saiba tudo sobre esse segmento cheio de potencial! E se você já tiver música ao vivo no seu bar, fique de olho nas tendências do setor para 2020. Bora?

Close em um microfone. Ao fundo pessoas sentadas em uma mesa de bar, conversando.

Bar com música ao vivo: alguns cuidados

O bar com música ao vivo pode ser seu maior trunfo ou sua maior derrota. Se não forem tomados alguns cuidados básicos na implementação, uma ideia boa corre o risco de se transformar em um pesadelo.

Para começar, é preciso buscar autorização do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), que regulariza a reprodução de músicas em estabelecimentos comerciais. É necessário pagar uma taxa mensal ao órgão, que repassa parte do valor aos artistas autores e aqueles que fazem parte do repertório.

É comum que o nos bares com música ao vivo haja a cobrança de uma taxa conhecida como couvert artístico para cobrir os custos do Ecad e o cachê dos músicos. Mas fique de olho, segundo o Código de Direitos do Consumidor a cobrança só pode acontecer se o valor estiver informado de maneira clara e visível a todos – seja no cardápio ou em um cartaz na parede.

O último cuidado diz respeito à infraestrutura. O bar com música ao vivo precisa ter um bom sistema de som que crie uma experiência agradável para todos – tanto aos clientes como a vizinhança. Investir em isolamento acústico pode te poupar de dores de cabeça com as leis de silêncio locais.

Tendências para o bar com música ao vivo

Depois de resolver os aspectos técnicos, é hora de definir como vai ser seu bar com música ao vivo. Animado? Mas lembre-se, quando for escolher o repertório é muito importante levar em conta o perfil do seu público: preferências e estilos musicais.

O formato pop rock acústico e as duplas sertanejas são os favoritos entre os brasileiros e é o caminho mais seguro para quem deseja agradar o máximo de pessoas. Mas nada impede que você busque outras propostas para se destacar – com um bom trabalho de pesquisa, os resultados podem ser ótimos.

Confira as minhas sugestões!

Karaokê

pessoas cantando no karaokê

Ao invés de contratar artistas para o bar com música ao vivo, que tal transformar o público na estrela da noite? Bares com karaokê fazem um enorme sucesso entre os mais animados!

E tem espaço tanto entre os jovens como entre pessoas mais velhas. Isso significa que você consegue agradar aos mais diferentes gostos musicais num mesmo lugar, cada um no seu tempo e todos ficam satisfeitos – inclusive você com toda essa gama de novos clientes.

Informalidade e animação são as palavras de ordem, o que pode significar muitos lucros para você. Turmas animadas consomem rápido e consomem mais: garantindo um bom atendimento e um excelente catálogo de canções, o sucesso será mera consequência.

Para testar a adesão do público, comece definindo uma noite de karaokê na semana e monitore os resultados!

Aposte nos DJs

Imagem mostra uma boate ou bar, com close na mesa de controle de DJ

Bar com música ao vivo não significa necessariamente um bar com espaço para cantores e bandas. A discotecagem é uma boa oportunidade para diversificar o repertório e promover eventos temáticos no estabelecimento, o que também é uma ótima estratégia para divulgar seu negócio e lucrar mais.

A presença de um DJ na casa também não significa que o bar vai ser transformado em uma balada. Caso o perfil do seu negócio seja mais tranquilo, ter um especialista para cuidar da música ambiente vai colaborar para que as músicas respeitem os diferentes momentos da noite. E sabe como você vai saber? Usando o seu próprio público como termômetro.

Pense na experiência como um todo

A imagem mostra um bar com decoração rústica, bem iluminado e com pessoas conversando e tomando cerveja.

Em um bar com música ao vivo, as músicas precisam ser coerentes com a identidade do local. Para criar uma experiência completa para os clientes, o segredo é pensar em tudo de maneira integrada: música, ambientação, comidas e bebidas.

Se o seu negócio é conhecido pela cerveja gelada e os petiscos bem brasileiros, com uma pegada bem rústica, uma dupla sertaneja pode agradar mais do que uma banda de blues, por exemplo. Agora, se o estilo do seu bar é um pub com inspiração inglesa com cervejas artesanais, aí sim é o rock pode entrar sem medo.

Se além do bar com música ao vivo você também pensa em investir em um restaurante ou já empreende nos dois negócios, vem ver o que preparei pra você arrasar nessa jornada dupla! Confira!

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.