Home Segmento Bar Bar e restaurante: como gerir os dois ao mesmo tempo?

Bar e restaurante: como gerir os dois ao mesmo tempo?

0
88

Hoje em dia, é normal encontrarmos bar e restaurante que funcionam no mesmo espaço. Esses estabelecimentos mistos oferecem um ambiente para beber e várias opções de pratos para expandir a clientela, o que faz com que a realidade desse tipo de negócio seja bem diferente daquela que só bares ou só restaurantes enfrentam.

 

Pra começo de conversa, a rotina do garçom de bar e restaurante é bem diferente do serviço do que só trabalha em restaurantes. O mesmo vale para o estoque, para o regime de contratações, para os pagamentos, produtos oferecidos, etc.

Neste texto, vamos explicar as diferenças de gerenciar um bar e restaurante e te ajudar a lidar com os dois negócios ao mesmo tempo. Confira!

Bar e Restaurante: semelhanças e diferenças

Parece ser uma boa ideia juntar um bar e um restaurante: ambos os estabelecimentos servem alimentos e bebidas e há uma boa demanda para os dois negócios.
Faz sentido, não é? Mas do mesmo jeito em que os negócios são parecidos, eles também são bem diferentes.

O primeiro ponto mais óbvio é o tipo de ambiente, a arquitetura do bar e restaurante. Quando sozinhos, os modelos têm alguns pontos divergentes bem óbvios. Bares costumam ter balcões longos, além das mesas, e os restaurantes são mais focados nas próprias mesas e cadeiras.

No público-alvo, as diferenças são, ao mesmo tempo, pontos bem próximos: Igualmente, as pessoas procuram por um dos dois quando querem um serviço específico. Os bares são para quem quer beber. Os restaurantes, para quem quer comer.

Até nas rotinas operacionais as diferenças aparecem. Quem trabalha com bar e restaurante ao mesmo tempo precisa estar ciente do que fazer para não misturar as coisas e acabar colocando os pés pelas mãos.

Veja a lista de diferenças que preparamos pra você logo abaixo!

Bebidas

Um bar e restaurante precisa estar sempre com o estoque de bebidas bem abastecido. Um restaurante comum não costuma vender tanto álcool, enquanto no bar, as cervejas, destilados e drinks são basicamente a matéria-prima.

Nesse sentido, é importante ter um ótimo controle de estoque e saber como estão as entradas e saídas de bebida do bar e restaurante, evitando que algum produto essencial falte justamente quando o cliente fizer o pedido.

Por isso, o dono desse estabelecimento precisa ter um bom fornecedor de bebidas, que faça as entregas com agilidade e organização para não deixar faltar os drinks preferidos dos clientes. Além disso, é necessário investir em uma cartela ampla de opções para surpreender e encantar os consumidores com novidades.

Organização de pagamentos

O bar e restaurante precisa ter um sistema muito mais ágil de cobrança e lançamentos de pedidos, pois lida com dois segmentos ao mesmo tempo. A velocidade é fundamental nesse mercado, até porque a bebida e a comida não podem atrasar de jeito nenhum.

Uma dica é investir em softwares automatizados para reduzir o tempo e a possibilidade de erros, agilizando o processo e evitando que grandes filas se formem no seu estabelecimento – o que acaba desanimando a clientela.

O treinamento dos funcionários também é fundamental para realizar essa tarefa com eficiência e velocidade.

Regime de contratação de funcionários

Também existem diferenças no trabalho realizado em cada um dos dois modelos de estabelecimento. O bar costuma funcionar até altas horas da madrugada, enquanto o restaurante fecha mais cedo e tem picos de movimento no almoço e no jantar.

Isso significa que é bem provável que você precise estabelecer escalas de funcionários, além de entender questões legais, como o adicional noturno e a hora extra.

Para quem trabalha na área urbana, o período noturno começa às 22 horas e termina às 5 horas da madrugada seguinte. Só tem um detalhe: nesse horário, o valor-hora não é de 60 minutos, mas sim de 52 minutos e 30 segundos. Ou seja, os 7 minutos e 30 segundos restantes são considerados como hora extra.

E ainda tem o adicional noturno, que é obrigatório de acordo com o período trabalhado. Recomendamos que você se aprofunde no assunto para entender o que é o correto perante a lei. Veja esse texto que separamos pra você que vai te ajudar bastante no lado jurídico!

Disposição do layout

Até mesmo neste ponto há diferenças entre bar e restaurante: o segundo não tem um fluxo tão grande de garçons, especialmente nos self-service. À medida que se trabalha com os dois, o trânsito de funcionários geralmente é grande por conta do constante pedido de bebidas.

Por isso, é preciso pensar nessa questão ao planejar o layout do estabelecimento, dando espaço para o fluxo de garçons e clientes. Também é importante verificar a necessidade de contratar mais colaboradores para suprir a demanda de pedidos.

Cozinha

Se o layout do estabelecimento precisa ser mudado para um bar e restaurante, a cozinha também necessita de atenção.

Enquanto o primeiro negócio costuma ser associado aos petiscos, hambúrgueres e lanches, o segundo deve oferecer diversas opções de pratos para agradar a clientela. E isso define os equipamentos e mercadorias que você deve comprar para a sua empresa.

O raciocínio é simples: para o bar, a bebida é fundamental; para o restaurante, a comida é essencial. Aqui, também vale a dica de contar com um bom fornecedor para entregar tudo rápido e ter um excelente controle de estoque para não faltar nada na hora do almoço, por exemplo.

Entretenimento

O ambiente de um restaurante é diferente de um bar. Geralmente, o restaurante pode ter aquele ar caseiro, elegante ou aconchegante, dependendo do estilo do negócio. Já um bar precisa ser divertido: alguns investem em música ao vivo ou em espaços para jogos (como sinuca).

Imagine misturar as coisas: uma banda em um restaurante self-service ou um bar sem música? Não daria certo!

Nesta questão, é importante considerar o perfil do público-alvo do seu bar e restaurante: são pessoas no horário de almoço ou fim do expediente? São universitários? São fãs de rock, sertanejo ou samba? As opções para você pesquisar e definir qual será o estilo do seu negócio são inúmeras, o que irá impactar também na decoração e até mesmo nas escolhas de pratos e bebidas.

E aí, entendeu como um bar e restaurante tem suas particularidades? Outro negócio que é tendência do segmento em 2019 é o bar mercearia. Vamos conhecer?

Deixe um Comentário!

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome