Home Dicas Datas Especiais Vai ter Black Friday em 2020?

Vai ter Black Friday em 2020?

0
349

Bom, como eu gosto de ir direto ao ponto, já começo esse texto te respondendo que vai sim ter Black Friday em 2020. Digo isso simplesmente porque essa data já caiu no gosto do brasileiro, superando até mesmo o Natal. Então você pode apostar as suas fichas e já se organizar para vender muito no dia 27 de novembro.

 

Só que essa Black Friday não vai ser como as outras – até porque o seu cliente também já não é o mesmo. De todo jeito ainda é uma ótima oportunidade para movimentar o estoque que está parado na sua loja, mas é preciso saber o que e como vender para os 69% de brasileiros que já afirmaram que vão comprar na Black Friday em 2020.

Mãos de uma mulher segurando duas sacolas laranjas de compras.

O que vender na Black Friday em 2020?

Agora que você já sabe que a Black Friday em 2020 não só vai acontecer como será ótima para o seu fluxo de caixa, falta descobrir o que os seus clientes querem comprar. E essa resposta eu já tenho.

Cruzei dados de todos os produtos mais vendidos nas Black Friday’s passadas com o comportamento de compra, e também observei quais produtos se destacaram desde que a pandemia começou. Essa não foi uma tarefa muito fácil, mas cheguei a esses três segmentos que com certeza vão fazer o seu negócio faturar.

E para deixar tudo mais fácil, já selecionei alguns produtos que você encontra no Martins.com.br para encher o seu estoque.

Eletrônicos

Os queridinhos nas Blacks Friday’s de todos os anos continuarão com bastante destaque em 2020. Isso porque aparelhos eletrônicos em geral já estão associados a essa data, tendo, inclusive vários clientes que mal esperam novembro chegar para comprar ou trocar o seu.

Prova disso foi a Black Friday de 2017. Naquele ano, os itens mais vendidos foram smartphones (39%), TVs (26%), eletroportáteis (26%), informática (25%) e eletrodomésticos (24%), segundo dados do Google.

Imagem de uma mãe em home office trabalhando com um notebook e filho no colo. A sua frente filha desenhando.

E para além desse sucesso característico do segmento, os efeitos da quarentena tem impulsionado ainda mais a venda desses produtos. Eu selecionei aqui três vertentes de eletrônicos que tenho certeza que vão se destacar na Black Friday em 2020, olha só:

Para o trabalho e estudo

Com o home office e as aulas online, muita gente foi pega de surpresa e ainda continuam sem os equipamentos adequados para desempenhar essas atividades. Eles estão só esperando uma boa oportunidade para comprar esses aparelhos que vão facilitar a rotina. No Martins você encontra:

Para se comunicar

O distanciamento social separou muitas famílias, e os mais velhos são os que mais sofrem com isso. A necessidade de conversar com filhos e netos sem um contato físico está fazendo com que muitos aprendam a utilizar a tecnologia.

A minha sugestão aqui é seguir essa tendência e dar prioridade para celulares mais básicos com uma boa câmera. Juntando essa necessidade ao preço competitivo que os produtos mais simples possuem, temos a fórmula perfeita para uma Black Friday de sucesso. Veja alguns modelos que vendemos bastante no Martins:

Para facilitar a vida em casa

As pessoas estão ficando mais tempo em casa, mas as responsabilidades diárias não diminuíram. Manter a casa organizada tem se tornado uma tarefa cada vez mais difícil para todos e, especialmente, para aqueles que têm filhos.

Com o decorrer dos meses, a necessidade de eletrodomésticos – que até então nem tinham tanta importância – estão sendo mais valorizados e buscados. E essa, amigo varejista, é uma ótima oportunidade de venda na Black Friday em 2020.

Esses são os queridinhos aqui no Martins.com.br:

Ferramentas e construção

Se na edição do ano passado esse segmento já esteve entre os mais vendidos por impulso, na Black Friday em 2020 as ferramentas e materiais de construção vão estar entre as estrelas. E isso você pode apostar.

Nos últimos meses a rápida recuperação desse segmento foi bem notória, aumentando 36,7% na primeira semana de agosto e acumulando 8% desde o início da pandemia, segundo a Cielo. E a razão disso está, em grande parte, pela maior permanência em casa e mais tempo livre – combinação perfeita para realização de pequenas reformas.

Elas são executadas, geralmente, com dois objetivos: deixar o ambiente mais agradável em casa ou fazer um reparo que estava pendente há tempos, como trocar uma fechadura ou pregar um quadro. Em ambos os casos, no site do Martins.com.br tem tudo que você precisa para montar sua Black Friday em 2020:

Cosméticos

Outro setor que tem bastante destaque é o de cosméticos. Em 2018, os produtos do setor de Perfumes e Beleza foram os que mais tiveram ofertas, segundo a Promobit.

Dentro do segmento existem inúmeras possibilidades de venda e produtos. Mas, pensando na Black Friday em 2020, a ideia é deixar de lado itens como maquiagens e perfumes para pensar nas necessidades dos clientes dentro de casa. A maioria tem tirado um tempinho para se cuidar com hidratantes para skincare, shampoos e loções:

Como vender na Black Friday em 2020?

Em fundo laranja, mulher está com a mão no queixo olhando para um quadro cheio de post-its.

Em resumo, neste ano a Black Friday vai ser um pouco diferente. Oferecer um preço imperdível é ótimo, mas quando chegar novembro todos estarão seguindo a mesma estratégia. Então é preciso pensar em novas alternativas para se destacar.

O que eu posso te garantir é que a Black Friday em 2020 vai ser bastante tecnológica, ouso até dizer a mais digital de todas, então pode esquecer aquelas filas quilométricas e tumultos. Oferecer opções de compra em que o seu cliente tenha o mínimo contato possível será a maior tendência.

Essa evolução do seu negócio não precisa ser complexa e nem cara. Com algumas alternativas fáceis você consegue conquistar o cliente e facilitar a sua operação, veja:

Esteja no Google

Mesmo sem ter um site, o seu cliente vai querer saber do seu negócio, do que você oferta, comparar preços e pedir informações. Por isso, você precisa ter uma presença digital, se comunicar e utilizar as ferramentas que estiverem ao seu alcance.

E quando uma pessoa quer pesquisar algo, com certeza ela recorre ao Google. E para ser encontrado pelos seus clientes, você precisa estar lá, certo? Aqui eu te explico como vender no Google.

Compre e Retire

Essa sem dúvida é a estratégia mais inteligente que você pode ter para aumentar as suas vendas na Black Friday em 2020. Isso porque a venda será feita antes, pelo Whatsapp ou até mesmo por conversas pelas mídias sociais, e retirada pelo cliente no seu PDV depois.

Mas, quando ele for à loja buscar o produto, você pode aproveitar a oportunidade para completar a venda com algo há mais. A dica é: seja proativo no contato digital e pessoal, incentive e trabalhe para que seu cliente tenha uma experiência muito boa de compra. As chances dele voltar serão muito maiores.

Ofereça entregas

Mas, claro, existem aqueles que ainda vão estar com receio de sair de casa, mesmo para ir a sua loja com hora marcada. Apostar no delivery continua sendo uma ótima alternativa para entregas na sua cidade e em todo o Brasil – e isso só aumenta a sua responsabilidade no atendimento virtual, viu?

Empresária com braços levantados em comemoração, ela segura calculadora em uma das mãos. À sua frente, uma mesa com notebook

Com todas essas dicas já deu para sentir que a Black Friday em 2020 será uma grande oportunidade para alavancar as vendas. Mas, para ter lucro de verdade, é preciso se preparar e garantir os melhores preços e produtos hoje.

E a melhor maneira de fazer isso é comprando com bons parceiros, como o Martins. Aqui você encontra as melhores marcas e ainda ganha dinheiro de volta. Isso mesmo, parte do valor que você gastou na compra volta para você. Vantagens assim, só no Martins.

Até a próxima!