Home Agro Veterinário Calendário Vacina Aftosa: é tempo de vacinar o rebanho de todo o...
mão com seringa para vacinar rebanho

Calendário Vacina Aftosa: é tempo de vacinar o rebanho de todo o país

0
148

Se você atua no segmento agroveterinário deve ficar muito atento ao calendário da vacina aftosa em todo o país, que contempla bovinos e bubalinos. Em algumas cidades a imunização inicia já neste mês de março, porém é no próximo bimestre (abril e maio) que o rebanho em massa será contemplado pela ação.

É hora de preparar a loja para atender a demanda dos pecuaristas da sua região e incrementar o mix com aquelas categorias que mais vendem durante o período sazonal.

Como está seu estoque? E o relacionamento com os clientes pelos canais digitais? Você já sabe quais itens deve disponibilizar para atender a necessidade dos consumidores?

O calendário da aplicação das vacinas contra a febre aftosa, com todas as datas da imunização ao longo do ano, está disponível no portal do Ministério de Abastecimento, Pecuária e Agricultura (Mapa). Fique atento às datas e prepare bem a sua loja!

Momento de vender mais

A campanha contra a febre aftosa acaba impactando também no calendário de vendas do varejo agro. Então é hora de aproveitar a oportunidade para vender muito!

Com o maior pico da campanha em abril e maio, o ideal é que já neste mês você comece a se preparar consultando fornecedores, negociando preços e efetuando as compras para a sua loja.

Cabe ainda investir em uma decoração apropriada no ponto de venda e expor melhor os produtos que estão relacionados à campanha. Além disso, aposte em cartazes e material impresso em geral que façam o cliente associar seus produtos e a sua loja com a ação.

De quebra, você contribui para a conscientização do pecuarista quanto à importância de imunizar o gado.

Mais produtos para vender

Durante os meses da campanha, o produtor rural aproveita que seus rebanhos estão sendo vacinados e já atualiza as medicações necessárias para manter os animais saudáveis.

Ele costuma fazer o uso de vermífugos e remédios para tratar ferimentos – como mata-bicheiras – além de analisar a saúde dos bovinos para detectar se há alguma enfermidade que precisa ser tratada.

Em contrapartida, você precisa estar com o estoque regular já entre março e abril para não correr risco de ter produtos em falta e deixar o cliente na mão em plena campanha.

Então atenção! Aposte na aquisição de insumos para a imunização em geral como seringas e agulhas, luvas e máscaras, medicamentos, desinfetantes veterinários, implementos agrícolas e acessórios próprios para manejo da pecuária.

O Martins tem um mix diversificado para atender toda essa demanda, desde medicamentos veterinários – com a parceria de mais de 20 laboratórios – até produtos para facilitar o dia a dia do homem do campo e do pasto. Por exemplo:

Calendário vacina aftosa

pino vermelho no número 30 no calendário

De acordo com o calendário publicado pelo governo federal, os estados do Amazonas e Pará, no norte do Brasil, são os primeiros a ter os rebanhos imunizados. Em 41 municípios que compõem as margens do Rio Amazonas, são vacinados todos os bovinos e bubalinos nos períodos de 15 de março a 30 de abril. Além dos bovinos e bubalinos até 24 meses, de 15 de julho a 30 de agosto.

Já nas propriedades do Pantanal, os produtores devem vacinar todo o rebanho, optando pelos períodos de 1º de maio a 15 de junho ou de 1º de novembro a 15 de dezembro. A maior parte da imunização acontece no mês de maio para o restante dos estados.

Os produtores devem vacinar os bovinos e búfalos de todas as idades. A segunda data do ano, a partir de novembro, é válida para imunizar os animais com idade até 24 meses.

Se informe para informar bem

Agora que você já sabe como se dará o calendário da vacina aftosa de 2021, também é importante conhecer um pouco mais sobre a doença. Demonstrar para o seu público consumidor que você está bem informado e consciente sobre a imunização.

Com as devidas informações, você pode informar melhor o cliente, conscientizá-lo e até tirar dúvidas. Ser realmente diferenciado da concorrência. Lembre-se que o varejo pós-pandemia vem carecendo ainda mais de investimento na experiência do usuário.

Não se trata mais apenas de vender. É deixar o cliente satisfeito não só com o produto, mas com a atenção e o leque de serviços e conhecimento que ele pode adquirir saindo da sua loja.

De acordo com o Mapa, a febre aftosa é uma doença viral que causa febre, seguida pelo aparecimento de vesículas (aftas). Os diferentes tipos do vírus causador da doença só podem ser identificados em laboratório, podendo estar presentes no fluido das vesículas e na saliva, no leite e nas fezes dos bovinos contaminados.

Uma vez infectados, a transmissão de outros animais pode ocorrer pelo contato direto ou com alimentos e outros objetos contaminados. No pico da doença o vírus está presente no sangue.

Ainda de acordo com o Ministério da Agricultura, a doença tem curta duração e não impacta na cadeia alimentar humana. E quais os efeitos dela para o animal infectado?

Em casos muito raros a febre aftosa pode acabar matando. Mas os animais afetados podem perder a condição corporal, impactando na produção de leite e carne. Ou seja, o descontrole da contaminação pode acarretar prejuízos devastadores para o produtor e a economia do país.

Uma vez que não existe tratamento para curar a doença, quando os animais não se recuperam, precisam ser sacrificados. Por isso, a vacinação é a melhor aliada no combate à doença.

Xô, febre aftosa!

rebanho de gado no pasto

A imunização em todo o território nacional é fundamental para a erradicação total e prevenção da doença no Brasil. Por isso, a campanha acontece em praticamente todos os estados brasileiros e no Distrito Federal.

A única exceção é o estado de Santa Catarina, que é livre da doença e está sem praticar a vacinação desde 2000.

Também já receberam parecer favorável como zonas livres de febre aftosa sem vacinação os estados: Paraná, Rio Grande do Sul, Acre, Rondônia e parte do Amazonas e Mato Grosso. A notícia foi divulgada recentemente pelo governo federal.

Agora que você já está informado sobre as últimas notícias sobre a doença, bem como o calendário de vacinação, aposte no mix para vender mais durante o período sazonal. Seu cliente espera isso de você e para abastecer seu estoque conte com o Martins.