Home Destaque Como escolher o melhor celular para revenda?

Como escolher o melhor celular para revenda?

0
156

Mesmo antes da pandemia, o smartphone já era um acessório indispensável na vida da maioria das pessoas. Com o isolamento social, a ferramenta passou a concentrar todo tipo de atividade, conectando nossa vida dentro de casa ao mundo lá fora. Diante desse cenário, oferecer celular para revenda se tornou uma oportunidade de negócio ainda melhor do que já era.

 

Por ser um aparelho com múltiplas funções, para a maioria compensa mais investir em um smartphone do que um notebook ou computador, o que faz o celular para a revenda ser um bom produto para se trabalhar nesse momento.

Já deu para perceber que demanda é o que não falta, certo? Com as estratégias certas, suas vendas podem decolar ao incluir o celular para revenda no mix. Quer saber mais? Então continue a leitura!

mão humana segurando smartphone com a tela desligada

Celular para revenda: por onde começar?

Já faz um tempo que o smartphone deixou de ser exclusividade das lojas especializadas. Devido à sua presença massiva na vida dos brasileiros – em 2019, o país ativou 24 milhões de aparelhos, um equivalente a 26 celulares por minuto – o produto se tornou aposta certeira para quem deseja ampliar o faturamento.

O Google realizou um mapeamento desse novo comportamento dos consumidores. Segundo os dados da companhia, 61% dos entrevistados disseram que o uso do celular aumentou diante da pandemia, muitas vezes vinculado a atividades que até então não eram realizadas através do smartphone.

Dentre elas, a pesquisa cita as aulas online (17%), videochamadas (16%) e até exercícios físicos (10%). Outro dado interessante diz respeito ao aumento do uso do smartphone nas classes mais baixas, que precisou se digitalizar às pressas para continuar trabalhando e acompanhar a educação à distância.

No entanto, isso não significa que todos os usuários são iguais, nem que os aparelhos atendem ao mesmo tipo de demanda. Por isso, antes de investir em celular para revenda, é preciso se inteirar um pouco do mercado e principalmente do público que você deseja alcançar.

Vender para quem?

Como mostrei na introdução, cada tipo de público possui uma prioridade diferente para o uso do smartphone, e o que não falta no mercado são opções para atender essa gama de necessidades.

As funções básicas, como câmera, acesso à internet e suporte para aplicativos, todos têm, mas as variáveis não param aí. Há quem priorize o uso para jogos, o que exige um processamento mais robusto e tecnologia avançada; e quem dê preferência a uma câmera de qualidade. Já os idosos, no geral, preferem aparelhos mais simples, de fácil manuseio.

Na hora de escolher o celular para revenda, é preciso entender o perfil – ou os perfis – do seu público-alvo, para não correr o risco de comprar aparelhos que vão acabar parados no estoque. Para descobrir a preferência da sua clientela, mapeie os perfis com os outros dados de compra e observe mês a mês, como eles reagem diante do novo mix de produtos.

mulher sentada na cama com as pernas esticadas segurando smartphone em uma das mãos e uma caneca verde na outra mão ao lado de um livro aberto, um notebook e uma cafeteira italiana

Vender como?

As estratégias de divulgação do celular para revenda também devem dialogar com esse público-alvo. Quem está em busca do seu primeiro aparelho provavelmente não vai ser impactado por um anúncio nas redes sociais, certo? Nesse caso, o melhor é investir em propagandas pelo Google Ads ou em ferramentas mais analógicas.

Uma boa forma de alcançar o público nesse momento é direcionar a campanha para as atividades vinculadas aos aparelhos. Em vez de anunciar apenas celulares, mostre como o produto pode ser a solução para desafios da pandemia, como entreter as crianças ou fazer compras pela internet.

Quanto cobrar?

mão humana segurando smartphone em frente a estante de livros

Outro fator determinante na hora de segmentar os consumidores de celular para revenda é o preço. Muitas vezes é o valor do produto que fala mais alto na hora da escolha final – com a crise, então, preço baixo se torna uma prioridade ainda maior.

Nessa hora, o que faz a diferença é a escolha do fornecedor. Quem compra barato, consegue vender barato; quem compra barato com qualidade, consegue vender melhor por muito menos. Parece uma conta difícil de fechar, mas no Martins você encontra tudo isso e mais!

Com décadas de tradição no mercado, o Martins é o fornecedor mais preparado para ser seu parceiro nessa pandemia. Com frete grátis e dinheiro de volta, você reduz o preço de custo das mercadorias e pode vender mais barato para seus clientes sem ter sua margem de lucro prejudicada.

Além disso, quem compra no Martins também tem o selo de confiança de quem trabalha apenas com as melhores marcas. Independente do quanto pode pagar, seu cliente merece sempre o melhor, e aqui você encontra celular para revenda para agradar todos os bolsos!

Celular para revenda: quais modelos investir?

Depois de pesquisar, analisar métricas e fazer contas, é hora de definir o seu mix de celular para revenda. Para te ajudar, selecionei alguns modelos que são campeões de venda no Martins.com.br para você escolher os que mais combinam com suas estratégias de venda do momento!

Olha só!

E para tornar o celular para revenda ainda mais atraente para seu público, aposte em formas de pagamento diferenciadas e otimize a experiência de compra na sua loja!