Home Segmento Bar Cervejas artesanais no varejo: quais vender e como?

Cervejas artesanais no varejo: quais vender e como?

0
680

A venda de cervejas artesanais no varejo deixou de ser exclusividade de empórios gourmet há muitos anos. Hoje, grandes supermercados e até mercearias já têm prateleiras inteiras pra elas. O comerciante está apostando no interesse de um público cada vez mais exigente, que vem consumindo mais variações da bebida favorita do brasileiro.

 

Só em 2018 a Associação Brasileira de Cerveja Artesanal registrou 185 novas cervejarias no Brasil e, nos últimos dez anos, listou salto de 70 para 700 no número de unidades produtoras de cervejas artesanais no país. Já pensou em aproveitar essa tendência para inserir novos produtos nas prateleiras e sair na frente da concorrência?

Bandeja com cinco taças de cerveja artesanal diferentes em mesa de bar

Cervejas artesanais no varejo: por onde começar

Diferente das industrializadas, que são produzidas em larga escala por grandes maquinários, as cervejas artesanais passam por um processo de produção mais lento e minucioso, além de contar com ingredientes especiais nas receitas.

No geral elas são feitas com uma quantidade maior de malte, o que afeta diretamente fatores como cor, sabor e cremosidade da bebida. Além disso, seguem a Lei da Pureza das Cervejas, que determina quais são os ingredientes base da receita: só água, lúpulo e malte de cevada.

Fala, Mart!

A Lei da Pureza da Cerveja – ou Reinheitsgebot para os alemães – foi estabelecida em 1516 pelo duque Guilherme da Braviera e era realmente obrigatória no seu ducado: a cerveja que tivesse qualquer outro ingrediente não podia ser comercializada de jeito nenhum.

Técnico de produção observando um copo de cerveja Uberbrau em cervejaria.

Oferecer uma boa diversidade de rótulos de cervejas artesanais é um jeito de disponibilizar mais produtos para seus clientes, além de uma estratégia poderosa para alcançar uma nova fatia de público. Quem conhece e aprecia sua seleção de bebidas com certeza volta sempre pra comprar mais!

Para não errar na escolha do mix e explorar todo o potencial desse novo nicho, conheça as principais categorias de cerveja artesanal.

Diferentes tipos de cerveja artesanal no mercado

Existem mais de 120 tipos diferentes de cerveja no mundo, mas elas podem ser divididas em duas grandes categorias: ales e lagers.

A cerveja do tipo ale é conhecida por ser a mais encorpada e ter produção é de alta fermentação, o que dá à bebida sabor e aroma mais frutados e elevado teor alcoólico. É possível encontrar vários tipos de ale no mercado, como a indian pale ale (IPA) e a english pale ale.

Já as lagers são de baixa fermentação, costumam ter menor teor alcoólico e por isso são mais leves. É o tipo de cerveja mais comum em todo mundo e por isso são boas candidatas para quem quer começar a vender cervejas artesanais no mercadinho.

Fábrica de cervejas artesanais, taça de cerveja

A cerveja tradicional vendida em qualquer boteco é da família lager, mas as casas cervejeiras têm investido em versões mais sofisticadas da bebida. Fazem parte desse grupo os produtos do tipo pilsen, american lager e schwarzbier – a cerveja preta.

Outro tipo de cerveja artesanal que tem caído no gosto dos brasileiros mas não se encaixa em nenhuma dessas grandes famílias é a witbier ou weiss. De cor mais clara e sabor leve, essa modalidade belga usa trigo em sua fermentação juntamente com o malte, o que dá a ela uma espuma densa especial.

Como vender cervejas artesanais no varejo

Já deu pra perceber que o que não falta é variedade e interesse do público quando falamos em cervejas artesanais, né?! Pra quem é dono de negócio, isso é sinônimo de oportunidade de vender muito e faturar alto.

Mesmo com a faca e o queijo na mão, vale a pena gastar um tempinho pensando em estratégias para oferecer as cervejas artesanais no varejo, impulsionado não só as vendas da bebida como seu ticket médio de modo geral. Veja só as dicas que preparamos para você!

Garrafas de cerveja TUG Weizenbier em esteira de produção na cervejaria.

Técnicas de merchandising

Como se trata de um produto diferenciado, o ideal é posicionar as cervejas artesanais em um espaço próprio para elas, separado das cervejas tradicionais que você oferece no mercadinho. Elas podem até ficar na mesma seção, mas em uma gôndola ou refrigerador distinto.

Um dos traços característicos das cervejas artesanais são os rótulos, muitas vezes artísticos e bastante criativos. Você pode explorar isso no ponto de vendas e transformar as garrafas em objetos de decoração, o que irá chamar a atenção dos clientes de maneira automática.

Para estimular aqueles não familiarizados com as cervejas artesanais, crie pequenos cartazes ou etiquetas explicando as particularidades de cada bebida para que as pessoas possam fazer escolhas adequadas ao seu paladar. Se possível, treine um colaborador para dar dicas de harmonização, tornando a experiência de compra mais rica.

E se a ideia é impulsionar as vendas de modo geral a partir das cervejas artesanais no varejo, as bebidas podem ficar posicionadas perto de outros produtos que combinem com a degustação. Quem compra cerveja também compra petisco! Aproveite para mostrar molhos e queijos gourmet, investindo no paladar apurado da clientela.

Precificando cervejas artesanais

Refrigerador com seis prateleiras cheias de garrafas diferentes de cerveja artesanal

Como já adiantamos na introdução, cervejas artesanais têm um preço de custo mais elevado, mas isso não é obstáculo para inserir esses produtos no varejo.

Existe uma tendência de beber menos para beber melhor entre o público cervejeiro, o que mostra disposição dos clientes em investir um pouco mais por um produto especial.

Como é impossível cortar custos como impostos, que também pesam no valor final das cervejas artesanais, a melhor maneira de melhorar a relação custo-benefício é encontrar um bom fornecedor.

Tem cerveja artesanal no atacado!

O boom das cervejas artesanais já chamou a atenção do atacado e hoje comprar do setor é a melhor opção para os lojistas que querem oferecer essas bebidas no varejo.

Diferente das microcervejarias, o atacado possui uma estrutura capaz de oferecer benefícios como frete grátis, cashback e outras vantagens, tudo para te ajudar a colocar os produtos na prateleira a um preço que caiba tanto no seu bolso como no do seu cliente.

No Martins.com.br você encontra uma ampla variedade de marcas e categorias de cervejas artesanais, aumentando as possibilidades de venda e também as suas chances de oferecer o que o cliente procura.

A cerveja artesanal é apenas uma das novidades para incrementar seu mix de produtos e repaginar seu comércio . O Martins.com.br é seu parceiro em todas elas. Navegue pelo nosso site e conheça mais tendências e oportunidades!

Deixe um Comentário!

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome