Home Destaque Como abrir um mercadinho de bairro em 5 passos

Como abrir um mercadinho de bairro em 5 passos

0
8252

Você sabe como abrir um mercadinho de bairro? Se essa é a sua empreitada no momento, das duas uma: ou você está tranquilo porque é fácil ou está roendo as unhas porque não sabe por onde começar.

Na verdade, não é nenhum dos dois. Não é fácil abrir um mercadinho de bairro, mas também não é coisa de outro mundo. Você só precisa se planejar, divulgar e escolher o melhor fornecedor. Daí pra frente é só lidar com os negócios!

Mas espera aí que o artigo nem começou e a gente já tá aqui contando tudo. Quer saber mais sobre como abrir um mercadinho de bairro? Então continue a leitura para um passo a passo. Vamos?

1 – Abrindo um mercadinho de bairro: escolhendo o melhor local

O local é crucial na hora de abrir um mercadinho de bairro. Como ele é local, seu público estará concentrado em uma região relativamente pequena da cidade. Dentro dessa região, você vai precisar escolher o imóvel certo para abrir seu negócio.

Abrir um mercadinho de bairro: rua movimentada com várias lojas

Não adianta nada você abrir seu mercadinho de bairro em uma rua que não mora quase ninguém. Do mesmo jeito, abrir bem na porta de outro mercado ou empório pode atrapalhar os dois negócios.

O ideal é escolher bem a localização para conseguir começar com o pé direito e vendendo muito. Olha aqui algumas recomendações:

  • Procure por uma rua movimentada;
  • Abra seu mercado em uma localidade de fácil acesso;
  • Pesquise pelo melhor preço de aluguel ou compra;
  • Deixe a concorrência trabalhar no espaço dela;
  • Se for construir, veja se o lote é grande o suficiente;
  • Procure um local seguro (você fica aberto até tarde).

Dentre outras.

2 – De olho na documentação

Para abrir um mercadinho de bairro, você também precisa ficar atento à legislação municipal e estadual. Primeiro vamos às dimensões: só é considerado minimercado a estrutura que não possui mais do que 300 metros quadrados. A partir daí ela já se enquadra como mercado ou, indo além, supermercado.

abrir um mercadinho de bairro: mão com caneta assina um documento

Você também irá precisar registrar um CNPJ e realizar a Inscrição Estadual para recolher o ICMS e comprar com grandes atacadistas. Além disso, você precisa de um alvará da Vigilância Sanitária para operar, e de mais algumas documentações dependendo da sua atuação e das exigências da sua prefeitura.

Mas é muito trabalho! Não dá pra ser mais fácil? Dá sim! Você também pode optar por se cadastrar como MEI – microempreendedor individual. Mas só fique de olho no seu faturamento: por lei, o MEI só pode receber até R$ 81,000 por ano em 2018.

3 – Planejando seu layout

O layout da loja é o que vai definir se ela é atrativa para os seus compradores ou não. Não precisamos nem falar que isso tem impacto direto nas suas vendas, né?

abrir um mercadinho de bairro: bebê sentado em carrinho no corredor de supermercado

Ter um local bem iluminado, com boa ventilação e com corredores largos o suficiente para as pessoas caminharem é o melhor que você pode oferecer. Assim, abrir seu mercadinho de bairro já começa no acerto, e quando você ver já está vendendo muito e com vários clientes fiéis.

4 – Marketing e merchandising

Vender muito não é difícil, mas você precisa estar sempre trabalhando novas maneiras de engajar seus clientes. Ao abrir um mercadinho de bairro, uma das maiores preocupações dos lojistas é ter mais e mais clientes, sempre expandindo. Mas por onde começar?

abrir um mercadinho de bairro: garrafas em gôndola

Comece pelo merchandising. É uma técnica simples de aplicar ao abrir um mercadinho de bairro, mais voltada para os seus produtos e a sua realidade. Tem um campeão de vendas? Coloque-o em uma posição estratégica e outros produtos ao seu redor. Tem artigos menores mas que vendem bem, como Super Bonder, chocolates, revistas, etc? Coloque na saída do caixa e estimule a compra por impulso!

Aproveite pontas de gôndolas, entenda como as posições dos produtos influenciam nas compras e esteja sempre disposto a mudar sua estratégia, caso seja necessário.

Também é uma ótima ideia investir em formas simples de marketing. Ao abrir um mercadinho de bairro, crie uma página no Facebook e comece a engajar os seus clientes! Poste promoções especiais e crie um calendário de publicações. Seu diferencial pode estar justamente aí.

5 – Fornecedores e equipamentos

Mas e aí, como abrir um mercadinho de bairro se você não tem o que vender e nem como? Você vai precisar de balcões, impressoras, computadores, câmeras de segurança e todos os equipamentos de expediente.

Além disso, também vai precisar de um fornecedor que está sempre do seu lado e que fecha uma parceria rentável pra você. Sabe onde você vai encontrar essas duas coisas? Acho que você já está imaginando, hein?

É no Martins.com.br! Lá você encontra os equipamentos que precisa ao abrir um mercadinho de bairro e também uma variedade sem igual em qualquer fornecedor. Quem é que consegue te oferecer 17 mil itens pra você escolher?

Não deixe pra depois. Abrir um mercadinho de bairro é muito mais simples se você já contar com o apoio do Martins.com.br desde o início.

E aí, vamos fechar com a gente? Então veja esse artigo pra entender como é fácil se tornar cliente Martins.com.br!