Home Destaque Como fazer a gestão financeira da loja com apenas um funcionário

Como fazer a gestão financeira da loja com apenas um funcionário

0
22

Muitas vezes, o próprio sucesso de um empreendimento pode criar dificuldades para a sua gestão financeira. Isso é comum quando o crescimento acontece e a demanda se torna muito maior do que as capacidades do empreendedor, que está acostumado a cuidar de tudo sozinho.

Se você tem uma micro ou pequena empresa, sabe bem como é esta sobrecarga de funções. Para evitar que esse acúmulo de demanda traga problemas mais sérios para o negócio, o caminho natural é investir na contratação de funcionários, ou melhor, de um funcionário que consiga fazer a gestão financeira da empresa.

Mas a pergunta que fica é: como deve ser feita essa gestão e como delegar a tarefa ao funcionário? Se essa é a sua dúvida, confira nossas dicas e cuide do crescimento do seu negócio da melhor forma possível.

Organize o setor financeiro

Se você está acostumado a cuidar dos diferentes processos da sua empresa, já está passando da hora de parar de ser o chefe faz tudo. A capacidade de delegar tarefas é um diferencial enorme do gestor qualificado e, por isso, é preciso que você saiba fazer isso corretamente.

A dica aqui é fazer com que o momento de passar o bastão para o novo financeiro seja mais fácil, estruturando os processos da gestão financeira para que o contratado saiba claramente o que fazer e quais critérios seguir . Assim, você vai poder medir os resultados e tornar a função mais profissional.

Para saber as principais responsabilidades do funcionário que vai atuar no setor financeiro, confira o tópico a seguir.

Quais são as responsabilidades da gestão financeira?

Tesouraria

Ao contratar alguém para cuidar da gestão financeira da sua empresa, você terá uma pessoa responsável pelo fluxo de caixa, controlando as entradas e saídas. Em poucas palavras, o financeiro é que cuida do seu dinheiro. Com essa função sendo executada à perfeição, você consegue finalmente ter a tranquilidade de saber exatamente o quanto se ganha e o quanto se gasta com apenas uma pergunta.

Então além de cuidar do quanto entra e do quanto sai, esse profissional também vai trabalhar na gestão das contas bancárias da companhia, fazendo conciliações bancárias e o controle de contas a serem pagas e recebidas pela empresa. Assim, você terá alguém para evitar atrasos e garantir o bom relacionamento com clientes e fornecedores.

Contabilidade

Como visto, o responsável pela gestão financeira precisará lidar no dia a dia com os ativos e passivos da empresa e, sendo assim, é ele ou ela quem vai fazer o trabalho de contabilidade, que muita gente acaba terceirizando por não saber como fazer exatamente.

E mesmo terceirizando, o financeiro também é responsável pela organização dos documentos e pelo processo de comunicação com a empresa responsável.

No caso de empresas pequenas, é comum que o financeiro seja também o responsável por questões fiscais, como a apuração dos tributos, o cumprimento das obrigações legais, entre outros.

Seu papel será ainda mais relevante na escolha do regime tributário ideal para a companhia, considerando seu tipo de atividade e o faturamento anual. Vale lembrar: essa definição faz toda a diferença na forma como a tributação será feita sobre o seu negócio.

Resumindo, pagar imposto é complicado, e se você der bobeira, acaba pagando a mais ou a menos. Ambos os casos vão te dar dor de cabeça, então deixe tudo na mão do financeiro e acompanhe!

Planejamento financeiro

O ideal é que o responsável pelo controle financeiro seja alguém com preparo necessário para exercer essa função. Caberá ao profissional pensar no orçamento da empresa, viabilizando tanto os novos investimentos quanto eventuais cortes de gastos.

A questão aqui é ter uma pessoa na equipe em condições de direcionar ações de maneira compatível com suas possibilidades. Para isso é preciso dominar os números, os procedimentos de rotina do caixa e conhecer o mercado em que a organização atua.

Está na hora de reformar a loja? Bom, você identifica a necessidade, mas quem bate o martelo mesmo é quem está de olho nas contas da empresa. Você precisa de alguém que faça justamente esse trabalho de gestão financeira, e que barre suas aspirações e investimentos caso o dinheiro não dê.

Esse é o principal papel do financeiro na sua empresa. É esse departamento – no nosso caso, essa pessoa – que se preocupa com o dinheiro. Você trabalha pra fazer a empresa crescer, e quem controla suas possibilidades é quem entende do dinheiro.

E falando nisso…

Dê importância também à tomada de decisões

Como visto, o papel do responsável pela gestão financeira não deve se restringir à questão burocrática que faz parte da rotina das empresas. Cada vez mais esse tipo de profissional tem feito a diferença também no processo de tomada de decisão por parte dos gestores.

Pense bem: quem melhor pode contribuir com as decisões referentes ao crescimento do negócio do que alguém que lida diariamente com as suas movimentações e sabe qual é a capacidade real da companhia? Assim, o ideal é contar com uma pessoa capaz de observar o mercado à luz dessas informações e dessa forma atuar na consultoria da gestão em relação a novos projetos.

E é claro, você precisa escutar essa pessoa que vai fazer sua gestão financeira. Não adianta ter alguém em posição de aconselhamento se você não a escuta, né?

Enfim, o departamento financeiro de uma empresa é fundamental para o sucesso dela. Se é hora de investir na construção do seu, não deixe de considerar nossas dicas e faça desse um passo importante para o crescimento do seu empreendimento.

Quer saber mais sobre gestão financeira para o pequeno negócio? Então saiba como ter controle financeiro na empresa e gastar menos.

Deixe um Comentário!

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome