A tradução de Internet of Things é Internet das Coisas. Esse conceito  merece atenção devido ao potencial de mudar a forma como se vive e se trabalha no mundo contemporâneo. Iniciativa interessante e inovadora oferecida pela tecnologia, a Internet das Coisas consolidou seu espaço no mercado, deixando de ser uma simples ideia e fazendo parte da realidade.

 

A presença de objetos conectados à internet é cada vez maior e isso está transformando definitivamente a maneira como o ser humano interage com o mundo à sua volta. Mas como a Internet das Coisas influencia e muda a sua vida e os seus negócios?

 

A Internet das Coisas é quando diversos objetos são conectados à rede mundial de computadores, além daqueles com que já estamos acostumados, como smartphones, TVs, tablets e computadores. Esses objetos, compatibilizados com sistemas automatizados, ajudam a coletar informações em tempo real, com capacidade de análise e a partir daí permite a elaborar ações para dar respostas mais rápidas de acordo com a necessidade de cada usuário.

 

Ou seja, vista dessa maneira, a Internet é a expansão da conectividade. Em vez de usar apenas os dispositivos “tradicionais” para isso, a ideia é tirar proveito dos benefícios que a internet traz para qualquer cenário, o que envolve todo tipo de objeto.

         Negócios

O impacto dessa conexão generalizada aos objetos influencia praticamente todos os aspectos da vida. A primeira forma em que a Internet das Coisas vai impactar o futuro é bastante óbvia: por abrir portas para a inovação. São muitas as possibilidades de negócios, bem como de iniciativas para melhorar diversos aspectos da vida em sociedade, que fica até difícil imaginar onde podemos chegar. E quem tiver maior domínio da tecnologia e entender como usar seus recursos com maior relevância, vai ter enorme vantagem na hora de decolar um projeto.

 

         Pessoal e profissional

Atualmente já precisamos tomar cuidado com alguns perigos da “hiperconectividade”, como ficar online o tempo todo e perder o limite do tempo que se gasta trabalhando. Com a evolução da Internet das Coisas, o poder de conexão e acesso à informação vai ser ainda maior. Logo, o perigo também aumenta.

Um dos cuidados nesse sentido é manter o próprio equilíbrio quanto ao uso da tecnologia. Isso ajudará a manter a separação entre vida pessoal e profissional, que vai evitar problemas de saúde e desgaste emocional decorrentes de trabalho excessivo.

 

         Bem-estar

Se, por um lado, a tecnologia pode servir como armadilha e fazer trabalhar demais, também pode ser usada como instrumento de promoção do bem-estar. Não é de hoje que a tecnologia é usada para ajudar a criar hábitos mais saudáveis, como da boa alimentação e exercícios. Com a Internet das Coisas isso tende a ficar ainda mais completa, e melhorar o entendimento de como usar melhor as informações para cuidar da saúde.

         Aplicações

O conceito é interessante, pois as aplicações da Internet das Coisas são abrangentes no dia a dia. São inúmeras possibilidades de uso, desde soluções com as quais já estamos acostumados até outras que ainda estão fora da realidade. Ainda.

 

         Multiplicidade

Empresas de todos os setores e tamanhos podem se beneficiar por aplicar a Internet das Coisas em seus modelos e processos de negócio. Assim como ter um aplicativo próprio hoje é uma alternativa interessante para engajar melhor o público e até aumentar as vendas, o mesmo pode acontecer futuramente com essa tecnologia.

O fato é que com as soluções certas, a Internet das Coisas pode ser usada em praticamente qualquer área de uma empresa, desde o marketing até o treinamento dos colaboradores.

 

         Utilidade pública

A vida em sociedade também pode ser muito aprimorada pela Internet das Coisas. Pense em como serviços importantes de atendimento ao público  —  como polícia, bombeiros, ambulância e outros  —  poderiam ser aprimorados em termos de agilidade e eficiência com a ajuda de dispositivos conectados às suas redes. Além disso, vários serviços públicos podem ser simplificados, economizando recursos que serão aplicados em outras áreas.

 

         Uso pessoal

Também são extensas as aplicações da Internet das Coisas para uso pessoal. Essa tecnologia pode ser usada em áreas como organização pessoal, automação de tarefas diárias, controle financeiro, contratação de serviços, entre muitas outras. Muitas dessas soluções já existem e seu uso se expande a cada dia.

 

         Entretenimento

O mundo do entretenimento também vai usar essa tecnologia da melhor forma possível. Uma opção é por criar experiências imersivas de consumo em massa, como a Disney fez com sua Magic Band  —  uma pulseira que permite acesso totalmente personalizado ao parque. Outra alternativa é simplesmente investir em experiências de diversão mais pessoal, para consumo rápido, em casa ou na rua.

Portanto, prepare-se. Uma nova revolução digital está em curso. E todos serão beneficiados com as vantagens que dela advêm!