Home Segmento Academia Como melhorar a segurança da loja?

Como melhorar a segurança da loja?

0
1401

A segurança da loja a gente nem precisa dizer que é importante, não é? Você trabalha bastante para conseguir conquistar o seu espaço no mercado, e portanto seus produtos e a integridade da sua loja precisam ser protegidos.

 

Não é que você não pode perder nenhum produto nunca por qualquer motivo que seja. Na verdade, o investimento em segurança é uma forma de você se resguardar de gastos bem grandes no futuro. Pensa só: o que é melhor, investir na segurança da loja de forma calculada e programada ou ter que gastar quando você não está preparado?

Você concorda com a gente que o melhor é se preparar quando dá, não é? Mas como? É nesse artigo que você descobre. Vamos juntos?

O quanto dá pra gastar e o que eu preciso de segurança na loja?

Sua loja pode ser o que for: materiais de construção, um supermercado, mercearia, agro veterinária, qualquer coisa. Segurança nunca é um investimento ruim, e você pode precisar dela mais cedo do que imagina.

O problema é saber exatamente o quanto investir em um primeiro momento. As opções são várias, e cada uma diz respeito a uma forma diferente de proteção. Você pode instalar:

  • Câmeras de segurança para identificação de criminosos em ação no momento;
  • Elas também podem servir para prevenção de furtos pequenos direto das gôndolas;
  • Alarmes para acionamento da polícia automaticamente;
  • Espelhos em posições estratégicas para economizar;
  • Portas reforçadas para proteção da mercadoria;
  • Cofres para guardar o dinheiro do dia ou da semana;

Dentre várias outras. O que você precisa fazer inicialmente é entender o que você precisa pensando também nos custos. Será que as câmeras de segurança são mais importantes do que portas reforçadas para proteger o estoque? Muitas vezes elas não inibem os crimes, só se torna mais fácil identificar quem o cometeu. Será que o investimento compensa?

É com essa posição crítica que você deve encarar a segurança da loja. Não vai sair tão barato assim, então você precisa pensar bem para investir certo!

A segurança funciona melhor com sinergia

Sinergia é usar vários recursos convergindo em um objetivo. Pensando assim, usar a sinergia para a segurança da loja é garantir que os seus recursos não trabalham sozinhos, mas são ferramentas para atingir os melhores resultados.

Vamos para um exemplo? Você instala etiquetas de segurança nos seus produtos, aqueles que fazem uma torre na saída da loja apitar. Se alguém passa com um item furtado por eles, a única forma de provar que o item realmente foi furtado é pedindo para que a pessoa abra sua bolsa. Se ela autorizar, bem, se não, será necessário acionar as autoridades. Só quem está autorizado a fazer revistas é a polícia.

Ao mesmo tempo, se você tem um circuito interno de TV, é possível encontrar a evidência do furto e corroborar o aviso da máquina sem precisar encostar em ninguém. Com a sinergia, você evitou uma situação desagradável e constrangedora com sucesso!

Todo o sistema deve promover a segurança de uma forma abrangente. A porta é reforçada? Ainda assim ela precisa de alarme. Tem um cofre pra guardar dinheiro? Epa, espera aí que isso é assunto pro próximo tópico…

A equipe precisa de treinamento

Muitas vezes, você nem precisa gastar para trabalhar bem a segurança da loja. Um bom treinamento da sua equipe já previne e muito os problemas que podem surgir por conta das ameaças que todo negócio com movimentação de dinheiro e produtos está suscetível.

Em poucas palavras, é a equipe quem faz a segurança do dia a dia. Poucos ajustes na sua segurança operacional já reduzem bastante os riscos. Veja o seu caixa, por exemplo: você deixa o dinheiro lá o dia inteiro? Melhor não. Faça pequenas sangrias em momentos de pouco movimento e quando toda a equipe estiver próxima.

Na hora de fechar, a mesma coisa. Sempre tenha pelo menos duas pessoas na operação, uma fechando e a outra acompanhando. Na hora de manusear o dinheiro, não deixe nada a mostra. Se você trabalha com produtos valiosos, como é o caso de casas de materiais de construção e agro veterinárias, não os deixe “soltos” pela loja. Prenda-os ao chão ou às paredes, e em uma posição fácil para a equipe ficar de olho.

Basicamente, um bom sistema de segurança da loja parte dessas três premissas: o que você realmente precisa, a sinergia entre os recursos e o bom treinamento da equipe. Aplique esses conceitos para garantir que não haverá risco algum!

Mas já que o assunto é segurança, que tal falarmos sobre a localização do negócio? Vamos continuar essa conversa!