Nos últimos anos as lojas têm se tornado mais do que um lugar para fazer compras, pois o preço já não é o único atrativo. A comunicação visual também é um importante aliado na hora da decisão de compra. O ponto de venda (PDV) é o campo mais importante do varejo. Ele precisa ser dinâmico e inovador, com o objetivo de manter e atrair novos clientes, pois cria vínculos com o consumidor, comunica benefícios e oferece segurança na escolha. De acordo com a pesquisa “A hora certa de ativar o shopper”, da Nielsen, 70% das decisões de compra são feitas no PDV.

O visual de um espaço comercial é de extrema importância, já que a ambientação e a comunicação informativa ajudam o cliente a se situar dentro da loja e a criar um clima agradável para o consumo. O estímulo do PDV deve começar assim que o público entra na loja, por meio de cores, layout, iluminação, som, aromas e a arquitetura, trabalhados para que ele permaneça o máximo de tempo possível no ambiente. Para determinar o merchandising, busque traçar um paralelo entre o segmento, o perfl do consumidor e a filosofia de atendimento.

Os aspectos mais importantes do PDV são: logotipo, layout da loja, higiene e limpeza, iluminação, cores e disposição das mercadorias. Além disso, é fundamental pensar na parte arquitetônica da loja e nas conveniências do layout para, aí sim, chegar à comunicação visual. O reflexo de tudo isso na arquitetura se traduz na escolha correta de materiais de acabamento, na definição das cores e de todo o projeto de iluminação. Isso tudo sem nunca deixar de lado um custo adequado dos materiais e manutenção posterior.

Conheça seu ciente
É preciso saber para quem você está vendendo. Qual o perfil do seu consumidor? Como ele efetua suas compras? Quais são suas expectativas em relação à loja e ao momento de compra? Que tipo de serviços ele espera encontrar no PDV? São essas e outras perguntas que vão fazer com que esse consumidor decida comprar na sua loja. E é depois de responder a esses questionamentos que será possível mensurar o tamanho da interferência que precisa ser feita.

Se essas questões não forem respondidas e o consumidor não for bem compreendido, há o  risco de fazer uma loja que até ficará bonita, mas não vai se comunicar com consumidor. Essas questões serão a base para o desenvolvimento de um novo projeto de loja. As respostas se traduzirão em um ambiente que fará com que o cliente, ao entrar na loja, identifique-se com o espaço, permaneça lá por mais tempo e não só consuma mais, mas retorne, criando fidelização.

A comunicação visual integra e harmoniza a arquitetura e o layout com a comunicação informativa, ajudando o cliente a se encontrar na loja. As ambientações reforçam os setores que a loja possui. Para isso acontecer, uma série de outras ações deve ocorrer em conjunto, como ter produtos os adequados, prestar um bom atendimento o tempo todo, apresentar serviços diferenciados e úteis e manter sempre um preço justo.

Fonte: Blog Fala Mart

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.