O WhatsApp Business, versão especial para empresas do aplicativo que está praticamente em todos os smartphones, entra em operação oficial no Brasil ainda este mês. Assim, pequenas e médias organizações poderão entrar em contato com clientes de maneira mais fácil e com ferramentas extras. E isso vale para você, que atua dentro do segmento do varejo, independentemente do segmento.

Download

Neste primeiro momento as empresas podem baixar o app – sem necessidade de convite – na central de downloads do Android, a Google Play Store. Não há previsão de liberar versão do app para iPhone (iOS).

Diversas empresas, especialmente as pequenas, já utilizam o WhatsApp comum para se comunicar com clientes. A iniciativa promete facilitar a vida desses usuários, contando com recursos para quem quer fazer negócios no mensageiro. A principal delas é o selo de conta verificada que, após a confirmação de autenticidade do perfil, ajudará o cliente a ter certeza de que está se comunicando com o número oficial da companhia – o que evitaria golpes e extorsões.

Informações úteis

Os donos de um perfil empresarial no mensageiro também poderão adicionar informações úteis, como descrição comercial, e-mail e website oficiais, além de endereço físico. Será possível ainda programar o perfil para dar respostas automáticas e rápidas a perguntas mais frequentes, enviar mensagens que ajudem a apresentar o negócio ao cliente ou avisar quando o estabelecimento estiver fora do horário de atendimento.

Métricas

Como é comum em versões de redes sociais para empresas, o WhatsApp disponibilizará métricas simples com estatísticas sobre as mensagens enviadas, o que deve ajudar o empresário e a sua equipe a entender quais estratégias de comunicação funcionam ou não para a empresa.

Recursos

O WhatsApp garante que não haverá mudanças para usuários comuns (pessoas físicas) do mensageiro. Ainda será possível bloquear qualquer número e denunciar quando houver spam, inclusive por parte de empresas que fazem uso do WhatsApp Business. No ano passado, porém, contas comuns ficaram proibidas de utilizar emojis com o símbolo de “check” em seu nome de usuário para que não houvesse confusão com o selo utilizado em contas verificadas.