Home Dicas Colaboradores Contabilidade financeira e clareza no pequeno negócio

Contabilidade financeira e clareza no pequeno negócio

0
511

O futuro de empresas que lidam com grandes clientes e contas está completamente pautado na organização monetária, expressa pela contabilidade financeira. No geral, essa prática serve de guia para determinar planos operacionais, analisar o desempenho do negócio em períodos anteriores e verificar o andamento das operações no momento presente.

 

Quem investe em uma empresa depende de tudo isso para averiguar a rentabilidade do negócio, e a contabilidade financeira é a responsável por colher essas informações e traduzi-las para investidores e outras partes interessadas no empreendimento – como credores, fornecedores e clientes chave.

Internamente, essas cifras podem ajudar no planejamento e na tomada de decisões. Não é por acaso que a contabilidade é uma obrigação legal para pessoas jurídicas desde 1976!

Dentro de uma organização, essa prática pode se dar em duas frentes diferentes: contabilidade gerencial e contabilidade financeira. Nesse post, vamos falar da contabilidade financeira, indispensável para empresas que desejam crescer trabalhando em parceria com outros grandes negócios.

Notebook ligado sobre mesa

O que é contabilidade financeira

A contabilidade financeira é uma prática que tem como objetivo apresentar a saúde financeira da empresa para agentes externos, principalmente stakeholders como o conselho administrativo, instituições financeiras, credores, acionistas, etc.

Todo o processo deve seguir alguns requisitos fiscais e imposições legais que formalizam as informações, e é por isso que sua condução deve ficar a cargo de um profissional capacitado da área.

Essa análise é feita com dados obtidos nos seguintes processos: balanço patrimonial, demonstrativo de resultado de exercícios e demonstrativo de fluxo de caixa. Esses dados vêm de um período passado, normalmente do ano anterior, e através deles é possível determinar a situação da empresa no momento em que a auditoria é feita por meio da contabilidade financeira.

Aplicações práticas

Olha só um exemplo: você quer investir em ações de uma determinada companhia mas não sabe se o negócio está compensando. O melhor é recorrer à contabilidade financeira para verificar a rentabilidade no negócio na hora de tomar sua decisão.

Por esses números é possível responder algumas questões relevantes como a quantidade de vendas em um período de tempo, o quanto de imposto é preciso pagar, qual o produto mais rentável, dentre outras informações úteis.

Já que é uma obrigação legal de toda organização, a contabilidade financeira também é utilizada para tributar o lucro das empresas de maneira equitativa e objetiva. Os dados, nesse caso, documentam que os bens e patrimônios estão sendo tratados de maneira apropriada, uma segurança importante para credores e investidores.

Contabilidade financeira x contabilidade gerencial

Folhas de papel sobre mesa ao lado de caneta preta e caneca preta com café

Quando falamos em contabilidade de maneira geral, é comum associar o termo às práticas da contabilidade gerencial, aquela voltada para o âmbito interno da empresa, principalmente gestores e administradores.

Diferente da contabilidade financeira, seu foco está em orientar a tomada de decisões internas e melhorar a eficiência das operações por meio de informações úteis pautadas por previsão de mercado e tendências do momento.

Por servir a propósitos específicos que podem variar de acordo com a necessidade do momento, a contabilidade gerencial pode selecionar apenas às informações contábeis que forem relevantes na análise desejada. Ou seja, não há regras sistematizadas no exercício dessa função e cabe aos responsáveis pelo serviço decidir quais dados são úteis para os fins desejados.

Há quem defenda que contabilidade financeira e gerencial são ramos distintos e precisam ser tratados de maneira separada. No entanto, as práticas contemporâneas têm se voltado cada vez mais para a integração entre os dois setores, já que ambos estão relacionados com a tomada de decisões e podem se alimentar mutuamente para gerar resultados mais precisos e insights proveitosos.

Um gerente interno, por exemplo, pode fazer uso da contabilidade financeira para compreender melhor o histórico da empresa na hora de tomar decisões sobre os próximos passos e executar o planejamento comercial. Da mesma forma, as análises obtidas pela contabilidade gerencial podem ser adicionais interessantes para tornar a empresa mais atrativa e confiável diante dos stakeholders.

Usos da contabilidade financeira

Já que estamos falando em aplicações práticas da contabilidade financeira, é interessante entender como esses dados podem servir a diferentes propósitos, ainda que a partir de um único documento.

Confira a seguir de que diferentes maneiras a contabilidade financeira pode ser útil ao seu negócio.

 Homem realizando apresentação de negócios ao lado de monitor segurando um objeto preto, grupo de pessoas sentadas assistindo a uma apresentação

Mostrar valor ao cliente

Uma vez que funciona como indicador da saúde financeira da empresa, a contabilidade oferece provas numéricas que atestam o posicionamento da organização no mercado. Se os resultados forem positivos, a contabilidade financeira pode funcionar como indicador de prestígio e rentabilidade do negócio no segmento em que está inserido.

Essas informações podem ser relevantes quando o cliente decidir fechar um negócio ou então para firmar parcerias de venda com outras empresas e fornecedores. Na hora de investir, todos querem garantias de retorno e dados que comprovem que seu dinheiro não será perdido. Com a contabilidade financeira, é possível oferecer essas perspectivas a todos os interessados.

Impressionar a chefia

Quanto maior a organização, menor é o envolvimento direto dos altos cargos executivos nos procedimentos cotidianos da empresa. Por sua especificidade, a contabilidade financeira costuma ficar restrita aos setores diretamente interessados, mas seus resultados dizem respeito não só à atual situação do negócio, mas são um reflexo do trabalho de todos.

Da mesma forma que é usada para atrair e passar confiança a agentes externos, a contabilidade financeira pode servir como atestado de competência de toda uma equipe. Se uma empresa vai bem, isso é sinal que o trabalho está sendo bem feito, sempre um bom indicador para se oferecer à direção de tempos em tempos, principalmente em períodos de instabilidade.

Ganhar a confiança dos stakeholders

Por fim, a utilidade mais óbvia da contabilidade financeira é oferecer garantias aos stakeholders da empresa. Nesse caso, estamos falando dos grupos que possuem interesses estratégicos na empresa, como acionistas, membros do conselho administrativo, órgãos governamentais e até mesmo a mídia especializada.

A contabilidade financeira mostra como os recursos estão sendo investidos e, principalmente, os retornos obtidos. Em momentos de crescimento, essas informações deixam os grupos motivados e contribuem para o aumento da confiabilidade no negócio, que se apresenta como uma oportunidade segura.

Essa segurança também é importante em momentos de queda no desempenho, já que a transparência é necessária para que todos tomem decisões informadas a respeito de seu envolvimento com o empreendimento.

Agora que você já entendeu a importância dos processos de contabilidade, que tal otimizar essas práticas com a nossa Planilha Inventário de Estoque? O recurso está disponível gratuitamente e vai facilitar seu trabalho na gestão do estoque. Acesse já!

 

Deixe um Comentário!

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome