O agronegócio terminou 2014 com um aumento de 13,9% na carteira de crédito. O registro foi realizado pelo Banco do Brasil relativo ao quarto trimestre e ao ano todo de 2014. Em dezembro do ano passado, o volume de crédito rural e agroindustrial alcançou R$ 164,9 bilhões. No ano de 2013, o volume era de R$ 144,8 bilhões.

A quantia acumulada referente às operações para pessoas físicas alcançou R$ 117,7 bilhões, representando 22,2% de aumento em relação ao período anterior, em que o volume era de R$ 96,3 bilhões. No que diz respeito às operações para empresas, o total chegou a R$ 47,8 bilhões, tendo uma queda de 2,6% em relação ao período anterior, em que o volume era de R$ 48,5 bilhões. Em relação ao crédito de custeio, seu crescimento foi de 13,9%, que equivale a R$ 6 bilhões. Já as operações de investimento foi a que teve maior crescimento de 2013 para 2014, com alta de 29,1%, representando um acréscimo de R$ 16,9 bilhões.

Os dados do balanço comprovam que o setor de crédito rural e agroindustrial representou 27,1% de toda a carteira de crédito do Banco do Brasil no ano de 2014, totalizando R$ 761 bilhões. Para a safra 2014/2015, já foram desembolsados R$ 46,2 bilhões em operações de crédito rural, 17,9% a mais em relação à safra anterior. Essa quantidade representa 56,7% do total previsto para o atual ciclo, que é R$ 81,5 bilhões.

Confira o mix de produtos agroveterinários que o Martins disponibilza em seu site. Clique aqui!

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.