Data de validade: um ponto de muita atenção no varejo

Tempo de Leitura: 5 minutos
Data de validade de produtos: um ponto de muita atenção no varejo

Sumário

Ficar atento à data de validade de produtos é uma obrigação primária do varejo. Além de evitar prejuízos, o lojista se mostra cauteloso com a saúde dos clientes e evita eventuais constrangimentos e até problemas judiciais.

Quando o cuidado com a data de validade precisa ser feito com uma loja que tem 5 mil, 10.000 ou mais de 30.000 itens, a tarefa complica, né? Sabemos disso! Por isso existem algumas boas opções para monitorar a data de validade das mercadorias.

De acordo com a Associação Brasileira de Prevenção de Perdas (Abrappe), R$ 24 bilhões foram registrados em perdas no varejo brasileiro em 2021. Muito dinheiro desperdiçado e você não quer ver os seus prejuízos somados a ele.

Então hoje nós vamos falar sobre como não perder itens na loja, as técnicas usadas para te auxiliar nisso e muito mais.

Os itens que mais perdem

Sem dúvidas, os produtos que mais perdem em termos de data de validade são os perecíveis. Por isso a atenção com essas mercadorias deve ser redobrada na gestão de estoque e reposição das gôndolas. 

A data de validade de um perecível funciona assim: são feitos testes em laboratórios cujas análises determinam até quando o item estará seguro para o consumo. São avaliadas a textura e o sabor para que seja garantida a qualidade ao consumidor. 

De acordo com a Abrappe, os supermercados lideram a lista de canais que mais sofrem perdas no varejo, sendo as quebras operacionais detendo o maior índice: 1,43% do total de 2,15% das perdas por causa de produtos que ficaram na loja em razão de prazo de validade vencido.

Depois produtos de perfumaria, de construção/lar e de drogarias também entram para lista dos canais de varejo que mais sofrem perdas. Entre os itens que perecem mais rápido, podemos destacar:

Como não perder itens na loja

Gôndola de supermercado com queijos nas prateleiras.

Comercializar produtos vencidos é crime, de acordo com a Lei Nº 8.137/90. Mesmo que você venda sem ter conhecimento da data de validade vencida, será responsabilizado pela prática. 

É por isso que você deve investir em mecanismos que auxiliem melhor nesse monitoramento da data de validade das mercadorias para evitar a dor de cabeça. 

Vamos falar um pouquinho sobre algumas práticas que podem ser adotadas na sua loja para não perder produtos por causa da data de validade expirada. Anime-se! Porque há muitas possibilidades e fáceis de serem implementadas.

1. Gestão de estoque

A gestão de estoque é fundamental para acompanhar os produtos armazenados do estoque e priorizar a reposição daqueles que podem perder a data de validade a qualquer momento.

Os produtos devem ser colocados de forma adequada e sem muitas sobras no estoque. Considere o mix sazonal para cadastrá-lo de forma correta. Peça que os repositores e estoquistas da equipe tenham muita atenção com itens similares. 

2. Inventário

Fazer inventário com frequência, e não apenas esporadicamente, é uma medida segura para evitar perdas relacionadas à data de validade dos produtos perecíveis. 

Justamente por se tratar de produtos que perecem mais rápido, a contagem desse mix precisa ser feita frequentemente e ainda com maior atenção para aquelas categorias que têm sofrido mais perdas na loja. 

3. Funções definidas

Uma prática que pode dar muito certo é delegar uma equipe específica para monitorar os perecíveis a partir do momento que dão entrada na loja. Delegar essa função vai tornar a equipe responsável e mais atenta com a data de validade dos itens.

Além disso, as informações coletadas devem ser inseridas imediatamente no sistema ou no planejamento de estoque da loja.

A mesma equipe pode ter ainda a função de retirar imediatamente das gôndolas ou estoque os produtos danificados ou vencidos. A fiscalização precisa ser em tempo real!

4. Técnica FIFO

Para que a gestão de perecíveis funcione, qualquer ferramenta estratégica é bem-vinda. Uma delas é a chamada “first in first out”, ou simplesmente técnica FIFO). Já falamos várias vezes dela por aqui.

Se trata de deixar expostos à frente das gôndolas os produtos com prazo de validade mais próximos de expirar. Ou seja: entram primeiro no armazém, os mais próximos de vencer, pois devem ser os primeiros a serem vendidos na loja.

5. Limpeza e organização

A data de validade importa e muito. Mas nem sempre os perecíveis perdem só pelo prazo excedido. A limpeza e organização dos produtos contam muito.

Por exemplo: se você tem uma embalagem de creme de leite danificada, em uma prateleira muito suja e que tenha passado algum inseto ou peçonhento, é quase inevitável que esse produto se contamine e perca totalmente a qualidade. Isso sem ter a data de validade comprometida.

Entende a importância de gôndolas e prateleiras sempre limpas, organizadas e higienizadas? O mesmo vale para o armazenamento no estoque.

Comprar bem para vender bem e não perder nada

Estante de madeira com diversos produtos alimentícios em um estoque.

Essa prática também vai ajudar o mundo na sua rotina de acompanhamento da data de validade dos produtos na sua loja. Faça uma boa gestão de compras!

Comprar bem, armazenar bem e vender bem é o trio fundamental para que você não perca nenhum item por causa da data de validade expirada. Para isso:

  • Compre de fornecedores confiáveis
  • Sempre cheque as mercadorias recebidas
  • Não aceite produtos com embalagens danificadas e confira a data de validade
  • Em caso de produtos muito próximos do vencimento, renegocie com o fornecedor

O que fazer quando os itens estão próximos do vencimento

Quando não é possível fazer a troca de mercadorias junto aos fornecedores, mas o prazo final da data de validade já bate à porta, é hora de pensar em algumas estratégicas que podem te livrar do prejuízo. 

Uma delas é criar ações promocionais para garantir alta rotatividade desses itens. Destaque os produtos em áreas de checkout ou em corredores de maior circulação da loja. Divulgue essas ações rápidas nas redes sociais para uma maior visibilidade.

Outra opção é fazer degustação com os perecíveis perto de vencer. Assim você usa os produtos para as receitas e degustação, expondo os “mais frescos” nas prateleiras para a venda. 

Reutilize os produtos com data de validade próxima em receitas prontas na loja. Se você tem um supermercado ou mercearia, pode produzir quitandas com farinha de trigo e outros ingredientes perecíveis.

Sabe aqueles clientes mais fiéis à loja e adeptos ao movimento sustentável e de não ao desperdício? Crie um cadastro ou lista de transmissão no WhatsApp para esses consumidores interessados em adquirir mercadorias com desconto especial e avise sobre os itens em oferta da semana. Anuncie como “última oportunidade” de compra.

Conclusão

Com um bom gerenciamento de estoque e as práticas que comentamos hoje, a data de validade dos produtos na sua loja não será mais um problema para você, será solução… e oportunidade de novos negócios!

A gente viu que é muito possível ter esses cuidados no dia a dia da loja e sem muito esforço ou investimento financeiro. Vamos evitar as perdas e prejuízos na loja a partir de agora? 

Até a próxima!

Posts Relacionados
Segmentos
Newsletter

Se inscreva para receber todas as novidades!

Rolar para cima