Home Dicas Black Friday Estratégias de Black Friday para vender muito em 2020
Mãos digitando em calculadora

Estratégias de Black Friday para vender muito em 2020

0
387

Você deve estar se perguntando, nesse momento, se existem estratégias de Black Friday capazes de trazer mais vendas do que você teve no ano passado. Ou se existe alguma capaz de te fazer ter uma ótima Black, mesmo que essa seja a sua primeira participação no evento. A resposta? Não. Não existe.

Opa, assustou? Calma: o que eu quero dizer é que existem várias estratégias de Black Friday que devem ser aplicadas em conjunto, um termo que por aqui no Martins nós gostamos muito – sinergia.

A Black Friday de sucesso é uma combinação entre preço, divulgação e uma ótima experiência de compras. Hoje vamos falar um pouco mais sobre como algumas estratégias de Black Friday conversam com esses conceitos e como aplicar aí na sua loja.

Vamos lá?

Banner de divulgação Martins: um comerciante abrindo a porta de entrada do estabelecimento. Ao lado, texto: quero me cadastrar.

Estratégia 1 – Seja visto, custe o que custar

Cada negócio tem suas particularidades, isso é fato. Mas essa estratégia de Black Friday se aplica a todos – desde os maiores até os de bairro: apareça de qualquer jeito que for possível.

Já viu aquelas lojas todas decoradas com balões na fachada durante a Black? Elas estão traduzindo essa estratégia. Quem está passando pelo bairro olha, se interessa e entra nem que seja para ver os preços. E você só precisa disso: que pessoas entrem na loja.

Nós temos um texto aqui onde defendemos com unhas e dentes a propaganda volante, o famoso carro de som. Isso porque no varejo, especialmente no pequeno, vale um pouco de tudo para aparecer.

Aqui em Uberlândia, sede do Martins.com.br, tem um carro de som há meses passando com a música “Só o Amor Vale Tudo na Vida”, do Milionário & José Rico. O que eles estão vendendo? Conserto de panelas. Se eu puxar na memória pelo nome de alguma loja que conserta panelas, com certeza não vou lembrar de nenhuma outra além dessa. Por que? Porque ela chamou a minha atenção.

É disso que você precisa agora. É de marketing pesado, nos canais que você tem, para anunciar aos quatro ventos que sua loja está com promoção.

 Kombi com caixas de som no teto passando por estrada de terra cheia de caminhões e caminhonetes
Fonte: Wikimedia Commons

Confira algumas estratégias de Black Friday para divulgação (todas baratas):

  • Carro de som a semana inteira no bairro, anunciando as melhores promoções;
  • Flyers pelo bairro com as melhores promoções;
  • Enfeitar a fachada da loja;
  • Ligar para os seus clientes com cadastro ou mandar mensagem pelo WhatsApp;
  • Comprar spots na rádio local para anunciar;
  • Faixas pelo bairro;

Estratégia 2 – Abaixe seu preço mesmo

Digo com propriedade: ninguém que fez Black Fraude se deu bem ano passado. Aliás, desde 2010. Nem as grandes escapam do fantasma da Black mal feita.

Dentre as estratégias de Black Friday, as mais fundamentais para garantir o sucesso da data estão relacionadas a preço. Você precisa, ao mesmo tempo, dar ótimos descontos e também lucrar. Os dois juntos.

É muito comum que as lojas, especialmente as pequenas, não saibam como dar aqueles descontos enormes. Esse não é um problema para as grandes redes, que conseguem descontos direto na indústria e por isso abatem o preço.

Sua estratégia pode começar com o Martins.com.br. Nós oferecemos Cashback e promoções durante o mês de novembro inteiro para que você consiga comprar mais barato e, portanto, vender mais barato também.

E mesmo que não dê tempo pra chegar suas mercadorias antes do dia 27, não tem problema: você pode fazer o pedido, colocar os descontos nos seus produtos já em estoque e, quando sua encomenda chegar, repor o que acabou. Dá no mesmo e você sai no lucro.

Mãos digitando em calculadora

Confira algumas estratégias de Black Friday para precificação:

Estratégia 3 – Conte o estoque e escolha os produtos certos

Se você não quer abastecer o estoque para a Black Friday 2020, não tem problema: uma das estratégias para Black Friday é justamente queimar o estoque parado que você já tem.

Mas, para isso, você precisa saber exatamente que estoque é esse. Quantos produtos você tem? Sabe dizer de cabeça? Claro que não, mas há algum lugar onde você possa confirmar exatamente quantas unidades de cada produto, marca e sabor você tem?

Disso você vai precisar. Não dá pra fugir. A melhor forma de chegar nesse patamar é parando tudo e fazendo um inventário de estoque. Feche a loja por um dia ou chame a equipe para te ajudar. Conte os produtos um por um e coloque a contagem em uma planilha. Temos um modelo grátis que o Martins te oferece.

Com isso, você domina seu estoque e ele não domina você. Mas e agora, como escolher os produtos em promoção de acordo com as minhas estratégias de Black Friday?

Simples: entendendo o que seu público quer comprar e o que você precisa tirar do seu estoque com urgência. O meio termo entre esses dois pontos é o que vai gerar as promoções certas para o seu cliente e certas pra você também.

 Imagem de cima de uma pessoa caminhando por estoque e carregando uma caixa em carrinho.

Confira algumas estratégias de Black Friday para queimar o estoque:

  • Dê os maiores descontos nos produtos mais comprados;
  • Coloque os produtos que precisam sair em posições estratégicas na loja;
  • Se um produto está encalhado, não tenha medo de exagerar no desconto;
  • Faça o inventário de estoque com urgência.

Viu como ainda dá tempo? Todas essas estratégias precisam ser colocadas em prática o quanto antes, então mãos à obra, amigo varejista!

Se quiser se aprofundar no tema, estamos desde outubro publicando conteúdo voltado exclusivamente para a Black Friday. Saiba mais clicando nesse link.

Um abraço e até a próxima!

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.