Home Dicas Covid-19 Faça você mesmo: oportunidades para donos de lojas de construção na pandemia
Mão segurando um pincel de parede de rolo com tinta branca e passando uma demão de tinta na parede também branca.

Faça você mesmo: oportunidades para donos de lojas de construção na pandemia

0
555

Sabe aquele móvel que o seu cliente sempre quis passar um verniz ou a porta do armário que precisa de conserto, mas ele nunca tinha tempo? Então, agora ele pode e a necessidade surgiu, isso significa muitas oportunidades para lojas de construção!

 

Com a pandemia e o isolamento social, a população está passando mais tempo dentro de casa, se dedicando a novos hobbies e descobrindo muitas coisas possíveis para fazer em casa. Uma pesquisa da Semrush mostrou que as buscas por “como pintar uma parede?” cresceram em 56% desde o início da quarentena.

É a forma que muitos encontraram de usar o tempo de forma produtiva e solucionar probleminhas que estavam esquecidos.

Duas pessoas de costas olhando para uma parede branca. Na esquerda, uma segura lata de tinta e a outra, um pincel de pintar.

Para o varejista, essa é uma oportunidade de vender mais que não deve ser desperdiçada de jeito nenhum. É a sua chance de aumentar as vendas, oferecendo os produtos certos com um mix capaz de atender todas demandas que surgirem.

Neste texto, eu vou te contar tudo o que você precisa saber sobre a nova onda do “Faça você mesmo” e de quebra, vou apresentar uma lista dos produtos que não podem faltar na sua loja de construção. Vem comigo!

O que é o movimento “Faça você mesmo”?

DIY (sigla em inglês para o termo Do It Yourself, faça você mesmo em português) se tornou a atividade preferida das pessoas nessa quarentena. Decoração, artesanato e pequenos reparos nunca foram tão procurados como agora, afinal criar ou reformar objetos ajudam bastante a passar o tempo e ainda dão uma sensação de produtividade, não é verdade?

E se o assunto é reformar móveis antigos ou até cômodos inteiros da casa, o que não falta na internet são conteúdos para ensinar os métodos mais práticos. E é aí que o segmento de materiais de construção deve aproveitar a demanda!

Até agora, as principais tendências têm sido os pequenos reparos residenciais. E é importante deixar claro que os produtos que estão em alta podem ser vendidos não só nas loja de materiais para construção como também em mercearias, mercadinhos de bairro e lojas de ferramentas.

Mão segurando um pincel de parede de rolo com tinta branca e passando uma demão de tinta na parede também branca.

As miudezas, itens básicos para reparação, são responsáveis por 90% das vendas no momento. Isso quer dizer que ainda dá para garantir os lucros se você se ligar nas dicas que eu preparei.

Inspire seus clientes

A procura por alguns materiais de reparos cresceu e a presença online dos consumidores também. Isso significa que as lojas de construção podem oferecer inspirações e dicas para quem deseja fazer uma reforma na pandemia e entrar na moda do “Faça Você Mesmo”. Mas, como?

  • Fazendo publicações com dicas nas mídias sociais;
  • Enviando um passo a passo via WhatsApp;
  • Mini tutoriais em vídeo para os clientes solucionarem eventuais problemas sozinhos;
  • Parcerias com prestadores de serviços locais;
  • Informativos e comunicações voltadas para o segmento.

Já imaginou que a sua empresa pode empoderar outras pessoas durante a crise e despertar oportunidades de negócios para quem deseja ter uma renda extra?

Ferramentas de construção e reparo penduradas e também sob uma mesa de madeira.

Informe as várias possibilidades de produtos feitos em casa, artesanatos e outros tipos de “Faça Você Mesmo” como saída para utilizar o tempo livre e ganhar um dinheirinho. É isso que me inspira todos os dias a escrever os textos aqui no blog, sabe? O país precisa de muita união neste momento, porque somente juntos que vamos sair dessa!

Quais produtos oferecer para os clientes na pandemia?

Segundo o Google Trends, as pesquisas por materiais de construção apresentaram um crescimento médio de 35% – em especial as buscas por “tinta de parede” que aumentaram em 61%. A vida em isolamento mostrou para o consumidor que é essencial ter um kit de ferramentas em casa.

E é nesse momento que você, varejista, deve ficar de olho no seu estoque e atualizar o mix de materiais para construção para não deixar faltar nenhum produto e não correr o risco de perder vendas.

Gráfico do google mostrando um comparativo entre as vendas de furadeira, tijolos e tintas de parede nos últimos 90 dias.

Faça um checklist do estoque e organize a rotina de acordo com as novas demandas. Os principais produtos estão listados abaixo e você pode comprar sem sair de casa no Martins.com.br. Veja só:

Como realizar as vendas de produtos para reparos e “Faça você mesmo”?

O crescimento do delivery em todo o mundo é uma realidade comprovada por pesquisas e pelas experiências que milhares de empresas estão vivendo atualmente. Segundo a Nielsen, o comércio eletrônico mostrou o quanto a quarentena já influenciou nos números dos primeiros meses de 2020.

Em relação ao mesmo período do ano anterior (da segunda quinzena de março até o fim de abril), houve crescimento de 48,3% no setor. E uma alternativa para quem deseja vender mais é pensar em soluções seguras, práticas e que solucionem o problema das lojas fechadas ou baixo fluxo de pessoas:

  1. Faça entregas com apps de delivery ou contrate um entregador do seu bairro;
  2. Reforce os cuidados com as questões sanitárias e deixe isso muito claro ao seu cliente;
  3. Disponibilize a opção de compra online e retirada no ponto de venda.

Com informação, praticidade e, principalmente, cuidados para impedir a proliferação do novo coronavírus (Covid-19), os varejistas passarão pelo momento com o menor impacto possível. No que depender de mim, você terá acesso a todas informações essenciais neste período, tá bom?

Tenha uma visão positiva

Eu sei que o momento é delicado e que é preciso se esforçar muito para manter a saúde financeira do seu estabelecimento, mas a boa notícia é que 2020 ainda não acabou e os consumidores também não!

Estamos juntos nessa! Ninguém sabe exatamente como serão os próximos meses, mas eu, Mart, me comprometo a fazer o possível para te manter bem informado e, acima de tudo, motivado a enfrentar os desafios.

Pode contar comigo e até a próxima!