Home Segmento Bar Gestão de bares e restaurantes: 5 coisas que você está esquecendo

Gestão de bares e restaurantes: 5 coisas que você está esquecendo

0
317

Fazer a gestão de bares e restaurantes não é uma tarefa fácil, a gente sabe. Todo dia aparece um milhão de questões pra você resolver, e parece que você faz, faz e faz e nunca consegue resolver todas. Quando você vê, mais um dia passou e você só apagou incêndios ao invés de prevenir que eles acontecessem.

Nossa, que choque de realidade, hein? Mas é verdade, e o sucesso do seu negócio requer que você esteja por cima de tudo o que gira em torno da gestão de bares e restaurantes. Em um mundo onde bares vivem abrindo e fechando, o segredo para ter uma longa história é só um: saber administrar.

Gestão de bares e restaurantes: bebidas e copos atrás do balcão

Neste artigo, nós trazemos 5 pontos que você pode estar esquecendo de fazer na sua gestão de bares e restaurantes. Se você estiver fazendo tudo na lista, seu caminho para o sucesso está bem definido. Se não, nós vamos te ajudar a pavimentá-lo, você só vai precisar segui-lo. Vamo nessa?

1 – Sintonia entre produto, restaurante e cliente: a chave para a gestão de bares e restaurantes

Todo restaurante precisa ter uma sintonia entre o que ele oferece, como ele oferece e pra quem ele está servindo. Essa é, inclusive, uma forma minimalista de descrever seu restaurante: um espaço que serve algo para alguém.

Esses três pontos são independentes entre si, mas precisam estar em perfeita sintonia para transmitir o diferencial que faz bares e restaurantes terem uma longa vida: a experiência. A maioria das pessoas não vai a um lugar só porque a comida é boa, mas também porque são bem recebidos, os acompanhamentos fazem sentido pra ela, as bebidas são as apropriadas, etc.

gestão de bares e restaurantes: foto por cima de um restaurante movimentado

Se o seu público gosta do apelo gourmet, sua decoração deve ser mais requintada e melhor trabalhada para transmitir sofisticação e modernidade. Da mesma forma, o serviço deve ser impecável, bem educado e bem preparado.

Agora, se você tem um boteco mais jovem, o importante é ter uma grande variedade de petiscos e cervejas, ser ágil no atendimento e ter um local acessível e confortável.

Cada caso é um caso. No fim das contas, quando você entende seu perfil, acaba entendendo como ele deve ser atendido. A gestão de bares e restaurantes entra para adequar tudo!

2 – Abrace a transformação digital

Sinceramente: os tempos da comanda escrita e em cima da mesa estão com os dias contados. Esse sistema não é prático, abre margem para erros e desentendimentos e exige mais operações para enviar o pedido pra cozinha.

O garçom anota o pedido na mesa. Volta o garçom para atrás do caixa. Lá vai o garçom digitar o pedido no sistema. Pra terminar, ele ou prega o pedido na parede ou grita pro chef que se organiza na cozinha. E aí agora é o chef quem vai correr atrás do seu próprio processo.

Gestão de bares e restaurantes: pedido sendo recolhido em tablet

Isso não precisa ser assim, sua gestão de bares e restaurantes inteira pode ser feita através de sistemas que transmitem os pedidos automaticamente. Com um celular ou tablet, o garçom anota o pedido e ele já cai diretamente na cozinha. Pelo mesmo sistema, ele consegue ver quando o pedido está em preparo e quando ele está pronto.

E olha que esse é só um exemplo mais óbvio do que a transformação digital pode fazer pela sua gestão de bares e restaurantes. É possível informatizar tudo o que está no papel, você só precisa querer.

3 – Reconheça lideranças

Sabe aquele garçom que sai do salão e corre na cozinha, apressa os cozinheiros trabalhando em um pedido específico, organiza as entregas e ainda, no final do dia, desmonta o restaurante inteiro?

Esse seu garçom muito provavelmente é o seu gerente e você ainda nem sabe disso. Mas ele sabe.

Gestão de bares e restaurantes: fucnionário atrás de um balcão de hamburgueria

Ter alguém para te ajudar no dia a dia da gestão de bares e restaurantes opera um verdadeiro milagre no seu negócio: você não precisa mais estar lá. Sabe aquela vida tranquila, só correndo atrás do desenvolvimento do seu negócio? Ela só é possível de atingir se você tem alguém de confiança cuidando do salão.

E o gerente é quem entende. Você pode criar o negócio do zero, fazer um plano de negócios e de marketing, mas no fim das contas é ele quem serve os clientes, interage com eles e sabe como os pratos devem sair. Confie nele e você vai ver como a gestão de bares e restaurantes vai ficar mais fácil.

4 – Degustação coletiva

O primeiro passo para a gestão de bares e restaurantes, como nós vimos ali em cima, é a sintonia entre cliente, restaurante e produto. Porém, quem vai efetivamente transmitir o produto para o cliente deve pelo menos conhecê-lo.

Colocando de um jeito mais direto ao ponto, não dá pro garçom vender um prato que ele nunca comeu.

Gestão de bares e restaurantes: garçom carregando hamburguer, suco e acompanhamentos

Então siga esse caminho: tudo o que se vende no bar ou restaurante deve ser pelo menos experimentado pelos seus funcionários. Explique o sabor, mostre as referências e conte a história daquele prato. O garçom que conhece o produto é muito mais capaz de oferecer a melhor experiência para quem visita seu negócio.

5 – Fornecedores parceiros

Vender bebidas é sempre uma questão complicada. Há variações bem grandes no preço, e se você compra no varejo está levando o produto por um preço bem mais caro. E qual será a saída?

Quem não quer pagar mais caro no varejo e quem quer mais vantagens do que o desconfortável atacarejo tem a oferecer pula pro atacado!

Muita gente acha que comprar direto com o atacadista distribuidor é pra quem tem grandes negócios. Não é bem por aí. O próprio Martins Distribuidor opera em várias frentes, desde grandes redes até o abastecimento de pequenos negócios e mercearias de bairro.

A gestão de bares e restaurantes vai requerer os melhores preços e as melhores condições, não tem nem o que dizer. E isso sem falar na logística, que deve ser de primeira para dar conta das suas demandas. Você deve fazer compras semanais ou até mesmo diárias, não é? Que tal um caminhãozinho do Martins na sua porta todo dia pela manhã?

Gestão de bares e restaurantes: bebidas em prateleiras

O Martins oferece o melhor em fornecimento para tudo quanto é negócio. Falou distribuição, pensou Martins! E o melhor é que pelo Martins.com.br você tem acesso ao catálogo inteiro pela tela do seu computador,- celular ou tablet. Você faz o pedido em alguns minutos e logo está com tudo na mão.

Que tal virar parceiro Martins agora mesmo? Quer saber como? É só continuar a leitura nesse próximo artigo! Bora continuar a conversa?


Deixe um Comentário!