Home Destaque Gestão de Fornecedores: o que você precisa saber na prática
Dois homens se olhando e sorrindo enquanto apertam as mãos. Parecem ser dois empresários fechando um negócio.

Gestão de Fornecedores: o que você precisa saber na prática

0
573

Quem acompanha os meus textos aqui no FalaMart sabe que a gestão de clientes é um dos temas mais comuns por aqui – afinal, eles são a alma do negócio, certo? Mas você já ouviu falar em gestão de fornecedores?

 

No meio administrativo, o termo é conhecido pela sigla SRM: Supplier Relationship Management, que em português significa gestão do relacionamento com fornecedores. Relacionamento é a palavra mais importante desse conceito, vamos focar nela?

Uma empresa também exerce o papel de cliente e é raro encontrar por aí um negócio que exista de maneira completamente independente de outras organizações. Esse laço com as empresas que oferecem insumos e serviços é um relacionamento que demanda atenção, mas muitas vezes é negligenciado.

Hoje vou compartilhar com vocês algumas dicas essenciais para quem deseja implementar esse tipo de gestão no próprio negócio agora mesmo!

Dois homens se olhando e sorrindo enquanto apertam as mãos. Parecem ser dois empresários fechando um negócio.

Por que investir em gestão de fornecedores?

Se a gestão de fornecedores nada mais é do que um relacionamento, ela deve ser administrada como tal. Relacionamentos, sejam eles afetivos ou profissionais, devem receber manutenções constantes, para garantir que o vínculo seja positivo para todos os envolvidos.

No caso desse tipo de gestão, é importante construir um relacionamento com condições que permitam que seus objetivos empresariais sejam atingidos, que podem ser resumidos em duas ações: minimizar os custos operacionais e maximizar a produtividade.

Quer ver como isso funciona na prática? Ao escolher um novo fornecedor, além de procurar aquele que oferece os preços mais baixos, é preciso levar em consideração outras vantagens que reduzam ainda mais seus custos, como frete grátis – uma das marcas registradas aqui do Martins!

Por outro lado, a confiabilidade na entrega é um fator que precisa ser observado ao longo do relacionamento. Muitos fornecedores tendem a diminuir a qualidade do serviço com o passar do tempo, e aí do que adianta um frete gratuito se você não puder contar com entrega das mercadorias na data que precisa? É preciso cuidado e zelo!

Quais os benefícios da gestão de fornecedores?

Em primeiro plano, uma mulher de braços cruzados e sorrindo. Atrás, pessoas trabalhando e conversando com computadores.

A gestão de fornecedores existe, portanto, para que problemas como esse citado acima não aconteçam.

Um bom relacionamento é aquele que melhora e evolui de acordo com sua duração, e o contato próximo é uma das formas mais eficientes de acumular informações que possam se converter em boas estratégias para otimizar os negócios futuros. Veja alguns outros benefícios:

  • Menos tempo gasto em reuniões: quanto mais seu fornecedor conhece suas necessidades e o funcionamento interno da empresa, mais autonomia ele pode ter para tomar decisões e resolver os problemas;
  • Solução conjunta de problemas: não existe o fornecedor perfeito, mas com uma gestão própria é mais fácil chegar próximo do fornecedor perfeito para o que sua empresa precisa, utilizando conhecimento dos dois lados da cadeia produtiva para aprimorar o atendimento;
  • Aperfeiçoamento nos processos: ao invés de ir atrás de um novo fornecedor sempre que estiver insatisfeito, compartilhe quais são as frustrações para que o próprio fornecedor aperfeiçoe seus serviços de maneira personalizada!

Estratégias para uma boa gestão de fornecedores

Agora que já te convenci da importância de implantar uma gestão específica para os fornecedores, é hora de descobrir como chegar lá. E não, não é só ir lá tomar um cafezinho com o gerente de tempos em tempos viu? Embora isso possa ajudar, existem alguns modos mais acertados de implantar essa gestão.

Compliance neles!

A imagem apresenta as mãos de uma pessoa assinando um papel.

Chamamos de compliance um guia de práticas que seus parceiros devem cumprir para estar de acordo com a legislação. Além de ser também um compilado das práticas éticas que sua empresa valoriza.

Estabelecer uma estratégia de compliance por meio de contrato é essencial na gestão de fornecedores, porque funciona como garantia legal que as pessoas que trabalham com você operam de acordo com as normas e valores da sua empresa também.

Do que adianta, por exemplo, querer diminuir o impacto ambiental do seu negócio se seus fornecedores não tomam o mesmo cuidado? Estabelecer uma relação comercial com uma empresa irresponsável em termos de sustentabilidade é financiar indiretamente esses comportamentos indesejados.

Use a tecnologia a seu favor

Duas pessoas,um homem e uma mulher, sentados em uma mesa de madeira trabalhando com tablet e notebook e conversando.

O que não falta no mercado são softwares que servem para mediar e facilitar a gestão de fornecedores. A plataforma deve ser escolhida de acordo com as necessidades do seu negócio, mas de modo geral é interessante investir naquelas que integram processos, como a gestão de estoque e facilitam a comunicação entre as empresas.

Por exemplo: se seus fornecedores têm acesso ao seu estoque e conhecem a movimentação básica da empresa graças ao compartilhamento de dados, é possível automatizar pedidos sempre que algum item essencial estiver acabando! É a tecnologia contribuindo para a otimização dos processos.

Conheça seus fornecedores

Duas mulheres sentadas, uma de frente para a outra, usando tablets apoiados sobre mesa.

A forma como duas pessoas se conhecem no início de um namoro é bem mais superficial do que o conhecimento que se tem sobre o parceiro depois de anos de relacionamento. Com seus fornecedores, é a mesma coisa.

Antes de fechar qualquer contrato, é importante pesquisar, conhecer o histórico da empresa e fazer uma boa pesquisa de mercado, mas não acaba por aí. Ao longo da parceria isso precisa ser aprofundado com visitas periódicas, controle de qualidade e monitoramento constante dos resultados.

Só assim a gestão de fornecedores consegue garantir vínculos de confiança entre uma empresa e outra, com todo o suporte necessário para que a relação se aprimore à medida que o tempo passa.

E falando em fortalecer os vínculos confiança, vamos continuar essa conversa falando sobre os segredos da entrega rápida?

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome