O segmento de cuidados bucais no Brasil tem muito potencial de crescimento. O consumidor brasileiro valoriza o sorriso bonito e uma boca saudável. E quanto mais a indústria oferece soluções para atingir esses resultados, há maior incidência de consumo.

Segundo o gerente de marketing de produtos para saúde e bem-estar da Philips, Rodrigo Ribeiro, existem várias maneiras para atingir o consumidor. Mas ele acredita que o ponto de venda é sempre muito importante, pois parte significativa das compras acaba sendo decidida nele. “Ter informações sobre lançamentos e novidades nesse momento faz com que o consumidor preste atenção e absorva melhor a informação. Outros meios relevantes hoje são a internet e as redes sociais. Quando alguém gosta de um produto novo, essa pessoa compartilha a novidade com toda sua rede”, aponta.

Segundo Ribeiro, é cada vez mais comum a busca por soluções práticas e inovadoras. Produtos para clareamento, controle do mau hálito e para facilitar a higiene bucal ganham cada vez mais destaque no mercado ao longo do tempo. Pensando na necessidade do brasileiro e no mercado bastante competitivo, a indústria de oral care oferece constantes lançamentos para atrair o público.

A diretora de marketing de Oral-B, Poliana Sousa, informa que, atualmente, existem no mercado de cuidados bucais três relevantes grupos de consumidores: os que escolhem seus produtos com foco em saúde, aqueles que priorizam os que promovam sensação de hálito fresco e os que escolhem de acordo com os benefícios estéticos que o produto oferece.

Consumidor orientado

Quando se fala de escovas e aparelhos para higiene bucal, é importante que o consumidor consiga entender todos os benefícios dos produtos. “Sugerimos que exista sempre um exemplar para ser manuseado e demonstrado. Assim, é possível entender os benefícios das escovas”, aconselha Ribeiro, da Philips.

Saber se o cliente possui alguma alergia, se já utilizou o produto antes e, principalmente, se é indicado por um dentista, também são orientações importantes no momento da compra. Muitas pessoas fazem o uso de certos produtos indevidamente, outras por indicações de amigos ou parente.

É preciso alertar que nem sempre o produto utilizado por algum conhecido poderá trazer o mesmo resultado para quem deseja iniciar o uso. “Com o avanço das tecnologias, muitas opções estão acessíveis no mercado, isso pode ser um problema, caso o paciente faça o uso por conta própria”, alerta o odontólogo, especialista em periodontia e implantodontia, Rogério Penna Costa.

Ele informa que todo produto possui seu prazo de validade, assim como os tratamentos bucais. “Quando é receitado ao paciente que se faça uso de algum produto, como um creme dental específico para ajudar na recuperação ou um enxaguante bucal, sempre é por certo tempo”, explica Costa. Para o especialista, os produtos para recuperação de alguma cirurgia ou outro procedimento têm pouca durabilidade, em outros casos, que não seja por cirurgia, o paciente pode trocar o produto quando este já tenha sido utilizado por muito tempo e não esteja dando o efeito desejado.

Fonte: Guia da Farmácia

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.