Você já pensou em ter um sistema de gestão para o varejo cobrindo todas as suas necessidades de organização, execução e planejamento? Se a ideia ainda não passou pela sua cabeça, neste artigo você vai ver por que é uma ótima ideia investir em um.

Close em mãos femininas digitando em um computador. Ao lado um livro, do outro uma caneca de café. Ela trabalha em um sistema de gestão para o varejo.

Assimilando todas as informações do varejo em apenas uma única plataforma, trabalhar fica muito mais fácil. O controle fica nas suas mãos, a dinâmica dos processos melhora muito e as operações ficam mais ágeis, sejam elas quais forem.

Logística, conferência, controle de estoque, caixas, gestão de presenteísmo e muito mais. É isso que um sistema de gestão para o varejo pode te oferecer. Como exatamente ele age você descobre neste artigo. Vamos começar?

A integração é o ponto forte

O que o sistema de gestão para o varejo está interessado em oferecer é, principalmente, a integração dos processos operacionais da sua loja.

Várias engrenagens azuis com ícones de tecnologia representando sistemas de gestão para o varejo

Isso quer dizer que você não vai mais precisar usar uma interface para cada processo operacional. Um sistema de gestão para o varejo realmente eficiente é aquele que consegue englobar diferentes áreas do negócio.

Ao mesmo tempo que você oferece condições para o funcionamento dos caixas, o mesmo sistema realiza a gestão de estoque, agenda recebimentos, faz a organização das finanças do PDV e o que mais for possível integrar.

Chega de vários sistemas operando separadamente!

Comunicação e automação

O sistema de gestão para o varejo está interessado principalmente na automação comercial.

Pense por um momento: o seu negócio está crescendo cada vez mais, e vem se torna cada vez mais difícil dar baixa no estoque dos produtos que vão para as gôndolas, especialmente em dias mais corridos. Controlar esse processo e ainda cuidar para evitar a ruptura da gôndola é ainda mais complicado.

O bom sistema de gestão para o varejo faz essa comunicação automaticamente. Alertas para o rompimento de gôndola são feitos automaticamente, assim como o controle do que está exposto e do que ainda está constando no estoque. Dessa forma, fica mais fácil acompanhar tudo em qualquer lugar.

Sistema de gestão para o varejo criam indicadores precisos

Acompanhar seu desenvolvimento não precisa ser complicado. Como o sistema de gestão para o varejo trabalha buscando a centralização de informações, cálculos de rendimento, lucro, faturamento médio por período e outros KPIs são de fácil elaboração.

Assim, se você quiser saber como anda a sua loja, é só olhar no sistema, em uma área restrita exclusiva para relatórios. É possível gerar gráficos e ter reports situacionais completos, como também configurar o sistema para um envio coletivo às partes interessadas.

Com essa facilidade na elaboração dos KPIs, fica muito mais fácil elaborar estratégias mais contundentes de trade marketing, o que te leva para um patamar superior de controle e desenvolvimento.

Legislação fiscal

A legislação fiscal está sempre em atualização, principalmente no momento em que vivemos, onde a transição para o digital nunca foi tão acelerada.

A migração digital já está acontecendo em São Paulo, por exemplo, onde há a necessidade inclusive da instalação de SATs Fiscais para a comunicação constante com o fisco. Um bom sistema de gestão para o varejo facilita esse processo, e permite um acompanhamento mais abrangente e seguro.

Com isso, a possibilidade de multas e o impedimento de vendas se torna remota. O resultado é uma operação rodando com muito mais tranquilidade.

Planejamentos sazonais

Como nós já destacamos em outros artigos – como esse relacionado às festas juninas ou esse outro, sobre o dia dos namorados – para aproveitar épocas do ano propícias para o varejo é necessário se adiantar no planejamento.

Esse planejamento inclui as compras, que não podem ser de menos ou demais. Exemplos:

  • Se você compra pouco, não vende o máximo possível;
  • Se compra em excesso, pode ter prejuízos com produtos parados no estoque.

Com um sistema de gestão para o varejo, esse problema é resolvido. Você consegue traçar estimativas com base nas suas vendas em períodos anteriores, e se planejar a partir daí. Com esse estudo, você compra exatamente o que precisa comprar, nem mais, nem menos.

 

Um sistema de gestão para o varejo é absolutamente importante nas suas operações no dia a dia e em planejamentos de longa data. Com o seu apoio, é possível entender os aspectos mais importantes do seu PDV e traçar grandes estratégias.

Vale a pena ressaltar que ter um fornecedor de confiança em conjunto vai fazer uma grande diferença nas suas estratégias de suprimentos. Que tal conhecer as ofertas que o Martins.com.br tem pra você?