Home Destaque Lâmpadas de LED: por que comprar, por que vender?
Vários modelos de lâmpadas enfileiradas.

Lâmpadas de LED: por que comprar, por que vender?

0
3186

As lâmpadas de LED são grandes aliadas das vendas do seu comércio por um motivo bem simples: elas são o que há de mais moderno em iluminação e os clientes já sabem disso.

 

Mas, afinal, o que é que as lâmpadas de LED tem de tão bom? Você precisa conhecer as vantagens desses produtos para poder oferecê-lo para os seus clientes. Lembra? Além do mais, todo estabelecimento comercial precisa de luz e porque não investir no melhor a longo prazo? Vamos juntos?

Por que você e seu cliente merecem lâmpadas de LED?

Lâmpadas de LED duram muito mais

A vida útil das lâmpadas é um dos mais importantes determinantes do seu valor de uso, para não dizer o maior de todos.

Pois começa aí uma das grandes vantagens das lâmpadas de LED: a durabilidade delas é fora do comum – desde quando inventadas, seguem sem qualquer outro paralelo no mercado.

Para se ter ideia, se uma luz incandescente dura cerca de mil horas – o que gira em torno de três meses – no uso normal de uma casa, a LED chega a durar até 25 mil horas, ou dois anos e alguns dias.

8 lâmpadas enfileiradas em um fundo azul. As 7 do fundo são incandescentes. A primeira é a de LED.

É lógico que isso vai depender de vários outros fatores. A qualidade da própria lâmpada – confira as marcas oferecidas pelo seu fornecedor -, como é a energia onde a LED será instalada -sim, a força pode ser “boa” ou “ruim” dependendo da qualidade da aparelhagem e da organização dos fios -, quanto tempo ela ficará ligada por dia, etc.

Pesando todos esses fatores, as lâmpadas LED continuam mais caras, mas mesmo assim olhando pelo lado da durabilidade, uma delas vale pelo menos 25 incandescentes.

Lâmpadas LED consomem menos

Todo mundo já sabe que as lâmpadas incandescentes são as que gastam mais, não é? Elas geram luminosidade ao esquentar um filamento de tungstênio até ele brilhar com o calor.

Já as lâmpadas mais modernas são outra história. O LED em si é um diodo emissor de luz – em inglês, light emitting diode, daí a sigla -, uma pequena iluminação que acende quando uma corrente elétrica passa por ela. Uma lâmpada LED normalmente soma vários desses pequenos diodos que, juntos, emitem a luz e não perdem nada – nenhum ampére de energia – em calor, ao contrário do que acontece com as incandescentes.

Usando toda a energia que passa por elas para gerar iluminação e nada mais, até o INMETRO confirma: lâmpadas de LED possuem muito mais eficiência energética.

Lâmpadas LED não queimam de uma hora pra outra

Outro grande ponto positivo das lâmpadas LED é que elas não vão simplesmente queimar de uma hora pra outra quando sua vida útil chegar ao fim.

Lâmpada de LED branca no modelo redondo e com bulbo em cima de superfície amadeirada.

O primeiro sintoma do final da vida útil de uma lâmpada LED é a queda da luminosidade, a luz só brilha em 70% do seu total, ponto em que o morador ou dono do imóvel já consegue notar uma diferença. Depois, a potência da iluminação cai para 40% e assim sucessivamente até que já não emita luz alguma.

Dependendo da qualidade da lâmpada, talvez ela só apague completamente em 10 anos. Por isso, cabe aos moradores ou responsáveis pelas instalações avaliar se a luz emitida pela LED, ainda que fraca, é suficiente para o ambiente. Se não for, talvez seja a hora de trocar.

Lâmpadas LED são melhores para o meio ambiente

Outra coisa que conta alto na hora de comprar e vender lâmpadas LED é o bem que elas fazem para o meio ambiente. Lembre-se: investindo nesses itens, você não está só comprando e vendendo um produto melhor, mas mais ambientalmente responsável desde a sua produção até o descarte final.

Sabe por que? Bem, as lâmpadas LED não usam químicos especiais na sua composição – como é o caso das fluorescentes, que usam vapor de mercúrio para emitir luz. Esse ingrediente é tóxico para a fauna, a flora e até para os humanos. Se inalado com frequência, o material pode causar uma série de sintomas silenciosos – de coceira a tremores – e até levar à morte.

Pois é, sem nada que faz mal na produção e em seu uso, lâmpadas LED são ecológicas e consistem basicamente em circuitos, plástico e vidro. Tudo reciclável, nada problemático para você, seu cliente e o meio ambiente.

Lâmpadas LED vêm em várias opções

Além de tudo, as lâmpadas LED vêm em todas as opções que você já está acostumado a vender na sua loja de materiais de construção ou no seu mercadinho de bairro. Olha só algumas opções para todos os usos:

  • Spot de luz amarela;

Enfim, as opções são as mesmas e, com tanta economia, fica óbvio porque é muito necessário comprar e vender lâmpadas LED para conseguir faturar alto na sua loja e economizar em insumos!

Vários modelos de lâmpadas enfileiradas.

A iluminação da loja é mais eficiente com lâmpadas de LED!

Como ter certeza que qualquer coisa será viável para o seu negócio? A resposta é muito simples: fazendo cálculos e comparações. É só assim que você consegue avaliar o impacto de cada possibilidade a longo prazo para gerar a maior economia possível. E éassim que você precisa pensar se quiser achar a melhor solução em iluminação para sua loja.

Como já foi dito, é fato que as lâmpadas de LED são mais caras do que as outras opções presentes no mercado, realidade que desanima alguns lojistas apegados ao curto prazo. Mas, outro fato é que, pensando em custo/benefício, o cálculo muda de figura.

A dica é começar medindo a eficiência energética do seu negócio: você sabe o quanto as suas lâmpadas gastam? Sabendo disso, fica fácil estimar os impactos de uma nova maneira de iluminar.

Vale destacar que reduzir os custos fixos é fundamental para garantir o sucesso de um negócio e é por isso que esse tema precisa ser melhor explorado. Saiba mais nos próximos tópicos.

Calculando sua eficiência energética

A boa notícia é que você mesmo pode fazer as contas. Isso porque as informações que serão necessárias geralmente aparecem na embalagem das lâmpadas e até no próprio produto, registradas no bulbo.

Só que, mesmo sem os dados, ainda dá pra saber a eficiência energética da lâmpada – desde que você controle os aumentos e quedas na conta de luz. Confira o consumo com e sem as novas lâmpadas para identificar impacto delas no sistema como um todo.

O primeiro passo é entender que cada equipamento elétrico consome watts (W), a unidade padrão do consumo elétrico. Então, quanto maior a quantidade de W, maior é o consumo e o custo que um aparelho gera.

Você consegue calcular o consumo na sua loja usando três variáveis, que são a potência, a quantidade de horas e os dias de uso de cada aparelho elétrico utilizado no ambiente. A conta é mais simples do que parece: multiplicando a potência pelas horas e dias em que a lâmpada ou equipamento está ligado, você chega ao resultado.

Como exemplo, imagine usar uma lâmpada de 60W durante cinco horas diárias ao longo de 30 dias na iluminação da loja. No cálculo, terá que multiplicar: 60 x 5 x 30 = 9000W/h. Faça isso com todos os equipamentos elétricos – um freezer que fica ligado o mês todo, uma televisão que é ligada durante as horas de expediente, etc -, a soma do consumo desses aparelhos é o seu gasto final.

Fundo totalmente preto. Em foco, lâmpada suspensa no ar com filamentos acesos.

Custo/benefício é rei!

Na prática, você perceberá que a lâmpada de LED é bem mais econômica que as outras na iluminação da loja.

Comparando uma lâmpada incandescente de 60W, uma fluorescente compacta de 15W e uma LED de 7W, você pagará por volta de R$3 na primeira, R$9 na segunda e R$35 na terceira. Olhando superficialmente, pode parecer mais vantajoso comprar a mais barata, mas quando analisamos o custo/benefício, percebemos que há uma diferença bem grande entre elas. Considerando a tarifa residencial plena, cobrada pelas companhias de distribuição de energia como a Eletropaulo em São Paulo, temos um gasto total anual muito maior com o modelo incandescente do que com os demais. No fim do período, enquanto a lâmpada mais barata gasta cerca de R$60 – e nem é vendida mais -, a fluorescente compacta consome R$25 e a LED, R$40.

Vitória para a fluorescente compacta? Nada disso. Ela até pode ser mais vantajosa considerando um período curto de tempo, de no máximo um ano. Entretanto, para períodos maiores como cinco anos ou mais, as lâmpadas de LED se tornam mais interessantes para a iluminação da loja por conta da sua durabilidade. Em 12 meses, a fluorescente perde eficiência ou queima. Em cinco vezes esse tempo, você não vai trocar nenhuma lâmpada LED.

Percebeu que, no fim das contas, as lâmpadas de LED são sempre a melhor opção a longo prazo? Elas são mais duráveis e consomem pouco, o que explica o seu preço. O lojista que pesa todos os fatores, naturalmente, tende a adotar esse tipo de tecnologia para reduzir custos.

Foto em tons azuis: lâmpada em formato espiral acesa.

Viu só como é importante oferecer lâmpadas LED na sua loja de materiais de construção, mercadinho, etc? Então não perca tempo e comece a faturar muito hoje mesmo! Você vai encontrar os melhores modelos nos melhores preços no Martins.com.br. Venha conhecer nossas opções e compre hoje mesmo suas lâmpadas LED!

Você vai encontrar os melhores modelos nos melhores preços no Martins.com.br. Venha conhecer nossas opções e compre hoje mesmo suas lâmpadas LED!

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.