Home Destaque Marketing de varejo: o que ele tem de diferente dos outros?
Ilustração homem digitando no notebook, mesa de escritório com computador, caneca de café, bloco de anotações e canetas

Marketing de varejo: o que ele tem de diferente dos outros?

0
245

Todo pequeno varejista já viu essa história antes: você quer impulsionar as vendas e divulgar seu negócio, entende que marketing é o caminho, mas não sabe muito bem por onde começar. Ao entrar na internet em busca de soluções de marketing de varejo, tudo que você encontra são textos voltados para empresas grandes ou do setor de serviços. E agora?

 

Se você já tentou aplicar alguma dessas estratégias, provavelmente sabe que os resultados não são muito empolgantes como aqueles textos te fizeram acreditar. Mas isso não significa que fazer marketing não é para o seu negócio!

O que você precisa é de técnicas de marketing de varejo adequadas para sua realidade.

Ilustração homem digitando no notebook, mesa de escritório com computador, caneca de café, bloco de anotações e canetas

Marketing de varejo: o que tem de diferente?

Como já adiantamos, o varejo pede soluções de marketing que sejam mais práticas, pragmáticas e arrojadas, que combinem com o dia a dia do negócio e os recursos disponíveis para investir em divulgação. O marketing inbound por exemplo, é sempre citado como alternativa acessível e simples, mas precisamos perguntar: acessível e simples para quem?

Fala, Mart!

O marketing inbound é uma metodologia recente que se baseia na jornada de compra dos seus clientes. Ele busca atrair pessoas interessadas no seu negócio, vender pra elas e depois encantá-las com ótima fidelização. Só que todo esse processo é a longo prazo e precisa de acompanhamento de ferramentas especializadas.

Ao contrário do que dizem, o inbound nem sempre é o marketing de varejo ideal, porque exige um investimento inicial alto e também um tempo razoável de implementação. Quem quer divulgar uma promoção na mercearia precisa de soluções imediatas.

Pensando nisso, consideramos que o segredo para fazer marketing de varejo de maneira eficiente é unir o melhor dos dois mundos, aliando técnicas dentro e fora da internet.

Quer saber como? Continue a leitura!

Estratégias de marketing de varejo

Placa de rua escrito "marketing", placa de rua escrito "strategy"

O marketing de varejo é diferente das outras modalidades por ser mais próximo. Assim como esse tipo de negócio está presente no dia a dia da comunidade – é aquela loja da esquina conhecida por todos -, a comunicação e as técnicas de divulgação do negócio precisam estar inseridos na vida dos clientes, tanto os já conquistados como aqueles em potencial.

O marketing de varejo não é uma ferramenta única e específica, mas sim uma forma de pensar o uso de diferentes técnicas e ferramentas – incluindo o marketing digital! – a partir da realidade do negócio. Confira alguns exemplos práticos.

Marketing digital para o varejo

Quando falamos em marketing de varejo usando ferramentas digitais, a primeira coisa que vem à mente são as redes sociais. Nesse caso, elas são úteis para criar um relacionamento com o cliente, integrando o negócio no dia a dia do seu público.

Pelo imediatismo, o stories do Instagram é excelente para fazer promoções rápidas e fazer uso da estratégia de escassez, como mostrar produtos que estão quase esgotados ou descontos relâmpago.

Não dá para enganar o público nessa, hein? Para funcionar, as promoções precisam ser reais e as vantagens têm que valer a pena para levar o cliente até você na hora.

Para soluções de longo e médio prazo, o Google te dá uma série de ferramentas importantes, como o Ads, que deve ser bem segmentado (ou seja, conhecer seu público é fundamental!) e monitorado com frequência. Já o Google Shopping é útil para expor seu catálogo de produtos e fazer com que eles apareçam diretamente nos resultados de busca.

Ilustração com megafone, logomarca do Youtube, lâmpada, lupa, smartphone com lápis e balão de fala

Marketing offline para o varejo

Esqueça os outdoors! Eles são caros e não são a única forma de chamar a atenção do seu cliente, nem mesmo a mais eficaz. Soluções simples, como a propaganda volante, presença no rádio e até na TV local, são mais baratos e possuem um impacto muito mais imediato na clientela.

Como adiantamos lá em cima, o marketing de varejo precisa se integrar ao dia a dia de sua comunidade, e uma boa forma de alcançar essa presença é patrocinar eventos. Nesse caso, bons exemplos são competições esportivas, ações de solidariedade e festas em datas comemorativas.

Além de levar seu nome para a cabeça das pessoas e servir de boa vitrine para os produtos, esse tipo de ação fideliza a clientela, pois planta o seu negócio no imaginário local e torna-o referência em seu segmento naquela região. Mais que isso, novas oportunidades de venda podem ser abertas, basta enxergar as brechas.

Parceria com outros negócios

Já que estamos falando em construção de comunidade, uma boa forma de se envolver é entrar de cabeça em ações coletivas, juntando vários negócios da região. Assim, todos podem prosperar juntos com foco em seus pontos fortes, criando uma atmosfera saudável de competição.

Pode parecer um sonho, mas o marketing de varejo não precisa de soluções de outro mundo. Você pode contar com o apoio de outros lojistas para realizar um evento em datas comemorativas, por exemplo, assim os custos são reduzidos e o destaque é maior. A Black Friday pode ser integrada também, com a mesma data de início e fim para todos, o que ajuda a criar um movimento maior.

Por último, faça parcerias para oferecer cupons de desconto de outras lojas da região e vice-versa. Assim, todo mundo vende mais e o mercado local é aquecido, já que os clientes vão se sentir bem mais motivados a comprar mais!

Marketing à brasileira

Deu pra perceber que o marketing de varejo é diferente e não tem nada a ver com qualquer solução padronizada que você encontra na internet? Esse tipo de estratégia é 100% brasileira por ser altamente adaptativa e depender da identificação com a comunidade para ser eficiente.

Não existem ferramentas milagrosas, mas sim atenção às tendências, estudo das possibilidades e disposição para unir o melhor de dois mundos na hora de criar uma estratégia capaz de atender necessidades específicas. O marketing direto pode ser seu aliado nessa.

Não sabe do que estamos falando? Então confira o post e entenda tudo sobre o assunto!

Deixe um Comentário!

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome