Home Segmento Casa Agropecuária Materiais de construção: monte seu cantinho no supermercado para pequenos reparos
mulher escolhendo produtos de materiais de construção

Materiais de construção: monte seu cantinho no supermercado para pequenos reparos

0
248

Realizar pequenos reparos em casa, na empresa ou na área de lazer da família tornou- se parte dos afazeres de rotina dos consumidores. É o que a gente chama de “faça você mesmo”, traduzido do inglês “do it yourself (DIY)”, cujo comportamento impacta diretamente no varejo.

O movimento faça você mesmo acabou estimulando a procura por itens decorativos para espaços menores e materiais de construção para pequenas reformas e instalações.

Os consumidores passaram a investir mais nessas categorias, muitas vezes estimulados por canais no Youtube que trazem o passo a passo de como fazer em casa.

A pandemia trouxe certas restrições de compras, mas incentivou o processo produtivo nas pessoas. O consumidor, por outro lado, passou a entender os benefícios financeiros e emocionais que o conceito “faça você mesmo” gera. E quem quer um espaço personalizado, precisa de materiais de construção.

O início do ano é ainda uma ótima oportunidade para realizar reformas em casa, por conta do verão e do período de férias de muitos brasileiros, e aproveitar para ornamentar algum espaço.

Ou seja: não tem melhor momento para dedicar um cantinho para materiais de construção no supermercado e categorias relacionadas.

Faça você mesmo está em alta

casal medido parede usando fita métrica

Muitas pessoas adotaram o home office na pandemia e, ficando mais tempo em casa, mudaram o estilo de vida. Passaram a notar a necessidade de reparar os pequenos estragos em paredes, torneiras, telhados e às vezes até mudar um pouco a decoração.

Inegavelmente o faça você mesmo ganhou espaço e colocou em alta o varejo de materiais de construção e home center. Um estudo realizado pela Oficina de Estratégia, empresa de consultoria especializada em pesquisa com experiência no setor de material de construção, comprovou isso.

Conforme a pesquisa, considerando as mudanças no comportamento do shopper, 77% dos lojistas perceberam que o faça você mesmo cresceu durante a quarentena.

Além disso, os consumidores estão buscando informações em tutoriais na internet, questionando os vendedores e colocando a mão na massa.

Materiais de construção aproveitam fôlego

O varejo de materiais de construção é um dos que mais se beneficiam com esse cenário. É por isso que também é um dos que mais crescem e registram altas acumuladas ao longo do ano.

A Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), destacou as vendas do comércio varejista ampliado.

Na categoria Material de construção foi registrada a sétima alta consecutiva em volume de vendas.Um aumento de 0,6% entre novembro e dezembro.

Comparado ao mês de novembro de 2019, o setor varejista registrou a quinta taxa positiva com aumento de 4,1%, após a alta de 6,1% em outubro.

Os materiais de construção tiveram alta de 10,1% e a principal justificativa está na recuperação rápida da atividade pós-fechamento do comércio por conta da pandemia.

O que devo comprar?

carrinho de compras com produtos de materiais de construção

Se você ainda não conta com um espaço dedicado para materiais de construção no supermercado ou ainda não sabe bem o que vender segundo o conceito faça você mesmo, não se preocupe! Vamos listar para você alguns produtos primordiais para montar o seu cantinho.

Antes é importante lembrar que, quando estamos falando em pequenos reparos, estamos destacando situações rotineiras do consumidor como:

  • O chuveiro queimou, preciso trocar a resistência.

  • Está vazando água, preciso arrumar a torneira.

  • A tinta da parede descascou, preciso pintar.

  • O telhado está com uma trinca, preciso repará-lo.

  • Não estou gostando dessa prateleira. Vou restaurá-la.

  • Enjoei do quadro nesse lugar. Vou pendurá-lo em outro.

  • Sumiu o parafuso da cadeira. Preciso parafusá-la novamente.

  • A lâmpada da sala queimou. Preciso comprar uma nova.

Conseguiu se colocar no lugar do cliente que passou por algum desses problemas? Então agora ficou fácil de se situar e de providenciar a lista de compras de materiais de construção no supermercado.

Monte um mix que atenda essas pequenas necessidades e aproveite para aumentar as vendas da loja. Veja algumas sugestões:

Materiais de construção no supermercado

ferramentas materiais de construção

Com uma ideia ampla de que produtos compor o mix da loja para atender a essas necessidades do consumidor, agora é hora de saber expor. Confira algumas dicas:

DICA 1

É preciso criatividade para montar o espaço de materiais de construção no supermercado. Destaque sempre os itens que servem para pequenos reparos, produtos de jardinagem e de artesanato ou decoração.

DICA 2

Muitas lojas costumam ter o hábito de usar cestos para organizar peças menores ou sem embalagem como plugues, tomadas, pregos, parafusos, buchas e fitas. Nesse momento, o planograma de gôndola pode ajudar você a distribuir e expor melhor o mix para despertar a atenção do shopper.

DICA 3

Sabe aqueles produtos de melhor valor agregado? Lembre-se de destacá-los nos pontos estratégicos das prateleiras. Aqueles que recebem maior atenção no campo visual do shopper, na altura dos olhos.

DICA 4

Pense em um layout que ajuda a destacar o cantinho faça você mesmo. Com cartazes ou letreiros, sinalização tátil e visual nos corredores, tudo isso ajuda o cliente a se orientar dentro da loja.

DICA 5

Coloque o espaço dedicado a materiais de construção em chamadas “zonas frias” da loja, em caso de supermercados e mercearias. Como são itens de necessidade, você força o consumidor a percorrer pela loja até chegar na seção. Mas sinalize sempre o cliente!

Também é muito interessante deixar esse mix próximo aos caixas da loja para lembrar o consumidor daquele reparo emergencial que ele precisa fazer em casa.

Ou para despertar a compra por impulso de algum produto que é sempre bom ter em casa, como pilhas, colas instantâneas, lâmpadas, etc.

Vantagens para a loja

Você já viu que o segmento de materiais de construção domésticos só cresce e não sentiu impactos com a pandemia. Viu também que o conceito faça você mesmo estimula ainda mais o mercado.

Então, pra fechar o post de hoje, confira mais essas vantagens que sua loja terá com um cantinho dedicado para esse mix:

  • A rentabilidade de grande parte dos produtos de materiais de construção é acima de 100% para o varejista;

  • Incentivo às compras por impulso, ou seja, o consumidor geralmente vai à loja para comprar uma torneira, mas sai com a fita veda rosca e a bucha vedante;

  • Consumidor cada vez mais interessado em fazer os próprios consertos em casa e no trabalho;

  • Horário limitado de lojas especializadas leva o consumidor a procurar supermercados e outros varejos para comprar esses itens;

  • Varejo de materiais de construção continua com expectativa alta para pós-pandemia visto que a população tem gostado da sensação de executar os próprios reparos em casa.

Até a próxima! E lembre-se que o Martins tem tudo que você precisa para o seu cantinho de material de construção!