Home Destaque Inserindo materiais de construção no planograma de gôndola
Gôndola organizada a partir de planograma com ferramentas variadas penduradas

Inserindo materiais de construção no planograma de gôndola

0
510

Se você acompanha o FalaMart, já sabe que os materiais de construção são uma aposta certeira para turbinar sua mercearia. Pois é, incorporar algumas ferramentas para reparos básicos no estoque não é uma missão difícil, mas pra tudo dar certo é preciso pensar em detalhes técnicos, como o planograma de gôndola, na hora de montar seu Cantinho da Construção.

 

Pense na função social do seu negócio: a mercearia existe para salvar seu cliente de imprevistos e pode poupá-lo de uma visita a uma loja de materiais de construção. Comodidade e praticidade, portanto, devem te guiar na hora de organizar o layout da loja para receber os novos produtos e inseri-los no planograma de gôndola.

E melhor que isso: talvez você não saiba, mas o varejista tem margem de lucro melhor em materiais de construção! Seu negócio consegue um preço mais baixo na compra e você consegue precificar com mais tranquilidade e fatura mais! Bom, né?!

Agora que você já conhece o potencial dos materiais de construção na mercearia, é hora de colocar a mão na massa. Vamos lá?

Corredor de mercearia com materiais de construção e gôndola com ferramentas penduradas

Onde colocar os materiais de construção?

As mercearias são conhecidas como estabelecimentos onde é possível encontrar de tudo. E em lugar onde tem de tudo geralmente só falta uma coisa: espaço. Será preciso criatividade para encontrar algum cantinho sem uso ou liberar uma área trocando gôndolas de lugar.

Por isso, o mix de materiais de construção disponível na sua mercearia deve ser bem amplo, mas deve ter foco em ferramentas para reparos simples, itens para artesanato, jardinagem e outros produtos pequenos que cabem em qualquer lugar. Ninguém espera encontrar um saco de cimento na mercearia! Por isso, seu Cantinho da Construção não deve precisar de muito mais que uma gôndola.

O cantinho ideal para os materiais de construção

Em uma mercearia, os produtos mais visados – como pães e bebidas – costumam ficar no fundo, incentivando o consumidor a andar por todo ambiente. Como os materiais de construção estão ali para atender necessidades específicas, o espaço dedicado a eles pode estar nas “zonas frias” do salão, as menos visadas, como as laterais.

Para compensar, invista em atrativos visuais, como cartazes, e estilize o espaço com acessórios para estabelecê-lo como Cantinho da Construção. Outra alternativa é deixar os produtos próximos do caixa, como se a loja dissesse: “Lembra daquela lâmpada queimada na varanda? Temos a solução!”

Qual o espaço necessário?

Para otimizar o layout, é preciso escolher bem o tipo de gôndola. As peças possuem tamanhos variados e você deve escolher de acordo com o espaço disponível, que deve ser de no mínimo 1,5 m de largura.

Além disso, deixe uma área livre de largura semelhante no corredor para que o cliente possa circular e ter acesso fácil aos produtos.

Qual gôndola escolher?

Antes de tudo, o mais importante é investir em prateleiras resistentes para comportar com segurança os produtos escolhidos. As ideais para materiais de construção são as de ferro ou aço.

Gôndola organizada a partir de planograma com ferramentas variadas penduradas

Hoje é possível encontrar gôndolas específicas para diferentes produtos, como materiais hidráulicos, elétricos, ferramentas e outras utilidades. Portanto, é preciso definir o seu mix antes de pensar no planograma de gôndola – calma que já vamos explicar o que é isso!

Para uma mercearia que também oferece materiais de construção, aposte na gôndola com ganchos, conhecida como pegboard, que organiza melhor os produtos pequenos e de alto giro, como interruptores, pregos, lâmpadas e ferramentas. Os painéis metálicos com ganchos também são úteis para dispor os artigos com cabo, como enxadas e pás.

Além das gôndolas clássicas, nesse segmento é comum o uso de cestos para organizar peças menores ou sem embalagem, como pregos, cadeados, buchas, etc. Um bom planograma de gôndola é o que vai te ajudar a tirar o melhor proveito dessas opções.

Planograma de gôndola para o Cantinho da Construção

Sabia que existem estudos que determinam o posicionamento dos produtos para otimizar as vendas? Como já antecipamos, para lucrar com materiais de construção na sua mercearia é preciso ficar de olho nas técnicas que compõem o planograma de gôndola.

A estratégia favorita dos varejistas é expor em conjunto produtos de uma mesma família, assim o cliente acha o que quer de maneira rápida e pode encontrar “ao acaso” algo que esqueceu de colocar na lista. Você pode organizar pequenos setores a partir das principais necessidades, como hidráulica, elétrica, reparos e jardinagem.

Corredor com gôndolas de materiais de construção e ferramentas variadas

Conhecer o perfil do seu público e fazer um bom acompanhamento das vendas é essencial para o planograma de gôndola.

Por fim, aposte no apelo tátil e visual de alguns produtos e veja quais materiais de construção podem ficar fora da embalagem. Chuveiros e ferramentas são os mais visados, e pode ser interessante investir num display para testar as lâmpadas e garantir a qualidade das peças.

O segredo das prateleiras

Outro dado importante do planograma de gôndola são os pontos de maior impacto das prateleiras.

Veja bem: o ponto alinhado à altura dos olhos é o mais importante da sua gôndola, já que ali estarão os produtos que o cliente encontrará primeiro. Por isso, nessa área, dê prioridade para os produtos mais lucrativos e de maior saída e aproveite para combiná-los com produtos de compra por impulso, que se beneficiam do destaque.

Espaço de materiais de construção na mercearia com produtos espalhados em diferentes gôndolas

Os materiais de construção essenciais, porém menos visados, devem ficar na prateleira de cima, enquanto o chão é território dos produtos pesados – os itens mais baratos e de grande rotatividade podem ficar nessa posição também, ou abaixo da linha de cintura.

Para otimizar o planograma de gôndola, aproveite para colocar ali alguns produtos relacionados, mas de pouca saída: o cliente pode se interessar por eles enquanto é “forçado” a buscar pelo básico que o levou ao seu Cantinho de Construção para início de conversa.

Gostou das ideias? Quer mais dicas para oferecer materiais de construção na sua mercearia? Confira nosso post completo sobre o assunto!

Deixe um Comentário!

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome