Home Segmento Bar Compre do pequeno: negócio local e as oportunidades
Entregador com moletom azul e vermelho, máscara de proteção rosa. Ele deixa três caixas de pizza nas mãos de outra pessoa.

Compre do pequeno: negócio local e as oportunidades

0
184

Com a pandemia da Covid-19, várias necessidades e novos hábitos de consumo surgiram. Além da mudança na vida das pessoas, os negócios também precisaram se adaptar. E um dos segmentos mais impactados foi o negócio local, que é composto por micro e pequenas empresas.

 

Para lidar com o cenário desafiador e com o objetivo de ajudar empreendedores a passarem pela crise, empresas e organizações lançaram o movimento “Compre do Pequeno”. Sebrae, Facebook, CNDL (Conferência Nacional dos Dirigentes Lojistas) divulgaram a ideia e trabalharam para estimular os consumidores a priorizarem o negócio local na hora de realizar as compras.

Por isso, hoje vou te mostrar tudo que eu andei lendo sobre negócios locais e quais as melhores oportunidades para os varejistas desse segmento.

Potencial transformador do negócio local

Muito além do impacto na vida dos donos de empresas, o pequeno negócio é responsável por 52% dos empregos formais, totalizando mais de 10 milhões de microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte. O segmento é um grande gerador de empregos e de oportunidades para várias famílias viverem bem e garantirem a renda.

Foto apresentando um supermercado local, com gôndolas cheias de produtos e refrigerador ao fundo

Para você ter uma ideia, esses 10 milhões de pequenos negócios representam mais de 95% do total de empresas brasileiras e respondem por 27% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro.

É exatamente por conhecer todo o potencial transformador dos negócios locais que sou um grande entusiasta do desenvolvimento desse setor. E, como sempre falamos no Martins.com.br: a parceria para levar os negócios além é o que nos move. Por isso, hoje preparei algumas dicas pra você sair na frente, olha só:

Marketing Digital para negócio local

As estratégias de Marketing Digital ficaram ainda mais urgentes com a pandemia do novo coronavírus. Se antes era importante estar presente no ambiente online, agora é extremamente urgente e necessário.

A boa notícia é que o custo para começar um trabalho neste sentido é mais baixo que as mídias tradicionais. Com um pouco de dedicação, os próprios donos do negócio local podem iniciar a operação.

Por onde começar?

Quando se fala em Marketing Digital muitas pessoas pensam em criar um perfil no Facebook e Instagram, mas as possibilidades vão muito além disso. Veja só:

Tablet sob uma mesa de madeira marrom com a tela do Google. Em segundo plano, uma xícara branca e um celular.
  • Google Meu Negócio: é possível criar um perfil gratuito da empresa no Google Meu Negócio. Isso vai ajudar a gerar interações de clientes locais na Pesquisa Google e no Google Maps;

  • Anúncios Online: o Google, Facebook, Instagram e outros veículos online possuem opção para anúncios pagos. Com a segmentação correta para determinados locais, além de definir a persona certa, essa prática é fator de sucesso para seu negócio local.

Compre do pequeno: estratégias de relacionamento com clientes

Uma das grandes vantagens de pequenas e médias empresas é a possibilidade de aplicar estratégias de relacionamento com os clientes. Por ser um pequeno negócio, o varejista pode acompanhar com mais proximidade os clientes e o que eles esperam na hora de fechar um pedido.

Um bom atendimento, somado a um mix de produtos amplo para atender todos perfis, limpeza da loja em dia e um pós-venda de qualidade são pontos muito valorizados por pessoas que dão preferência para comprar do negócio local, viu? Seja ele um mercadinho de bairro ou uma loja de construção de pequeno porte.

Duas mulheres com roupas sociais usando máscaras de proteção.

Como aplicar?

Provavelmente você já ouviu a expressão: “o olho do dono é que engorda o gado”. Muitos empresários sabem que isso tem fundamento na hora de fazer tudo funcionar perfeitamente na loja. Mas, se você ainda não sabe como aplicar na rotina do ponto de vendas, separei duas dicas fundamentais:

  1. Tenha informações sobre os seus clientes: conhecer quem frequenta a sua loja, quais são as dúvidas frequentes, o que mais compram e o que esperam é muito importante para tomar decisões. Sabe aquele cliente que sempre pede uma marca específica ou prefere as entregas vias delivery? Pois é. Você precisa acompanhar de perto essas demandas.

  2. Relação de proximidade com os clientes: mais do que saber o que eles procuram, é fundamental mostrar que você os conhece bem, sabe o que procuram e está disposto a oferecer soluções para atender todos desejos e necessidades.

Oportunidades para vender mais

Ter um negócio local é aproveitar todas as oportunidades para vender mais. Por isso, é essencial acompanhar o mercado e quais as tecnologias e novidades estão surgindo. Nos últimos meses percebemos o aumento na procura por serviços via delivery e “take away” (compre e retire) em diversos segmentos do varejo mundial.

Você está acompanhando? Vem comigo que te mostro as principais:

Entregador com moletom azul e vermelho, máscara de proteção rosa. Ele deixa três caixas de pizza nas mãos de outra pessoa.
  • Aplicativos Delivery: disponibilizar um cardápio online ou portfólio de serviços em aplicativos de delivery é garantia de aumento nas vendas. Ter uma conta no Uber Eats, iFood, Rappi ou James ampliam as chances do seu negócio ser encontrado pelos clientes e, consequentemente, melhoram os lucros.

  • “Compre e retire”: muitas pessoas preferem retirar os produtos na sua loja. Por isso, muitas empresas estão trabalhando com um formato de receber os pedidos e disponibilizar a retirada na loja. Mas é importante utilizar um sistema de controle dos pedidos, garantindo que os horários de retirada sejam cumpridos e seu cliente tenha uma experiência de compra positiva.

Agora que você conhece o movimento “Compre do pequeno”, sabe tudo que o negócio local representa para a economia do país e percebeu as várias oportunidades no segmento, certo? Que tal continuarmos essa conversa no próximo texto? Lá eu falo sobre os mercadinhos de bairro na pandemia. Tem muita informação interessante por lá e pode te ajudar ainda mais.

Até a próxima.

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome