Home Segmento Bar O que vender no carnaval? Saiba como lucrar alto no feriado!

O que vender no carnaval? Saiba como lucrar alto no feriado!

0
1734

Vender no carnaval pode ser muito fácil, especialmente se a sua cidade tem tradição de  festa. É só você oferecer os produtos a um preço razoável, de acordo com o mercado, e ficar aberto durante o feriado. Com o fluxo de pessoas aquecido por conta da folia,  é muito provável que você consiga vender bastante em diversos segmentos.

Quais as oportunidades do carnaval?

Como é um feriado em que, principalmente nas grandes cidades, a festa vai às ruas e mais pessoas estão passando por seu estabelecimento, muitos segmentos encaram como uma ótima oportunidade para encontrar novos clientes. Bares, restaurantes, lojas de conveniência, entre outros negócios que podem ter grande faturamento durante as festas.

Um bar, por exemplo, pode receber maior fluxo de foliões no fim da noite. O dono ou a dona dele que já estiver preparado, com estoque e colaboradores em ordem, vai conseguir atender muitos pedidos, evitar problemas e ainda conquistar novos clientes. O mesmo vale para restaurantes, que encontram oportunidade de vender no carnaval tanto para foliões famintos quanto para pessoas que procuram um pouco de calma durante as festas.

Pequenos mercados de bairro, próximos aos blocos de rua e aos desfiles, podem também encontrar formas de vender no carnaval que ajudem a aumentar muito o faturamento. Uma pessoa que esteja procurando uma água depois de dançar nas festas vai adorar que o estabelecimento esteja aberto durante a noite.

Apesar do contexto favorável, você vai encontrar alguns desafios, provavelmente antes de começar as vendas no feriado. Para vender no carnaval é preciso resolver questões como quais produtos comprar, quando comprar para receber tudo na hora certa, como usar ao máximo os produtos, etc.

máscara de carnaval e festins no chão

Abrir ou não nessa época?

É claro que saber se você deve ficar de portas abertas é o primeiro passo para saber se vale a pena vender no carnaval. É um ponto facultativo, ou seja, a decisão fica a critério do gestor e pode ser favorável ou não. Uma das questões que os lojistas apontam é o grande fluxo de pessoas.

Isso tem, claro, vantagens e desvantagens para cada segmento. Como mais potenciais clientes estão por ali, é importante que a qualidade de serviços e mantenha, certo? Afinal, de que adianta novas pessoas aparecerem se você não puder atendê-las com eficiência e gerar filas e estresse? Isso pode acabar afastando clientes.

Segurança

Outro fator que deve ser analisado na hora de vender no carnaval é saber se sua loja tem a segurança necessária para comportar mais gente sem perder a segurança. Tanto para evitar prejuízo para o seu lado (evitar furtos e comandas penduradas) quanto para ter um ambiente seguro para seus clientes ficarem à vontade.

Amigos festejando o carnaval

Como manter o negócio funcionando bem no carnaval?

Já que em alguns segmentos (principalmente bares e restaurantes, mas também mercearias e mercados) abrir nesses dias pode ser uma excelente opção para faturar, você deve tomar alguns cuidados especiais para que tudo corra bem e você possa vender no carnaval sem crises.

Tenha uma equipe preparada

Muitos lugares, em especial os que servem comida e bebida, precisam de uma equipe extra durante o carnaval. Assim, mesmo quando o fluxo de clientes aumentar, o serviço será rápido e prático e não vai atrasar. É uma saída para manter a ordem de cozinhas e bares e conseguir aproveitar mais chances de venda.

Esteja aberto para novas oportunidades

Durante o carnaval, os foliões estão nas ruas em horários diferentes dos horários comerciais normais. Eles podem estar buscando opções de lugares para ir nessas horas e quem estiver aberto leva a vantagem. Abrir em horários mais flexíveis, que incluem mais horários noturnos, significa vender no carnaval.

Outra oportunidade muitas vezes perdida é a dos não foliões. Como movimento extra nas grandes cidades, muitos moradores que não participam das festas optam pela facilidade do varejo local para evitar lidar com multidões. Abrir nesses dias ajuda a fidelizar novos clientes. É uma boa ideia para mercados, mercearias e lojas de conveniência.

Organize o estoque

Não adianta o negócio ficar aberto se o estoque não está preparado. É importante saber o que você quer vender nesses dias – itens para a festa em si e itens básicos, como comida e bebida são bons exemplos – e ter certeza que eles estarão disponíveis em quantidades certas.

Mulher soltando festins

Para ajudar, vamos separar dicas valiosas por segmento, e dar um foco maior nos que podem lucrar mais nesse período: mercearias e supermercados, hotéis, bares e restaurantes. Vamos começar?

O que vender no carnaval: Mercearia

Mercearias de bairro possuem ótimas oportunidades para vender no carnaval, especialmente pelo alcance do seu mix de produtos.

Muita gente desce dos bairros para a região central para as festas, mas o carnaval não é só isso.  Muitos preferem ficar em casa, curtindo o feriado com a família tranquilamente. Sabe qual é a semelhança entre esses dois tipos de pessoa? Ambos precisam de suprimentos e acham difícil encontrar estabelecimentos abertos no feriado.

Então, se você é dono de uma mercearia ou mercadinho de bairro, é bastante interessante operar nos dias de carnaval e dar uma ênfase maior a alguns produtos selecionados antes mesmo da data. Quem prefere fazer festa em casa, por exemplo, e vai procurar seus produtos para abastecer a geladeira!

Então fica aí a dica: se você é mercearia, abra no carnaval, nem que seja com horário especial. E para vender, dá uma olhada nas nossas recomendações:

Produtos para vender no carnaval

E o supermercado?

O supermercado possui oportunidades próximas da mercearia, mas o grande desafio aqui é lidar com a logística e com o timing dos pedidos.

Vamos supor que você peça no Martins.com.br agora. Se você tem um grande volume de vendas normalmente, é provável que o seu estoque para vender no carnaval acabe antes da hora se você não comprar em uma quantidade maior.

Se o seu mix de produtos for o mesmo e a quantidade também, você terá que fazer outra compra perto da data do feriado, que esse mês acontece só em março. Esse é um desafio que requer um bom trabalho de sincronização e gestão de estoque para que não falte e nem sobre produtos depois que o carnaval passar.

Aliás, sobrar um pouco é inevitável. Nesse caso, você pode incorporar os produtos ao seu mix regular ou simplesmente fazer promoções rápidas de queima de estoque caso os itens não se encaixem tanto assim com o que você costuma vender.

Como o hotel deve se preparar para o carnaval?

Taí um ponto que poucos artigos na internet costumam abordar: o que o hotel deve fazer para ter uma temporada de carnaval harmoniosa, simples e rentável?

O que você vai achar por aí é um pouco de mais do mesmo: contrato de colaboradores temporários, investimentos anteriores em infra, marketing, etc. Tudo isso funciona, mas o que não é simples, é abstrato. Como a frase “invista em marketing” te ajuda na vida real, no dia a dia?

Agora, com o carnaval já quase batendo na porta, sua principal preocupação realmente deve ser com pessoal, processo e produto. Os 3 P’s do sucesso! Contrate profissionais em regime temporário e faça treinamentos extensos enquanto a alta temporada não chega. Você pode saber mais sobre como realmente fazer esses treinamentos no nosso artigo sobre o tema.

Os produtos também são de fundamental importância. Veja alguns que nós separamos para trazer mais conforto para os hóspedes e mais agilidade nos processos operacionais:

Bares e restaurantes

Vender no carnaval é simples para bares e restaurantes que funcionam em cidades com concentração de festas. É tão simples, inclusive, que basicamente é só abrir e esperar os clientes chegarem.

A questão é o preparo. Nesse tipo de estabelecimento, vender no carnaval é uma questão de logística e planejamento. A preocupação com esses fatores é maior nos bares e restaurantes do que em qualquer outro segmento.

Isso porque um supermercado não vai ficar sem vender no carnaval se alguns produtos-chave apresentarem ruptura de gôndola. O bar ou o restaurante, por sua vez, precisa dos seus produtos ou ele simplesmente não abre.

E isso é mais comum do que você imagina, viu dono ou dona de bar? Quem não planeja suas compras em dia pode acabar tendo um movimento MUITO acima do esperado em um dia e terminar sem produtos para abrir no seguinte. Aí é boa sorte para encontrar fornecedores abertos em pelo domingão de carnaval.

Prepare-se antes. Tenha ciência de que não adianta comprar nada em cima da hora e esperar que todo o processo funcione bem: a entrega, a estocagem, a precificação e a exposição dos produtos não acontecem da noite pro dia, beleza? E quer saber onde comprar? Nem precisa te dizer, né? O Martins.com.br te oferece as melhores condições, uma infinidade de produtos pra compor o seu mix e ainda a entrega mais ágil do Brasil. Bora começar a se programar?

Visite o Linkedin do Martins.com.br para mais dicas especiais para lojistas!

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome