Home Dicas Covid-19 Como cortar gastos no pequeno negócio?
Sob uma mesa de madeira branca e fundo iluminado ao fundo, um homem escreve em um tablet com uma caneta especial.

Como cortar gastos no pequeno negócio?

0
552

A realidade de muitas empresas precisou ser adaptada com a pandemia da Covid-19 e isso não é nenhuma novidade. Mas, hoje, quero conversar com você sobre uma das grandes preocupações que também surgiram nesse período: como cortar gastos no pequeno negócio?

 

Os microempreendimentos representam cerca de 20% do PIB do Brasil, segundo dados do Sebrae. Transformando os dados em números, o valor representa um fluxo de R$ 1 trilhão no país ao ano.

São empregos, garantia de abastecimento e oportunidades geradas pelas empresas em vários segmentos da sociedade. Por isso, cuidar da saúde financeira desses negócios é contribuir para que milhares de pessoas tenham (e continuem tendo) melhores condições de vida.

As dúvidas sobre como fazer e como cortar gastos do pequeno negócio são muitas e hoje vou apresentar as possibilidades de economia e gestão que podem ser aplicadas na prática. Vamos lá?

Levantamento de gastos e receitas do pequeno negócio

Muitos empresários não possuem uma noção detalhada das finanças da loja. Eu até entendo, afinal muitas vezes a rotina acelerada e as preocupações que surgem diariamente acabam deixando as pequenas atitudes, que podem gerar economia no fim do mês, pra depois.

Se você está passando por isso, fique tranquilo que as dicas são práticas e podem te ajudar muito na missão de cortar gastos no seu pequeno negócio.O primeiro passo é saber tudo que acontece no seu caixa, tanto o dinheiro que entra quanto o que sai.

Para isso é preciso saber diferenciar dois tipos de custos:

Sob uma mesa de madeira marrom, uma mão segura caneta da cor azul, apontando para um papel com gráficos coloridos.
  • Custos fixos: são gastos que permanecem constantes, independente de aumentos ou diminuições na quantidade produzida e vendida. Exemplo: conta de energia, folha de pagamento, aluguel;
  • Custos variáveis: são aqueles que variam diretamente com a quantidade produzida ou vendida no pequeno negócio. Por exemplo: se o seu restaurante está funcionando 24h por dia no delivery, o custo interno também aumenta, já que mais horas funcionando gera mais gastos.

Depois que você souber todos os custos, monitore quanto de dinheiro está entrando todos os meses no caixa. É possível analisar os últimos meses e trabalhar com uma projeção futura. Neste caso, você pode utilizar uma planilha ou sistemas de gestão de fluxo, tudo bem? O importante é ter conhecimento de todos os números, sem exceção.

Corte de gastos: reveja planos e contratos

Mesmo antes da pandemia, a importância de analisar planos e contratos para ter parcerias viáveis para o negócio já era uma tendência. Com a Covid-19, vários fornecedores apresentaram a possibilidade de rever os contratos e encontrar uma alternativa que beneficiasse ambas as partes.

Sabe aquela conta de internet que não impacta tanto o seu caixa, mas se multiplicada por um valor anual pode representar uma redução no custo fixo? Vale a pena explicar a situação, o baixo fluxo na loja e o momento delicado em que estamos vivendo. O objetivo é encontrar uma solução positiva para você e para quem te fornece o serviço.

Um homem e uma mulher conversando com outra mulher, todos usam máscaras de proteção. Há um computador portátil sobre a mesa.

É um momento atípico mas, muitas empresas estão trabalhando a empatia e o fortalecimento das relações a longo prazo, principalmente na fidelização de clientes no pequeno negócio. Vale a pena colocar no papel os planos e contratos e fazer uma avaliação do que pode entrar na lista de corte de gastos.

É sempre bom lembrar que o momento é novo para todos e é importante ser sensato na hora de pedir uma redução aqui e ali, tudo bem?

Digitalize seu pequeno negócio

Quando falamos sobre transformação digital, também estamos falando sobre os efeitos que isso causa e na redução de custos. Já imaginou diminuir as pilhas de papéis impressos e a economia que isso pode significar? É disso que eu estou falando, amigo varejista. Pequenas atitudes que vão cortar gastos no pequeno negócio.

Sob uma mesa de madeira branca e fundo iluminado ao fundo, um homem escreve em um tablet com uma caneta especial.

Como digitalizar o negócio?

Listei as principais vantagens e aplicações da digitalização do pequeno negócio e como ela pode te ajudar e cortar gastos a partir de agora:

  1. Guarde documentos importantes e notas fiscais online;
  2. Crie um processo de digitalização no setor administrativo;
  3. Evite gastar com impressões e transfira arquivos para a nuvem. Google Drive e Dropbox são ótimas opções;
  4. Considere ter um serviço de outsourcing de impressão que ofereça planos limitados e com maior controle de quanto pode ser impresso em determinado período.

Analise o mix de produtos e serviços

Você está oferecendo o melhor mix de produtos e serviços para seus clientes? Ficar com estoque parado não é uma boa estratégia para reduzir custos no pequeno negócio. É importante saber como está a demanda e investir em um mix que esteja em alta, com muita solicitação por parte dos compradores.

Como escolher o que vender?

Depois de analisar tudo que você oferece para a clientela, converse com os colaboradores para entender a percepção que eles possuem dos clientes e quais os produtos mais procurados nos últimos meses. Eles são um ótimo termômetro do que está dando certo ou não: confie nas visão da sua equipe e utilize isso a favor do seu pequeno negócio.

Foto tirada de cima de um depósito com prateleiras altas de estoque e três colaboradores andando pelo espaço.

Por exemplo, se você tem uma loja de materiais de construção, já parou para pensar nos produtos mais consumidos durante a pandemia? Recentemente, falei sobre o aumento na procura por itens de pequenos reparos e é aí que surgem oportunidades de corte de gastos no pequeno negócio. Ter um mix inteligente é a tarefa diária que todo varejista deve fazer.

Agora que você leu algumas dicas para cortar gastos no pequeno negócio e percebeu que trabalhar pela saúde financeira é uma tarefa possível, que tal conhecer as marcas parceiras disponíveis no Martins.com.br? Fiz um texto completinho sobre o assunto e cheio de marcas que vendem muito.

Vamos pra cima, varejista! Com pequenos ajustes seu negócio vai além. Boas vendas.

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.