Home Dicas Colaboradores 5 perguntas para entrevista pra te ajudar a contratar melhor

5 perguntas para entrevista pra te ajudar a contratar melhor

0
974

No atual cenário econômico, com índices cada vez maiores de desemprego, selecionar um candidato para uma vaga em qualquer setor se tornou um grande desafio. Empresas recebem um grande volume de currículos com os mais variados perfis, por isso é necessário que o empregador saiba como elaborar as melhores perguntas para entrevista, aumentando assim suas chances de fazer uma contratação acertada.

 
Cinco pessoas vestidas formalmente e reunidas em volta de uma mesa.

Uma boa lista de qualificações e experiências de trabalho sólidas são importantes, mas não é só isso que você deve considerar na seleção. É preciso certificar-se de que os colaboradores estejam em sintonia com a cultura da empresa, as remunerações e as exigências para o cargo, e também que a função esteja alinhada com seus próprios objetivos. A entrevista é a melhor forma de realizar essa sondagem.

No entanto, elaborar perguntas para entrevista não é tão simples. O ideal é que as questões surjam de forma orgânica, com espaço para respostas mais espontâneas. Questões muito clichês ou óbvias não ajudam em nada, e temos que levar em consideração a possibilidade do candidato “ensaiar” as respostas para dizer aquilo que o recrutador quer ouvir, não a verdade.

Erros na hora da entrevista podem levar a uma contratação equivocada e, nesse momento, uma escolha errada pode vir na forma de um colaborador desmotivado ou desqualificado. E aí é hora de começar tudo de novo: depois de gastar tempo com treinamento desse funcionário, será preciso iniciar um outro processo seletivo, o que custará mais dinheiro ao seu negócio.

Para te ajudar nesse processo, fizemos uma lista com cinco perguntas para entrevista que podem te ajudar a identificar as qualidades de um bom colaborador e a fazer uma seleção eficiente.

Mãos sobre mesa cinza com vários papéis e post-its.

Conheça seu candidato: 5 perguntas para entrevista

1 – Qual habilidade você acredita que te faz o mais qualificado para essa posição?

A cultura de trabalho do funcionário é importante, o foco profissional também, mas que tal fazer ele mesmo apontar para a habilidade que ele acredita ter mais a ver com o cargo?

Não é apenas uma oportunidade de você ouvir mais detalhes sobre o que esse candidato considera suas principais competências, mas também é uma chance de confirmar que ele tem o entendimento apropriado de tudo o que a função disputada implica.

2 – Como você descreveria o seu estilo de trabalho?

Sejamos sensatos: é impossível construir uma equipe completamente homogênea, mas você precisa ter certeza de que novas adições são capazes de funcionar de uma maneira coesa, para não causar problemas nos processos operacionais.

Por isso, é importante que você pergunte a cada candidato sobre seu estilo de trabalho e, principalmente, como ele se relaciona com as pessoas. O futuro colaborador adota uma abordagem colaborativa ou prefere trabalhar de forma independente? Ele se dá bem com processos variados ou prefere trabalhar com projetos mais focados? Como o inscrito lida com críticas?

Essa percepção de como cada candidato lida com seu trabalho e com os colegas será de extrema importância para determinar não apenas se a pessoa se encaixa na função, mas em toda a equipe.

Foto em perspectiva de baixo para cima: mãos fechadas reunidas no centro de um círculo de cinco pessoas.

3 – Qual a sua disponibilidade no momento?

Nas suas perguntas para entrevista você não pode esquecer de abordar questões mais práticas sobre a rotina do negócio. É importante saber quais as expectativas do candidato em relação à carga horária regular e entender se ele está disposto a cumprir horas extras, caso seja necessário. É nesse momento que se deve esclarecer, também, pontos sobre compromissos assumidos anteriormente que podem interferir no trabalho, como viagens ou cursos que impliquem em faltas.

Lembre-se que expressar transparência sobre a política adotada nesses pontos também é uma obrigação do empregador e pode evitar conflitos futuros.

4 – Se você for contratado, qual a primeira atitude que teria na sua posição?

Essa é uma ótima pergunta a ser feita em uma rodada posterior de entrevistas, quando você estiver escolhendo entre os candidatos finais. Ela é eficaz por algumas razões:

  • Em primeiro lugar, é mais uma oportunidade para confirmar que o entrevistado tem o entendimento correto do que é esperado dele nessa posição.
  • Em segundo lugar, é uma oportunidade de compreender as suas prioridades. O que ela acredita que deveria estar no topo da lista de tarefas dessa posição?

Dentre as perguntas para entrevista, essa é a que te dá a chance de estender o futuro colaborador além das generalidades e falar em termos práticos, sendo possível prever como esse candidato realmente desempenharia sua função.

5 – Quais habilidades você gostaria de melhorar e como você pode fazer isso?

Em vez de pedir a um entrevistado para apontar suas falhas e fazer furos em sua própria candidatura – a mais temida das perguntas para entrevista – você pode virar o jogo, mostrando que toda deficiência é uma oportunidade de crescimento para quem está disposto a se desenvolver.

Além disso, com essa pergunta é possível avaliar a capacidade de autopercepção do candidato, além da sua proatividade. Todos temos defeitos e você nunca vai encontrar um funcionário perfeito, então a saída é escolher aquele que reconhece suas fragilidades e está disposto a superá-las.

É importante ter em mente que o trabalho de aperfeiçoamento não acaba depois da contratação e você também pode fazer a sua parte no crescimento dos seus colaboradores. Pensando nisso, que tal ir além e investir na e profissionalização dos funcionários? A especialização da equipe economiza tempo e dinheiro, além de representar uma alternativa de endomarketing.

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.