Home Destaque Preço do ovo de Páscoa sempre é alto. Mas por que?

Preço do ovo de Páscoa sempre é alto. Mas por que?

0
142

A Páscoa está chegando, e todos nós sabemos o que isso significa: chocolate. E tem um debate que se repete todo ano nessa época – por que o preço do ovo de Páscoa é tão alto?

Com certeza você  já ouviu muitos clientes dizendo que não faz sentido, que compensa mais comprar várias barras de chocolate do que um único ovo, que tudo não passa de marketing e assim por diante.

preço ovo de páscoa

Mas, afinal de contas, será que esses comentários estão certos, ou tem alguma coisa que eles não estão levando em consideração? Nesse post, você vai ver alguns dos fatores que levam o preço do ovo de Páscoa lá pra cima, muito além das barras de chocolate.

Vamos resolver esse debate de uma vez por todas?

Sazonalidade e o preço do ovo de Páscoa

Os ovos de Páscoa só são vendidos na Páscoa, enquanto uma barra de chocolate é vendida o ano todo.

Isso significa que eles são mais escassos e, na teoria básica da economia, quanto mais escasso um produto, maior seu preço. Esse é o conceito de sazonalidade, e é por isso que o preço do ovo de Páscoa é tão alto.

Pode acreditar: a indústria do chocolate não está tentando prejudicar os clientes. Na verdade, você  observa essa mesma lógica em muitos outros produtos.

As frutas são um bom exemplo: bananas são frutas disponíveis em qualquer estação e, por isso, o preço é bem acessível. Mas se você quiser comer cerejas de verdade, vai ter que esperar até a época específica em que elas estão disponíveis, uma vez por ano, e essa escassez do produto faz com que seu preço seja mais alto.

Mas esse é só um dos motivos que justifica o preço do ovo de Páscoa, e está totalmente relacionado com o mercado, não é? Mas o seu próprio preparo e desenvolvimento também faz com que o preço fique bem alto. Vamos ver como? 

Desenvolvimento do produto

A verdade é que as pessoas tendem a comprar os ovos de Páscoa baseados em quanto eles são diferentes, chamativos. É uma relação de consumo muito diferente da barra, que você compra simplesmente pelo chocolate em si. O cliente não quer só o chocolate, quer o ovo de chocolate. 

Por isso, todo ano as empresas precisam encontrar maneiras de inovar, seja no formato, no sabor, no brinde, na embalagem, no marketing… Bom, é claro que isso vai se refletir lá na frente, no preço.

Resultado de imagem para ovo de chocolate

Todo o trabalho de pensar em como vai ser o ovo dessa estação tem seus custos. Esse é um trabalho de conceituação e marketing, então precisa de uma equipe dedicada. Para acertar no sabor, a mesma coisa. Para elaborar uma embalagem resistente e de fácil abertura, também.

Tudo isso gera custo, pois é um trabalho de criação que não dá pra automatizar. As barras não passam por isso? Sim, passam, algumas poucas vezes no ano e em pequenos pontos. O preço do ovo de páscoa é tão alto porque a cada ano ele precisa ser praticamente criado de novo para atrair mais clientes.

Processo de produção

Quando uma empresa coloca preço nos seus produtos, ela leva em consideração os custos envolvidos no processo de produção. Acontece que, para uma fábrica de chocolates produzir ovos de Páscoa, os processos envolvidos são bem mais complexos – e, portanto, mais caros – do que na produção de uma barra comum, apesar da matéria prima ser a mesma.

Pense bem: para dar o formato do ovo, para colocar brindes dentro, para embalar, para transportar sem danificar, tudo isso pede um trabalho diferente. Até máquinas diferentes são utilizadas, como a centrífuga que distribui o chocolate na forma.

Isso sem falar que, como ovos de Páscoa são produtos sazonais, a fábrica acaba precisando contratar mais funcionários para trabalho temporário apenas durante o período de produção, o que aumenta ainda mais os custos totais com despesas trabalhistas.

Resultado de imagem para ovo de páscoa industria

Valor agregado da experiência

Você pode até reclamar do preço mas, quando você dá ou recebe um ovo de Páscoa, a sensação é bem diferente de ganhar uma barra.

Abrir a embalagem, partir o ovo, dividi-lo com a família, tudo isso é diferente. Para as crianças, então, nem se fala: a sensação de descobrir o brinquedo, de mostrar para os amiguinhos e brincar com ele não tem igual.

Tudo isso agrega valor à experiência do cliente com o produto. O preço do ovo de Páscoa, muitas vezes, se justifica só aí.

Digamos que seja a mesma diferença entre comer em um restaurante por quilo ou um restaurante com serviço a la carte: a comida pode até ser a mesma, mas a experiência (sentar, escolher os pratos com calma, ser servido na mesa) é totalmente diferente, e isso também afeta o preço.

Resumindo, o preço do ovo de Páscoa pode até ser alto em termos absolutos; porém, analisando a situação com um olhar mais relativo, levando em consideração as questões envolvidas na produção e no consumo desse item. E, claro, as pessoas são livres para comprar ou não os ovos, cabendo a você oferecer esse produto no seu estabelecimento.

Porém, você não precisa se limitar a vender ovos de chocolate nessa época do ano. É possível, sim, inovar e colocar itens diferentes no seu mix de produtos. Confira nosso post sobre cestas para vender na Páscoa!

Deixe um Comentário!

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome