Juntamente com a qualidade e a marca, os preços influenciam o consumidor no momento da compra.

Os preços são fator preponderante para a decisão de consumo, revela pesquisa nacional da Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ), feita em parceria com o Instituto Ipsos. A pesquisa mostra que os preços influenciam a decisão de compra para 82,2% dos brasileiros, seguindo-se o fator qualidade para 77,1%. A marca (17,9%) e o conforto (12,1%) aparecem em terceiro e quarto lugares, respectivamente. O levantamento foi feito entre os dias 16 e 31 de janeiro, com mil consumidores, em 70 municípios.

De acordo com a classe econômica, entretanto, os elementos considerados prioritários para as compras são divergentes. O preço é o fator mais exigido (80%) pelas classes C, D e E, enquanto a qualidade é o elemento mais analisado e determinante (82,8%) dos consumidores das classes A e B.

O levantamento sobre os hábitos de consumo da população mostra que a televisão continua como principal meio para as pessoas se inteirarem sobre promoções efetuadas pelos comerciantes, com 46,3% das respostas. Já a internet, que tinha participação nula em 2009, mostrou adesão este ano de 8,5%, elevando o total de respostas dadas no ano passado (5,5%). No interior do país, o carro de som ainda é o meio mais usado por 20,2% dos comerciantes para anunciar promoções e ofertas de preços, apesar de aparecer com menor relevância em comparação ao ano passado (23,3%).

Fonte: Estado de Minas

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.