Home Dicas Gestão Um bom programa de fidelidade é o que está faltando no seu...

Um bom programa de fidelidade é o que está faltando no seu negócio

0
966

Seu comércio precisa de um programa de fidelidade. Se você ainda não tem, é hora de se planejar para criar um. Se já tem, é importante ter certeza de que ele é feito da forma certa para ajudar nas vendas e não lesar seus lucros.

 

Nesse artigo nós vamos te ajudar a pensar no seu programa de fidelidade de forma a conseguir fidelizar o cliente, aumentar seu ticket médio e a frequência de compras.

Vem aprender!

O que é o programa de fidelidade?

O programa de fidelidade é uma ferramenta para premiar os clientes mais frequentes e mantê-los fidelizados e motivados a não comprar na concorrência. Normalmente esse incentivo acontece na forma de promoções especiais, sistemas de pontos ou milhas e possibilidade de formas de pagamento mais vantajosas.

O programa de fidelidade começou como uma forma de garantir que o cliente procurasse sempre a mesma loja ao precisar de um determinado tipo de produto, mas com o tempo o mercado aprendeu a incluir outras vantagens para os clientes.

Por exemplo: alguns programas de fidelidade de lojas de departamento podem ser usados como crediários e também como facilitador de seguros e empréstimos. Nos supermercados, os melhores descontos normalmente aparecem apenas para os clientes que estão cadastrados no respectivo programa de fidelidade.

É comum que a empresa solicitem um cadastro no sistema para os interessados em ingressar no programa de fidelidade. Com essas informações, ela fica sabendo mais sobre seus clientes regulares e pode realizar ações de marketing com maior eficiência.

Por que você deve ter um programa de fidelidade

Existem muitas formas de fidelizar o cliente, mas nenhuma é tão eficiente quanto o programa de fidelidade.

Claro, atendimento e preços baixos são um excelente atrativo;. assistência técnica e auxílio no uso dos produtos ajudam a criar conexões com o público que vão além da compra. Mas nada disso gera no cliente o sentimento de pertencimento que o programa de fidelidade proporciona.

Quando participa de um programa de fidelidade, o cliente passa a ter objetivos concretos a cumprir para conseguir as vantagens estipuladas. Isso ajuda a tornar mais aberta a relação entre a loja e o consumidor, já que ele sabe o que precisa fazer caso deseje conquistar mais benefícios.

Eles são recompensados pela sua fidelidade, então porque não ser fiel? Nesse caso os preços do concorrente podem ser iguais ou até menores, mas lá eles não acumulariam pontos que podem representar vantagens ainda maiores, como prêmios, sorteios e brindes!

A psicologia por trás da ideia de um programa de fidelidade é muito simples: seres humanos gostam de ser recompensados por cumprir objetivos. É justamente por isso também que esse é um aspecto do seu negócio que precisa funcionar sem erros, pois se você deixar um cliente fiel na mão ele se sentirá traído e lesado.

Tipos de programas de fidelidade

Abaixo nós vamos listar alguns programas de fidelidade para perfis de negócios de pequeno, médio e grande porte. Entretanto, tenha em mente que as possibilidades são muitas e não se restringem a essa lista.

Você também pode criar seu próprio sistema para o programa de fidelidade. Quem sabe a sua ideia não a inovação que vai revolucionar o mercado?

Compre 10 e ganhe 1

Comum em pequenos estabelecimentos, principalmente no ramo da alimentação. A ideia é oferecer um produto grátis a cada 10 consumidos.

Para dar certo, o programa de fidelidade Compre 10 e Ganhe 1 precisa ser feito de forma que não prejudique o seu lucro. Calcule quanto custaria para o seu negócio se todos os seus clientes completassem suas cartelas.

Se o esquema 10 para 1 não valer a pena financeiramente, talvez você possa retrabalhar a ideia para outros números. Não há nada que impeça você de fazer 8 para 1 ou 15 para 1, o importante é funcionar para o seu negócio.

É preciso, no entanto, que a oferta também seja vantajosa para o seu cliente. Não adianta nada oferecer esse tipo de serviço se o cliente não se interessar por ele.

Descontos progressivos

A ideia aqui é que quanto mais o cliente comprar, maior será o desconto que ele irá receber. Nesse caso, é importante ter um registro digital para identificar o cliente e suas compras, como um cartão magnético ou código de barras. Assim o sistema pode contabilizar descontos cada vez mais altos conforme o cliente compra.

Com esse programa de fidelidade o cliente vai ter interesse em retornar para a loja para ganhar um desconto de 5% na segunda compra, por exemplo, 10% da terceira, 15% na quarta, e assim por diante. Você também pode estimulá-lo a comprar mais itens por vez fazendo o desconto progressivo valer pela quantidade de itens comprados.

É óbvio que nesse programa de fidelidade o desconto não deve atingir os 100% ou uma porcentagem que prejudique sua margem de lucro. Para isso, estabeleça um teto de desconto, em que você tenha apenas um lucro marginal, como por exemplo 25%.

Na compra seguinte, o sistema zera e começa mais uma vez.

Você também pode limitar os descontos e pontuação a um valor mínimo de compra, como por exemplo R$100 reais ou a uma quantidade mínima de produtos. O importante é deixar isso sempre claro para o cliente no processo de cadastramento para o programa de fidelidade.

Também é possível restringir o uso desse programa de fidelidade a um determinado período de tempo: o desconto só se acumula se a compra seguinte acontecer dentro dos próximos três ou quatro meses, por exemplo. Isso ajuda a fidelizar o cliente e incentiva-o a retornar com frequência.

Cashback

Esse é o tipo de programa de fidelidade que o Martins usa. A idéia é oferecer um desconto no final do mês ou um retorno financeiro para o cliente dependendo da quantidade de produtos comprados.

É um sistema relativamente novo no Brasil mas que já tem apresentado sucesso em fidelizar o cliente. Ele é excelente para quem compra de atacadistas pois premia seus melhores compradores com um desconto que pode ser repassado, proporcionando preços mais competitivos.

É importante ter um programa de fidelidade para que o cliente se sinta importante para a loja, mas é preciso que todos saiam ganhando com isso. Se não houver vantagens reais tanto para o lojista como para a clientela, a iniciativa vai falhar. Procure sempre harmonizar os dois lados.

Se você tem um programa de fidelidade eficiente e que já ajuda a obter mais dados dos clientes, pode começar a pensar em como fidelizar o cliente de forma mais aprofundada. Leia nosso artigo sobre conquistar fidelidade de clientes no varejo.

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.