Home Dicas Covid-19 O que preciso saber para a reabertura do comércio?

O que preciso saber para a reabertura do comércio?

0
434

Se você está ansioso para a reabertura do comércio e se o que mais precisa agora é de um dia cheio de vendas, esse é o seu post. Mas é importante lembrar também que nem tudo será como antes.

A Covid-19 trouxe uma série de mudanças significativas para nossas rotinas, afetando os hábitos de consumo e as formas de viver em sociedade. Todo plano de reabertura do comércio deve levar em consideração todo esse novo cenário, colocando a segurança e a saúde dos clientes e colaboradores acima de tudo.

Em meio a tantas normas, é normal ficar meio perdido – mas não se preocupe. Hoje preparei um guia completo com tudo que você precisa saber para que a reabertura do comércio seja feita de maneira segura aí na sua loja. Preparado?

Então vem comigo!

 Placa verde água escrito “aberto” presa em porta de vidro de loja.

Reabertura do comércio: o que preciso saber?

A reabertura do comércio será um passo importante na retomada da economia nesse pós-pandemia, mas não podemos perder de vista a grande prioridade do momento: o achatamento da curva de contágio entre a população.

O varejo deve agir de maneira responsável para garantir a segurança dos consumidores. Embora a adaptação exija esforço e alguns investimentos, lembre-se que essas medidas estão trabalhando também a favor dos interesses do varejo. A reabertura do comércio só será mantida se a transmissão da doença permanecer sob controle.

Se seguir assim, é melhor estar preparado. Por isso, vamos ao passo a passo da reabertura do comércio?

Atenção para as normas locais

As regras e procedimentos para a reabertura do comércio dependem muito do número de infectados em cada cidade – que determina quais segmentos podem abrir as portas e as normas locais para o atendimento presencial – e também do momento em que você está lendo esse post.

Hoje a reabertura do comércio já está avançando. Mas amanhã pode acontecer algo diferente e fechar tudo de novo. Isso tanto a nível municipal quanto estadual e nacional.

Não é que as dicas que você está lendo aqui vão ficar irrelevantes. Na verdade, essa primeira dica é a que você vai usar de hoje até o dia da vacina.

Antes de tomar qualquer decisão, verifique o protocolo para o seu município e certifique-se que o seu setor possui autorização para funcionar. Violar as regras em um momento como esse pode render multas, prejuízos para a reputação da empresa e riscos para seus clientes e equipe.

 

Entre em contato com a prefeitura, explique a situação e busque a informação na fonte. Através desse canal, vão te informar melhor do que qualquer blog na internet – que podem estar fora de sincronia com as mudanças rápidas que a pandemia causa no varejo.

Sinalização do espaço

Corredor de supermercado com adesivos vermelhos de distanciamento social.

Incorporar novos hábitos não é tarefa fácil e a sinalização está aí para ajudar a lembrar o que é preciso fazer para se manter seguro nessa reabertura do comércio. Regras como a obrigatoriedade do uso de máscaras e a higienização das mãos devem ser informadas de maneira bem visível logo na entrada e do lado de fora da loja, para evitar constrangimentos.

Para garantir o distanciamento social no interior do estabelecimento, coloque adesivos nos pontos onde há maior concentração de pessoas, como nas filas de espera. Informe a todos sobre a capacidade de ocupação máxima do espaço de acordo com os novos critérios e, caso seja necessário, restrinja a entrada de alguns clientes até que outros saiam.

Tão importante quanto manter o espaço físico bem sinalizado é informar os clientes sobre esses novos procedimentos nas mídias sociais. Mostre os cuidados que a loja está tomando para a reabertura do comércio para que todos já cheguem cientes de como devem se portar.

Reorganização do layout

Dependendo do tamanho da loja, pode ser necessário fazer algumas alterações no layout para que as medidas de distanciamento social sejam cumpridas. A organização deve proporcionar uma circulação o mais livre possível, o que pode te levar a ter que abrir mão de alguns itens no mobiliário ou até mesmo alguma gôndola.

As chamadas “zonas quentes” do ponto de vendas também devem ser reavaliadas. Trata-se daqueles lugares onde ficam as mercadorias mais buscadas, áreas de promoção ou áreas em que há uma concentração maior de pessoas, como a região do caixa ou a padaria do mercadinho.

A solução vai depender da área disponível, mas o foco deve estar em alternativas para diminuir o contato. Considere descentralizar os caixas, com terminais espalhados em cantos diferentes da loja, e instale barreiras de proteção onde houver maior contato entre clientes e colaboradores.

Região do caixa de supermercado com mulher empurrando carrinho. À sua frente há dois homens segurando cesta de compras.

Avaliação dos resultados

É importante lembrar que todo mundo está tendo que reaprender a viver nessa realidade pós-pandemia e em alguns casos pode ser necessário repensar algumas estratégias para a reabertura do comércio. Além das autoridades de saúde, também é importante ouvir os clientes e saber o que significa conforto e segurança para eles nesse momento.

Manter um canal de comunicação aberto e dar a devida atenção a todas as críticas e sugestões é essencial. Ainda estamos em um período de muita instabilidade, e os consumidores vão dar preferência para aquelas lojas que se mostrarem aliadas, transmitindo uma imagem de confiança.

A pesquisa pode ser feita através de ferramentas digitais ou até mesmo na loja, após o atendimento. Tão importante quanto perguntar a opinião é gerar ações a partir desse feedback, adaptando o que for necessário para criar uma experiência de reabertura do comércio agradável para todos.

Esse esforço não se limita aos protocolos de segurança, viu? Todos os hábitos de consumo estão sendo repensados, o que pode afetar até o seu mix de produtos. Mas não se preocupe, eu garanto que no Martins você encontra tudo que sua loja precisa!

E para além disso preparamos um Kit Gratuito para Reabertura do Comércio que você vai encontrar clicando aqui. Nele montamos tudo que você vai precisar para se preparar para esse momento: dicas de higienização, planilhas de controle de limpeza, adesivos de chão, cartazes de conscientização para colaboradores e clientes e muito mais.

Tudo gratuito e especialmente feito para o segmento da sua loja. Legal, né? Só um parceiro de verdade faria isso por você! Lembre-se disso: estamos aqui pra te ajudar no que pudermos. Vamos pra cima, varejo!

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome