O regulador para gás é um equipamento essencial para quem utiliza o GLP, ou seja, grande parte da população brasileira. Isso mostra o potencial desse mercado. Esse aparelho é responsável por reduzir a grande pressão que está dentro do botijão para uma pressão menor, que seja adequada ao funcionamento dos fogões residenciais. A indústria joga no mercado cerca de 900 mil peças por mês.

Nesse segmento há outros importantes players, como a Aliança, a Yanes, a Vinigás e a Arin. Mesmo sem a presença de produtos importados, a concorrência é acirrada, devido às rígidas normas de segurança do Inmetro. Como esse equipamento é utilizado em uma atividade que exige muita segurança, o prazo de validade dele é de apenas cinco anos. Passou disso, tem que ser trocado.

O regulador de gás tem um preço final bastante competitivo, em média, de R$ 45,00. É um produto de extrema importância, pois garante a segurança no consumo de gás de cozinha, e que, na ‘teoria’, deveria ser trocado a cada cinco anos e, por isso, poderia ter um valor um pouco maior.

O lojista, ao oferecer o regulador de gás na loja, tem uma excelente oportunidade para vender também a mangueira do regulador, que tem a mesma validade de cinco anos. Quem troca o regulador, também deve mudar a mangueira. Apesar do baixo valor do equipamento, os dois juntos oferecem um bom valor agregado. O Martins,com.br oferece diversos modelos das maiores e melhores marcas do mercado.

Dificilmente um consumidor vai à loja para comprar somente um regulador para gás. Essa compra é realizada por meio de impulso e por isso a categoria precisa ser muito bem exposta. Como é um equipamento que fica “escondido”, uma estratégia que pode dar certo é comunicar ao consumidor que está na hora de trocá-lo. Ao aliar essa comunicação à precificação de splashs promocionais, com o preço definido pelo lojista, a categoria pode responder com boas vendas.

O lugar ideal para a exposição da categoria é nas gôndolas da seção de utilidades domésticas, mas ela também ganha visibilidade e pode apresentar um giro rentável quando exposta em check-outs, em clip strips (para vendas cruzadas). Além da necessidade de se promover a troca do equipamento e da mangueira a cada cinco anos, o que torna a venda garantida, principalmente porque esse é um item de segurança, o lojista pode oferecer o manômetro embutido no regulador, que fornece uma orientação acerca da quantidade de gás dentro do botijão.

 

Dicas para girar bem chuveiros e duchas

– Comunique ao consumidor a necessidade da troca do regulador a cada 5 anos

– O local de origem para a exposição é na seção de utilidades domésticas

– Expor no checkout, em displays, também gera boas vendas

– Incentive o cross-merchandising expondo o produto perto das seções de panelas e de fogões.

 

Sugestão de mix mínimo

Para loja de um check-out: mínimo de 20 peças

Para loja de três check-outs: mínimo de 40 peças

Para loja de oito check-outs: mínimo de 70 peças

 

Fonte: Fala Mart

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.