Home Destaque Setor de hotelaria: como se preparar para a demanda pós-pandemia
atendente fazendo atendimento ao hóspede em recepção de hotel

Setor de hotelaria: como se preparar para a demanda pós-pandemia

0
313

Um bom termômetro para melhorar as expectativas com a economia do Brasil é perceber que o setor de hotelaria também caminha para bons rumos. Com o avanço da vacinação contra a Covid-19 e a consequente estabilização da pandemia, os consumidores retomaram as viagens e estão voltando, aos poucos, a valorizar o lazer.

No ano passado, o volume de receitas do setor de hotelaria despencou cerca de 36,6%. A expectativa da Confederação Nacional do Comércio de bens, Serviços e Turismo (CNC) é de que 2021 finalize com uma alta de 19,8%. Esse cenário é otimista e impacta diretamente no varejo.

Pense com a gente: toda viagem requer gastos com consumo diário de itens básicos como alimentação e bebidas. Fora as outras inúmeras categorias sazonais que movimentam o setor especialmente nesta época de férias escolares e o verão.

A rede hoteleira, as companhias aéreas e de aviação e toda a cadeia do segmento turístico também passam a demandar mais os varejistas com insumos que vão atender o consumidor final. Por isso, é hora de surfar na onda desse momento de recuperação do setor de hotelaria.

Oportunidades a mil por hora

O setor de hotelaria também passou a se adaptar durante a pandemia, já que os números somavam um déficit desesperador para as finanças. Aqui no Brasil, muitas empresas passaram a oferecer combos promocionais e até pacotes para que fossem usufruídos a médio e longo prazos.

Outra alternativa encontrada por muitos hotéis foi abrir o espaço para realização de mini-weddings, que são aquelas celebrações de casamento com poucas pessoas e durante um curto período de tempo.

Até que a taxa de ocupação fosse amplamente flexibilizada, houve ainda hotéis que aproveitaram a estrutura de lanchonetes e restaurantes para oferecer refeições delivery para a localidade.

Se tem uma coisa que o brasileiro sabe fazer bem é se adaptar em meio à crise e não desistir nunca. Agora, com a retomada começando a acontecer, novas oportunidades surgem para o segmento.

Para voltar a atrair clientes, muitas redes passam a focar nas estratégias de marketing para os canais digitais, criando conteúdos mais interessantes para alcançar um maior número de clientes.

Além disso, uma boa oportunidade para ganhar o consumidor é ampliar serviços e cardápio durante a estadia. Inovar neste momento vale tudo, mas não se esqueça: ainda há muita gente cautelosa para sair de casa.

Atenção aos protocolos

O setor de hotelaria precisa manter-se firme quanto aos protocolos de biossegurança, já que ainda estamos em período pandêmico.

O ideal é mostrar para os clientes que o hotel se preocupa com a saúde e a segurança deles. Isso pode ser feito dando ampla divulgação para as medidas que estão sendo seguidas por você.

Cada estado e município aderem às próprias regras e muitos já seguem decretos de plena flexibilização. Mas, no hotel, as medidas de segurança devem prevalecer para as áreas em comum para uma maior segurança a todos.

Jamais se esqueça do álcool gel em todas as áreas sociais e outros higienizadores à disposição dos hóspedes. Os protocolos sanitários também devem ser observados quanto à ocupação dos hotéis. Alguns locais já podem receber 100% da capacidade de hospedagem.

Além disso, eventos sociais e de grande público também começaram a ser realizados com o público máximo, como é o caso de Minas Gerais. A retomada desses eventos também é outro avanço e que favorece tanto o setor de hotelaria quanto o varejo.

A liberação em São Paulo, por exemplo, já volta a estimular os organizadores dos grandes eventos e as expectativas da rede hoteleira, que hospeda os fãs em época de shows.

Fique atento aos decretos vigentes no seu município ou estado para saber como você poderá operar nesse período!

O hóspede na pandemia

Não é porque as atividades econômicas estão praticamente flexibilizadas que vamos nos descuidar, não é mesmo?! E não é porque tudo parece com o “novo normal” que vamos desaprender o que aprendemos com a pandemia até aqui.

O setor de hotelaria apenas começou a decolar e ainda temos uma longa jornada pela frente. O mais sensato neste momento para os empresários do ramo é: pensar estratégias que continuem atraindo os hóspedes durante a pandemia.

Ver o que deu certo, o que estava funcionando e o que pode melhorar. Por isso, vamos reforçar algumas dicas que vão ajudar o setor de hotelaria a atrair mais clientes para este final de 2021 e início de 2022:

  • Fazer decorações temáticas nos ambientes em comum;
  • Criar exposições artísticas ou oferecer atrações culturais;
  • Realizar novas atividades de lazer para crianças e adultos;
  • Apostar no ecoturismo e atividades ao ar livre nas dependências ou proximidades do hotel;
  • Pensar cardápios diferentes do trivial para oferecer aos clientes;
  • Oferecer pacotes gastronômicos para atrair o hóspede pelo paladar;
  • Ampliar a área para redes, bangalôs e espreguiçadeiras, mantendo maior distanciamento;
  • Fazer pacotes promocionais para toda a família ou casais;
  • Manter uma rotina frequente de limpeza e higienização do hotel.

Ah! E vai mais uma dica especial para você! Disponibilizamos gratuitamente um kit para deixar o seu estabelecimento devidamente sinalizado.

Além de adesivos para colocar no chão e auxiliar no distanciamento de clientes, seguindo os protocolos de prevenção da pandemia, também há outras peças para ajudar na sinalização da sua loja.

Tecnologia no setor de hotelaria

Para evitar contato, o uso da tecnologia no setor hoteleiro já é uma regra. Cada vez mais, o hóspede quer usar o próprio celular para fazer o check-in e o check-out, bem como acionar serviços de quarto.

Você pode oferecer esse serviço por meio do WhatsApp, por exemplo. Assim você atende à necessidade do cliente, evita aglomeração de pessoas na recepção e ganha agilidade nos registros de entrada e saída de hóspedes.

Os cardápios físicos nos quartos, por exemplo, já não são usados em alguns hotéis, que optaram por disponibilizar os menus de forma on-line. Assim, o cliente pode usar o smartphone ou tablet para fazer seus pedidos, seja por WhatsApp ou por meio de aplicativos.

As chaves virtuais também podem ser um diferencial para esse hóspede pós-pandemia. A opção faz uma sincronização do acesso ao quarto por meio do celular de cada usuário. Assim, evita-se o uso de chaves tradicionais ou de cartão magnetizado.

Diante de tanta conexão, é importante que o hotel marque presença no mundo digital. Isso inclui não só o WhatsApp, que citamos acima, mas também redes sociais, e-mail, site, Google Meu Negócio, entre outras ferramentas.

Lembre-se, por exemplo, que não basta fazer parte desses canais. É preciso interagir e dar todo o suporte por meio deles aos clientes, que buscam agilidade e segurança.

Gostou das dicas? Antes de ir, dê uma passadinha no texto que fizemos sobre estratégias para atrair hóspedes na pandemia. Nele, apresentamos ações que seguem valendo mesmo nesse momento em que os números da Covid-19 dão uma trégua.

Até a próxima!