Home Destaque 7 dicas para deixar seu site seguro para os clientes

7 dicas para deixar seu site seguro para os clientes

0
526

Por hora, são realizadas 553 tentativas de fraude no e-commerce brasileiro. Os dados são de uma pesquisa da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo e explicam por que muitos dos consumidores ainda se sentem inseguros na hora de comprar online. Mas não precisa se preocupar! Trazemos neste post algumas formas de mostrar para seu cliente que você tem um site seguro.

 

Vender pela internet é muito prático se você tomar certos cuidados para que os usuários acreditem que seu e-commerce é confiável. Então, se liga nas dicas!

Pessoa navegando por galeria de imagens em e-commerce no seu tablet.

1. Disponibilize avaliações dos produtos

A informação mais importante para um potencial consumidor do seu site é a avaliação dos produtos feita por pessoas que já compraram no seu e-commerce. Isso é o que mostra um estudo realizado pelas empresas Lett e Opinion Box.

Os dados estão aí para serem usados ao seu favor, então disponibilize esse tipo de avaliação na sua loja virtual e encoraje seus clientes a avaliarem as novas aquisições deles! E não precisa ter medo de avaliações negativas. De acordo com a mesma pesquisa, apenas 5% dos produtos são avaliados no Brasil, mas, das avaliações feitas, mais de 70% dos artigos são avaliados com nota entre 4,5 e 5!

Então, não perca tempo! Torne seu site seguro para novos clientes com as avaliações de quem já comprou com você.

Mulher fazendo o sinal de positivo com as duas mãos em fundo branco

2. Capriche nas descrições dos produtos

Quando você cria uma loja virtual, precisa carregar todos os produtos. Mas não é por isso que você vai ter preguiça de caprichar nas descrições de cada um deles. Quanto mais informações você fornecer ao seu cliente, mais familiarizado ele vai se sentir com o artigo para decidir se vai comprá-lo ou não.

Lembre-se que ele não pode pegar a peça, então especifique tudo o que conseguir: medidas, cores, material de que é feita, tabela com as dimensões de cada um dos tamanhos disponíveis (para o caso de roupas e calçados)… Quanto mais informações você fornecer ao comprador, mais seguro ele vai se sentir para tomar uma decisão.

3. Tenha fotos que ajudem o cliente

Assim como as descrições, as fotos ajudam o cliente a conhecer melhor seu produto. O primeiro ponto aqui é tirar fotos que valorizem seus artigos. Preste atenção à iluminação e ao ambiente onde você está fotografando para que as imagens não pareçam amadoras.

Outra dica é tirar fotos de vários ângulos, que mostrem bem os materiais e cores do produto. Perceba se as imagens estão retratando fielmente o que você oferece. Além disso, é interessante colocar fotos do artigo sendo usado por alguém. Dessa forma, seu cliente consegue entender melhor as dimensões reais da peça e se imaginar com sua nova compra!

Câmera montada em tripé à frente de quadro com fotos de produtos.

4. Coloque depoimentos no site e nas redes sociais

Uma das maiores preocupações dos clientes ao comprar em uma loja virtual pela primeira vez é a de não receberem o produto pelo qual pagaram. Mas você pode resolver esse problema de uma forma simples. Coloque em seu site depoimentos de consumidores e fotos daqueles que concordarem com sua publicação.

Outra coisa que você pode fazer é estimular seus clientes a postarem fotos quando receberem suas encomendas marcando o perfil da sua marca em suas redes sociais. Facebook e Instagram são poderosos aliados de quem está pesquisando para fazer uma compra, então aproveite!

As pessoas adoram ter seus conteúdos compartilhados, então você vai deixar aquele comprador feliz e, de quebra, fornecer material para quem ainda está pesquisando ver que você tem um site seguro — e que realmente vai entregar os produtos.

5. Atenção às reclamações

Outra forma de pesquisa que ajuda as pessoas a tomarem uma decisão na hora de fazer uma compra online é em sites como o Reclame Aqui, por exemplo. Portanto, é importante ficar atento a possíveis reclamações que apareçam por lá. Sempre responda e tente entender qual o problema do seu cliente para ajudá-lo.

Outro local em que as pessoas costumam fazer reclamações são as redes sociais. É importante fazer esse monitoramento para poder dar assistência a essas pessoas. Isso melhora a imagem da sua marca, que já vai estar sendo alvo de uma crítica.

Existem algumas ferramentas pagas que te ajudam a monitorar os comentários sobre seu negócio nas redes sociais, como Stilingue e Brandwatch, mas, se ainda não quiser pagar por um serviço desse tipo, você pode começar olhando para seus próprios canais! Há reclamações nos comentários dos seus posts no Facebook ou no Instagram? Tem alguém falando sobre sua marca no Twitter? São coisas que você pode checar olhando suas páginas e fazendo uma simples busca nas redes sociais.

Seja nas redes sociais ou em sites de reclamação, é importante os usuários verem que, mesmo quando há problemas, você está lá para resolvê-los. Isso vai ajudar a consolidar sua imagem de site seguro para fazer compras!

Pessoa segurando bloco de madeira com ícone de carinha sorridente. Outros ícones de caras tristes estão sobre mesa.

6. Deixe claro quais são seus canais de atendimento

Mais um fator que deixa o cliente confortável na hora de comprar em uma loja virtual é saber que ele terá por onde se comunicar com você caso tenha problemas. Seja por telefone, e-mail, redes sociais, WhatsApp ou chat no e-commerce, esteja presente para seus consumidores!

Você não precisa estar em todos os canais existentes, mas deixe claro quais são eles e seus horários de atendimento. Assim, seu cliente vai saber onde e quando procurá-lo caso precise.

7. Deixe claro que existe possibilidade de troca

O Código de Defesa do Consumidor estabelece que o consumidor tem direito de se arrepender da compra até sete dias depois de receber o produto e, portanto, de trocá-lo ou devolvê-lo. Acontece que a legislação também exige que os e-commerces deixem essa informação clara no site.

Mas não é apenas pela obrigatoriedade que você deve informar seus clientes que eles podem trocar ou devolver produtos. Isso também ajuda o consumidor a se sentir mais seguro caso faça uma compra e não goste. Se tudo der certo, ele não vai precisar utilizar esse recurso, mas, porque ele sabe da possibilidade, pode tomar a decisão de comprar no seu e-commerce com mais tranquilidade.

Pronto para deixar seu site seguro para atrair muitos clientes? Conte pra gente nos comentários que estratégias você já usa na sua loja virtual!

Deixe um Comentário!

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome