As vendas de smartphones não param de crescer e, segundo dados do instituto de pesquisa Growth from Knowledge (GFK), em 2013 esse segmento correspondeu a 76,8% do mercado de Telecom, saltando para o percentual de 92,1% no ano passado. No Martins, a categoria cresceu 59% no ano de 2014 e a expectativa é que neste ano o percentual de crescimento chegue próximo aos 30%, a despeito do cenário economicamente volátil previsto. Essa projeção mostra que ao longo do ano os smartphones vão consolidar ainda mais a sua posição de destaque.

No último trimestre de 2014, as três principais marcas do mercado, Samsung, Motorola e LG, representaram 81,1% das vendas, com 48,7%, 19,8% e 12,6% de participação, respectivamente. Contudo, independentemente de figurar ou não entre os primeiros em comercialização, a indústria aposta na inovação tecnológica, design, performance, conteúdos e serviços para que os consumidores continuem comprando e trocando os seus aparelhos.

Portanto, este é o momento ideal para acreditar e investir no desenvolvimento desta categoria no ponto de venda, o que potencializará ainda mais as vendas e a lucratividade. O smartphone se tornou um produto de primeira necessidade nos dias atuais, já que inúmeras atividades são realizadas por esta ferramenta, além da função tradicional de realizar chamadas, nos comunicamos por mensagens, acompanhamos as redes sociais, realizamos operações bancárias, registramos os momentos através de fotos, navegamos na internet, temos acesso a uma série de jogos e livros, entre tantas outras facilidades. Ainda segundo a GFK, os smartphones que apresentaram maior aumento nas vendas de 2013 para 2014 foram aqueles que custavam entre R$ 500,00 e R$ 1.000,00, saltando de 35,1% para 49,7% de participação.

Vale ressaltar que em dezembro 2014 os aparelhos com tecnologia 3G representaram 78% do mercado geral de smartphones, enquanto os produtos com tecnologia 4G alcançaram aproximadamente 22% e seguem ganhando participação a cada mês. Quanto ao sistema operacional, 87,7% dos aparelhos vendidos tinham a plataforma Android, 8,2% IOS, seguido do Windows Mobile, com 3,3%. Portanto, a dica é definir um sortimento de produto por faixa de preço, configuração e marca que atenda a todos os tipos de clientes e necessidades.

E os smartphones continuam crescendo como objeto de desejo da população. Dados recentes da consultoria IDC Brasil mostram que a venda desses aparelhos cresceu 49% entre julho e setembro de 2014 em comparação com o mesmo trimestre do ano anterior e que a projeção é de manutenção e crescimento em 2015. Ao levar em conta as tendências de consumo, esses números servem como um indicador interessante para a elaboração das propostas de negócios.

Fonte: Revista Martins Força da Distribuição

 

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.