Home Destaque Snacks saudáveis fazem parte do carrinho de compras do consumidor
mulher com máscara escolhendo snack no supermercado

Snacks saudáveis fazem parte do carrinho de compras do consumidor

0
101

Preparar o café da manhã, ir para a academia, levar os filhos na escola, ir ao trabalho, lidar com os afazeres domésticos etc. Na correria do dia a dia, praticidade é o que os brasileiros têm priorizado mais.

E as refeições, parte tão essencial da rotina das pessoas? Muitas vezes precisam ser substituídas pelos famosos lanches rápidos, os snacks.

O mercado de snacks saudáveis vem crescendo muito nos últimos anos e explorando um mix diversificado de comidinhas com foco na saúde, buscando conciliar a velocidade da rotina das pessoas com a sua saúde.

Hoje vamos falar como esse segmento está conquistado mais as pessoas e porque é tão importante você dar atenção para essa categoria na sua loja.

Afinal, dentro da bolsa, mochila ou mesmo na lancheira das crianças há sempre um snack para forrar o estômago ou complementar uma refeição.

Snacks saudáveis como lanches rápidos

Antes, vamos entender quais itens se inserem a essa categoria. O snack é uma palavra em inglês que significa lanche. Em sua forma verbal, quer dizer comer ou lanchar, daí a abrangência do conceito para o varejo alimentar brasileiro. Basicamente quer dizer refeição rápida e feita entre as principais refeições do dia.

Os snacks, por exemplo, podem ser biscoitos salgados, bolachas recheadas, chips, salgadinhos, pipoca, pretzels, amendoins etc. Em sua linha mais saudável, são produtos como nozes, castanhas em geral, barras de cereal, frutas cristalizadas ou desidratadas, biscoitos integrais, entre outros.

O mercado já oferece também uma série de linhas de snacks focados na alimentação saudável. Geralmente salgadinhos integrais ou veganos, sempre sem glúten e outros aditivos presentes nos comuns.

Por essa característica saudável, os snacks são ótimos candidatos para substituir, às vezes, as refeições principais, sendo boas opções para quem fica muito fora de casa. É a oportunidade de alinhar uma rotina de vida agitada com a nutrição saudável.

Pandemia faz mercado de snacks crescer

Produtos na cesta de compras vermelha

Na pandemia, os lanches saudáveis passaram a estar ainda mais presentes nas compras do consumidor. Estudos mostram que houve um aumento grande na preferência por alimentação saudável, vitaminas e suplementação alimentar durante o período mais restritivo em todo o mundo. Só no Brasil, o crescimento na procura por alimentos saudáveis foi de 27%.

Os snacks já movimentam mais de R$ 22 bilhões por ano no Brasil e a expectativa é que a categoria cresça cerca de 60% ao longo dos próximos quatro anos. Já os biscoitos doces devem perder aproximadamente 3% de seu market share.

A empresa Bloomemberg destacou que o mercado global de lanches saudáveis deve chegar a US$32.88 bilhões até 2025, impulsionada, na maior parte, pelo consumo de barrinhas de cereal e grãos.

Poucas opções na gôndola

O Blog Mindminers fez um estudo com cerca de mil consumidores brasileiros, de todas as regiões do país, para mapear as preferências sobre os lanches. Quando foram perguntados sobre o mercado, a impressão de que há poucas opções saudáveis nas lojas e/ou ofertadas pela indústria foi grande.

Além disso, 34% responderam que é fácil encontrar opções saudáveis para lanchar entre as refeições. Mas 29% discordaram e outros 37% responderam que nem concordavam, nem discordavam.

A confiabilidade nos produtos

De acordo com o Blog Mindminers, outro problema identificado foi a falta de confiança nos produtos. Apenas 19% responderam que confiavam nas opções de snacks saudáveis industrializados disponíveis no mercado. Outros 45% discordaram e 36% ficaram em cima do muro na resposta.

Por parte das fabricantes, o mercado já tem percebido uma forte tendência para garantir a confiabilidade do consumidor. A redução de porções nas embalagens, por exemplo, é uma das alternativas encontradas para atrair os consumidores e incentivá-los a comer na quantidade certa.

As marcas também já estão remodelando as estratégias de mercado para aproximar do estilo de vida saudável e, ainda, das boas práticas. Campanhas e ações de engajamento com esse foco têm sido aderidas nos planejamentos estratégicos das grandes marcas de snacks.

Como remodelar o mix

barras de cereais e castanhas sobre fundo de madeira

Como você viu, há uma forte tendência para aumento das vendas por snacks saudáveis e sua loja certamente terá muito sucesso se apostar nisso. Pra começar, tenha uma boa opção de produtos integrais e naturais como:

Os chips, salgadinhos ou carinhosamente chamados de “belisquetes” também não costumam faltar no carrinho de compras do consumidor. Especialmente, os saudáveis. E as opções são variadas:

A contrapartida do varejista

Conforme dados da Euromonitor International, as lojas varejistas dominam a comercialização de snacks com 99% das vendas. Por isso é tão importante trabalhar com marcas tradicionais ou até mesmo uma segunda linha que garanta qualidade dos produtos.

Aposte em destacar uma vasta área da sua loja dedicada apenas para produtos e snacks saudáveis e de procedência incontestável. Além disso, sempre prestar informações confiáveis ao consumidor para que ele sinta segurança na sua loja e nos produtos que você está vendendo.

Lembre-se de concentrar parte das atenções para os seus clientes da geração dos millennials, também conhecidos como geração Y, que são pessoas nascidos entre o período da década de 80 até o começo dos anos 2000. São eles os responsáveis por concentrar o maior poder de compra em itens dessa categoria.

Lembre-se também que você pode contar com o Martins para reforçar seu mix de snack saudáveis para atender a demanda dos clientes!