Home Dicas Covid-19 Como vender mais com vendas ativas na pandemia?

Como vender mais com vendas ativas na pandemia?

0
1635

Não é preciso ser especialista para saber que vender mais está atualmente no topo das prioridades dos varejistas brasileiros. Essa preocupação faz parte do jogo, mas com a pandemia os esforços precisam ser redobrados para garantir a sobrevivência da empresa. Sabe o que isso quer dizer? Hora de investir em vendas ativas!

 

Um vendedor experiente sabe que não dá para passar a vida esperando que os clientes batam na porta. Além de perder oportunidades de vender mais, qualquer imprevisto que afete a clientela – como uma pandemia – pode desestabilizar perigosamente a receita.

Infelizmente, previsões apontam que a pandemia vai aumentar o desemprego e a falência de empresas e já estamos vendo alguns exemplos por aí. Mas tenha calma!

O melhor antídoto para o desespero é colocar a mão na massa, e as vendas ativas são a melhor estratégia para contornar a situação e ainda vender mais. E, como sempre, estou aqui para te ajudar a desviar seu negócio das estatísticas negativas da pandemia.

Continue a leitura e veja como incorporar esse tipo de venda no seu processo comercial!

gráfico-dados-vendas-ativas

Vendas ativas: como vender mais na pandemia

Trabalhar com esse tipo de vendas nada mais é do que estar disposto a bater na porta dos consumidores ao invés de esperar o contrário. Se antes bastava ter o ponto de vendas em um local com um grande fluxo de pessoas para garantir o faturamento, a história agora é outra.

Num contexto de pandemia, sabemos que não dá para literalmente bater na porta dos clientes como faziam os representantes e vendedores externos. Mas a boa notícia é que é possível incorporar as vendas ativas nos canais de atendimento à distância, como o telefone e a internet.

Olha só!

1) Prospecção: quem são seus leads?

Para “bater na porta” dos consumidores e fazer vendas ativas, é preciso, antes, saber onde ir, certo? Com uma boa prospecção, você economiza tempo e aumenta suas chances de vender mais, já que o esforço será direcionado para quem tem mais chances de comprar.

Muitas empresas negligenciam a importância dessa etapa e compram bancos de dados, mas essa não é uma escolha inteligente. Do que adianta gastar seu tempo ligando para quem está fora do seu alcance de entrega, ou que não tem nada a ver com o perfil da loja?

Perfil de um homem usando óculos e máscara com a cidade ao fundo

Se você tem um hotel, por exemplo, durante a pandemia é mais eficiente ir atrás de responsáveis por convenções e eventos que foram adiados, do que tentar vender pacotes individuais. Essas pessoas também estão em busca de soluções para seus negócios e as chances de vender mais, em uma boa parceria, são maiores.

Além da boa e velha pesquisa de mercado, o marketing digital pode ajudar bastante nas vendas ativas. Ao produzir conteúdo, você consegue identificar o perfil de quem interage com seus materiais e ainda consegue montar uma rede de contatos para fazer divulgação.

Fala, Mart!
Se você tem uma academia, aquela pessoa que clica em tudo que você posta sobre exercícios físicos em casa é quem você deve contactar para oferecer aulas online! É o seu lead perfeito!

2) Preparação para o contato personalizado

O segredo de quem domina a arte das vendas ativas está na capacidade de falar a mesma língua do consumidor, independente de quem ele seja. Em outras palavras: atendimento personalizado.

Nesse momento, todas as empresas estão buscando formas de vender mais – inclusive seus concorrentes. Para se destacar, é preciso entender quem é o seu lead, quais são suas necessidades e, principalmente, como seu negócio pode fazer a diferença na vida dele durante a pandemia.

Quanto mais personalizado for o contato, maiores serão as chances de capturar sua atenção e, consequentemente, vender mais.

Homem usando máscara e óculos escuros em um banquinho no meio da rua próximos de outras pessoas que também usam máscara.

Ao invés de bombardeá-lo com ofertas, estruture sua estratégia mostrando como os produtos e serviços que sua empresa oferece podem ser soluções para os problemas específicos daquele cliente. Lembre-se ele deve ser o protagonista!

Continuando a conversa sobre os hotéis, se você quer vender pacotes de hospedagem para um determinado evento, pesquise sua história, o perfil dos frequentadores, tenha em mãos dados sobre a retomada do turismo após a pandemia e agregue valor. Coisas simples, como um cardápio personalizado, são diferenciais que só as vendas ativas alcançam!

3) Mão na massa!

Finalmente é hora de entrar em contato com o consumidor. Para as vendas ativas em tempos de pandemia, você pode “bater na porta” do seu lead de diversas formas, como telefone, WhatsApp ou e-mail. Mas tenha sempre em mente que cada um desses canais possuem linguagem e timing próprios, hein!

Para aplicar as vendas ativas em um restaurante, por exemplo, você pode compartilhar o cardápio do dia pelo Whatsapp. Já o e-mail pode ser melhor usado para vender aulas online da sua academia de ginástica. O telefone, por sua vez, funciona melhor na hora de negociar com empresas maiores, para entrar em contato com um gestor de compras, por exemplo.

Homem de óculos sorri e segura celular na orelha. Ele está sentado no escritório olhando para a tela de um notebook aberto.

Sua equipe deve estar munida de todas as informações coletadas nas etapas de preparação e ser treinada para fazer um atendimento humanizado. Traçar uma estratégia é bem diferente de decorar um roteiro de vendas, e para vender mais também é preciso saber ouvir e ter jogo de cintura para adequar a oferta a partir das demandas que o cliente apresenta.

A flexibilidade pode fazer toda a diferença na hora de aumentar as vendas durante a pandemia e esse é outro diferencial das vendas ativas. Estabeleça, antes, uma margem de negociação com seus colaboradores, seja nos descontos, formas de pagamento ou até algumas vantagens extras, como frete grátis.

Viu como é possível vender mais mesmo na pandemia? Para outras dicas como essa, não perca minha série especial sobre a COVID-19!

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome