Home Destaque Como aumentar a venda de ventilador e ar-condicionado neste verão
Criança se refrescando em frente ao ventilador

Como aumentar a venda de ventilador e ar-condicionado neste verão

0
366

Nesse calorão de fevereiro muita gente sai à procura de ventiladores e ar-condicionado para comprar. Algumas pesquisas comprovam que basta uma noite mal dormida para que o cliente final decida comprar logo no dia seguinte. E para te ajudar a aumentar suas vendas desses itens, vou te dar algumas dicas.

 

No verão todo mundo só pensa na melhor maneira de lidar com o calor. Tem gente que prefere ir à praia, outros procuram uma piscina e tem aqueles que não trocam o conforto de casa com um bom ar-condicionado por nada.

Criança se refrescando em frente ao ventilador

Só que a questão aqui é outra: os ventiladores e ares-condicionados não são exclusivos para esse terceiro grupo. Eles são pra todo mundo. A praia perde a graça à noite e não dá pra ficar o dia inteiro na piscina, né? É por isso que os ventiladores e ares-condicionados são tão procurados no verão – no Brasil, eles são simplesmente essenciais.

Mas disso você já sabe, não é? Se você vende esses produtos, imagino que perceba um aumento nas vendas nessa época do ano. O que você precisa saber mesmo é como vender mais e é isso que eu vou te contar nesse texto. Vem comigo?

Ventilador de piso com hélices metálicas e corpo de aço escovado, em fundo branco.

No verão vendemos muito mesmo?

Bom, quem vende já sabe que sim. Mas para quem ainda não vende, posso te afirmar que essa é a hora de comprar. Investindo nessa categoria as suas vendas podem aumentar consideravelmente!

Segundo a pesquisa do Ministério de Minas e Energia, de 2018, o consumo elétrico só com ar-condicionado mais que triplicou entre 2005 e 2017. O brasileiro teve mais crédito e isso expandiu o consumo, e sabe o que ele foi comprar? Isso mesmo, ventiladores e ares-condicionados.

A indústria também vende mais e por isso, oferece negociações mais vantajosas. A Mondial, referência no setor de eletrodomésticos, registrou um aumento de 70% nos seus pedidos em janeiro do ano passado, por exemplo.

Mas não é só vender muito que você quer, é vender ainda mais do que o esperado, certo? Então veja essas dicas que preparei que, se aplicadas, podem fazer seu faturamento decolar. Bora?

Merchandising direto no PDV

Hora de ser criativo e colocar o produto em destaque. Você precisa de vendedores por perto, é claro, mas uma técnica de vendas interessante é posicionar ventiladores ligados na entrada da loja! ! Uma dica boa é colocar fitinhas amarradas na grade dos produtos, parece simples, mas atrai olhares e chama atenção dos consumidores.

Ative seu PDV com o máximo possível de aparelhos em uso ou prontos para testes. Deixe tomadas perto dos seus displays (o Carrefour faz isso na sua sessão de eletrônicos com gôndolas cheias de tomadas) e, quando alguém perguntar sobre o produto, faça questão de testar com o cliente na hora.

Segundo a pesquisa feita pelo Point of Purchase Advertising Institute, 85% dos brasileiros decidem sobre a compra no ponto de venda. Sabe o que isso significa na prática? Que o atendimento é o grande diferencial na hora de converter uma “olhadinha” em venda!

O cuidado deve começar na fachada, com uma boa impressão para que o cliente chegue até os produtos. A loja e os produtos devem estar limpos e com iluminação adequada.

Unidade de ar condicionado sob um lugar plano de fundo cinza

E já que estamos falando sobre a experiência no PDV você precisa de um bom treinamento para ter o melhor atendimento possível. Quem quer comprar ventilador e ar-condicionado está procurando resolver um problema. O responsável pelo atendimento precisa entregar as informações relevantes e garantir o produto escolhido cumpra as expectativas do cliente.

Demonstrar compreensão e auxílio frente a essa situação que eles estão vivendo é um grande diferencial.

Mix de ventiladores e ares-condicionados para vender mais

Vender mais ventiladores e ares-condicionados é mais fácil quando você tem os produtos certos para o que cada cliente precisa. Variedade é de longe a melhor estratégia que você pode adotar e isso inclui mostrar produtos de todas as faixas de preço, de várias marcas, modelos e funcionalidades.

E claro, você não pode esquecer das novidades em ventiladores e ares-condicionados. Então vou te propor um exercício: que tal a gente se aprofundar nessa conversa dando um mergulho pelas categorias de ventiladores e ares-condicionados? Vem comigo!

Novidades e grande variedade em ventiladores? Tem sim senhor (a)!

O mix de ventiladores e ares-condicionados está sendo atualizado a cada verão. Estamos entrando em 2020 com muitas novidades e, para vender mais, apresentá-las é simplesmente necessário.

Aliás, vai até um pouco além de vender mais. Ter os modelos mais interessantes atrai mais clientes e facilita o negócio, mas também garante que ninguém deixe sua loja para pesquisar um modelo que a concorrência tinha e que não encontrou na sua prateleira.

Acompanhe nossas sugestões do que há de mais moderno em ventiladores. Veja:

  • Ventiladores de todos os tipos: vender só ventiladores de mesa não dá, não é? Quanto mais variedade, mais você vende. Os itens básicos são: Ventiladores de teto, ventiladores de coluna, ventiladores de mesa e ventiladores de parede, além dos outros que falarei abaixo.
  • Ventilador + Repelente: Esses modelos moderninhos da Arno e da Mondial refrescam o ambiente ao mesmo tempo que espantam os mosquitos, outro problema sério nos verões úmidos brasileiros. O refil é de pastilha e você encontra aparelhos de 3, 6 e 8 pás. E o melhor: eles não fazem mal à saúde humana, nem aos bichinhos de estimação.
  • Ventiladores com controle remoto: eles facilitam a vida do consumidor, já que não é necessário levantar da cama no meio da noite, por exemplo, para ligar ou alterar a velocidade do aparelho. Legal, né? Nem todo mundo conhece, por isso não deixe de oferecer e mostrar esse diferencial.
  • Ventiladores de múltiplas pás: já foi a época que ventiladores eram só aqueles modelos de três pás. Hoje em dia você precisa vender todas as suas variações, como os de 4 pás, 6 pás ou até de 8 pás que lidam com qualquer calor. Eles oferecem um fluxo de vento mais constante e têm chegado cada vez mais silenciosos ao mercado.

Tem ar condicionado de todo tipo

Lembra no começo do texto que a gente tava falando do quanto o consumo elétrico aumentou por causa dos ares-condicionados? Isso quer dizer, naturalmente, que pelo menos desde 2007 o brasileiro tem se interessado cada vez mais por esses aparelhos, o que demanda um nível educativo maior sobre o tema, já que os clientes se tornam específicos em suas escolhas.

Então veja o que você pode oferecer para agradar a todo tipo de cliente:

  • Ar-condicionado Inverter: esse modelo de ar-condicionado é muito recomendado para escritórios e ambientes maiores que necessitam de potência acima de 30 mil BTUs. Sua maior vantagem é a economia de energia, por manter a temperatura sempre constante e, portanto, seu condensador trabalha menos, poupando mais o bolso ao fim do mês.
  • Ar-condicionado Split: o Split é um modelo de ar condicionado “dividido” – por isso o nome. Ao invés de uma única unidade, o Split tem o módulo de refrigeração, que fica dentro do ambiente, e o compressor, que fica do lado de fora. Conectar as duas partes é fácil e normalmente não requer a quebra da parede, como os modelos antigos.

É só passar a mangueira de conexão e pronto. Mas não façam isso em casa crianças! Instrua seu cliente sempre a contratar um montador especializado, pois a maioria das marcas suspendem a garantia caso o aparelho tenha sido instalado por profissionais não credenciados. Fique atento!

  • Ar-condicionado de janela: é o modelo mais simples, mas também o mais em conta. É importante oferecê-lo na loja para garantir mais variedade e para atingir todas as faixas de consumidores.
  • Ar-condicionado portátil: Isso mesmo, ele é pequeno e dá pra levar para qualquer lugar! Parece sonho mas não é, já existem esses modelos com preços bem acessíveis no mercado, e você não pode deixar de tê-lo em estoque, combinado?
  • Todos os BTUs: BTU é a unidade de medida que indica a potência de um ar-condicionado. Quando maior for a medida, mais capacidade de resfriamento ele terá. Sabendo disso, é preciso sempre perguntar ao cliente em qual ambiente o ar será instalado e com qual objetivo, para oferecer o modelo certo e satisfazer a necessidade do seu cliente.
  • Quente e frio: Você já conhece essa opção? Ele é ideal para atender as necessidades de quem mora em regiões com grande variação de temperaturas entre inverno e verão, como a região sul do país, por exemplo. No modo quente ele funciona como um aquecedor e, no modo refrigeração, ele deixa o ambiente geladinho como os modelos convencionais..
  • Cortina de ar: Ah, se você vende ar-condicionado, não pode deixar faltar essa belezinha na sua loja. Ela é ideal para ambientes que não podem ficar com a porta fechada, como a entrada de uma loja ou a recepção de uma empresa.

Sua função é evitar que o ar refrigerado escape do ambiente, ao mesmo tempo que impede também a entrada do ar quente vindo de fora. Assim o consumidor economiza energia e evita forçar o motor do ar-condicionado, estendendo também a vida útil do aparelho. Muito legal, né?

Climatizadores e Umidificadores

A dica que eu te dou é: Invista também em climatizadores e umidificadores de ambiente. Os climatizadores funcionam como um ventilador que também umidifica, o que é um ótimo argumento para as vendas.

Já os umidificadores são extremamente necessários em regiões mais secas, onde as chuvas de verão não são suficientes para aumentar a umidade do ar.

Exponha esses produtos ligados na loja – especialmente os umidificadores – e mostre suas funcionalidades. Talvez, com a compra de um ventilador ou ar condicionado seu cliente possa ganhar um descontinho no umidificador, o que acha?

Variedade de marcas

Se você é um lojista focado em agradar todo tipo de cliente, precisa ter produtos que agradem à maioria deles, certo? Para isso, tenha sempre marcas de curva A – aquelas mais top do mercado – mas também não deixe de trabalhar com marcas de curva B e C, que também trazem boa rentabilidade e vendem muito.

Todo cliente merece e precisa ser bem atendido, recepcionado e satisfeito, aproveite o embalo e leia nossa matéria sobre como fidelizá-los para que comprem na sua loja em qualquer estação do ano.

Boas vendas e até a próxima!

Deixe um Comentário!

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome