Home Destaque Aposte em vídeos para as redes sociais
Homem gravando vídeo pelo celular

Aposte em vídeos para as redes sociais

0
165

As mídias digitais se popularizaram ainda mais na pandemia e passaram a ser a principal vitrine do varejo. Além da publicação dos tradicionais conteúdos, em texto e foto, os vídeos começaram a distrair e atrair muitos consumidores que não tiram o celular da mão. Hoje vou mostrar como os vídeos para as redes sociais da loja são estratégicos para os negócios.

O YouTube com certeza você já conhece. É uma das maiores plataformas de compartilhamento de vídeos do mundo e já vinha sendo bastante usada por alguns segmentos varejistas.

Mas você também deve ter ouvido falar do TikTok, do Kwai e até o Reels do Instagram. Essas plataformas ficaram muito populares durante a pandemia e tem gente fazendo muito sucesso com os vídeos curtos que podem ser compartilhados por elas.

De forma gratuita, você pode usufruir dessas redes também e entreter o seu público, convertendo essas visualizações em vendas e na fidelização dos clientes. Desde que, claro, usadas na medida certa.

Vídeos para as redes sociais são tendência

O público jovem tem migrado bastante para essas redes sociais de vídeos. E pense: esse público é parte considerável dos clientes da sua loja, representando uma parcela importante das vendas.

E mesmo se o seu público for um pouco mais seletivo e com a faixa etária mais acima, não quer dizer que você precisa abortar os vídeos. Trabalhe conteúdos diferentes e mais atrativos para esses clientes – não é o formato que muda, mas sim o conteúdo.

Uma coisa é garantida: os vídeos têm aceitação em todas as faixas etárias, e o Instagram está priorizando sua plataforma Reels para competir com o Tik Tok. Então, fazer vídeos é uma questão de necessidade. Você só precisa entender o que vai dizer.

Dá para explorar muitos assuntos: histórias interessantes, ofertas, receitas se sua loja for de varejo alimentar, dicas para cuidar de plantas ou dos pets, passo a passo para pequenos reparos etc. Vai do seu segmento, da sua criatividade e da demanda do seu público!

Antes mesmo de cogitarmos a pandemia, o cenário já apontava para uma grande ascensão do marketing de vídeo. Os especialistas do segmento chegaram a estimar que, até 2020, mais de 80% do tráfego de dados da internet seria correspondente aos vídeos.

Isso é uma realidade e ela pode ser muito favorável ao seu varejo. São bilhões de visualizações diárias nas variadas redes sociais. São milhares de pessoas querendo assistir alguns segundos de conteúdo e entretenimento em imagens dinâmicas.

Você pode usufruir disso para se comunicar melhor e com mais qualidade com o seu público, bem como atrair novos consumidores para a loja. Para isso, você precisa estar atento às novidades das plataformas, o que está repercutindo, quais as famosas dancinhas do momento ou os memes que viralizaram.

Criando o conteúdo

Quando você identifica os clientes, é o momento de pensar qual conteúdo trabalhar nesses vídeos. Mesmo que você não tenha uma equipe de marketing focada nisso, converse com os seus colaboradores e até mesmo com os clientes para pensarem juntos quais temas podem ser trabalhados em vídeo.

Lembra que falei acima sobre ficar ligado no que tem acontecido na internet e nessas redes sociais de vídeos? Nessa etapa isso vai ser muito importante para usar a criatividade.

Outra dica que temos para você é focar na criação de vídeos curtos. A grande maioria dificilmente vai consumir vídeos muito longos. Então a duração é um fator essencial e as principais redes sociais limitam em até 60 segundos esse tempo – para os Reels do Instagram, são só 30 segundos.

Prolongar demais esses conteúdos pode acabar indo contra o resultado que você está buscando: as pessoas vão encerrar a reprodução antes de finalizá-la, muitas ainda podem deixar de seguir a página e você não vai fisgar esse cliente como gostaria.

A interatividade é também uma boa aposta para as criações. Vamos pensar em um exemplo?

Você tem uma loja de material de construção e no seu vídeo você simula a instalação de um chuveiro elétrico ou a troca de uma resistência. Você pode mostrar o passo a passo dessas etapas e sugerir o uso de veda rosca, fita isolante, alicate e outras ferramentas.

Além de aproveitar o contexto de inverno, quando a demanda pela troca de chuveiros é grande, você pode ainda dar dicas de segurança para que ele mesmo faça a instalação do item sem nenhum risco.

Não se esqueça de reforçar nos vídeos que na sua loja ele tem à disposição todos os itens que precisa para fazer esse serviço corretamente em casa.

Como criar vídeos para as redes sociais?

Vista superior de duas pessoas usando smartphones com instagram e TikTok

Ok, já te mostrei a parte mais técnica de como criar vídeos para as redes sociais. Mas eu sei o que você está pensando: como colocar isso em prática? Que tipo de vídeos começar a fazer?

Veja essas dicas aqui embaixo para descobrir agora:

Trabalho em equipe

As pessoas gostam muito de ver o que acontece nos bastidores e quem são as pessoas que estão à frente do vídeo. É legal que você faça esse trabalho todo em equipe e conte com a ajuda dos seus colaboradores, colocando-os mais próximos do cliente, mesmo que no ambiente virtual.

Depois de criar o conteúdo principal, você pode fazer um vídeo mais curto mostrando o making of da produção. Sabe as famosas dancinhas do TikTok? Talvez é bom considerá-las em algum momento de descontração e colocar seus vendedores para mexer o esqueleto. Junte você também a eles.

Compartilhamento de vídeos

A divulgação desses vídeos também precisa ser feita. Faça um breve texto descritivo e compartilhe em outras redes sociais e no WhatsApp para que os seus consumidores possam assisti-los.

Quando fizer vídeos tutoriais ou com dicas para o seu segmento, talvez seja necessário colocar o conteúdo escrito no feed ou na descrição do vídeo para complementar o seu vídeo.

Divulgue produtos e serviços

Posso divulgar meus produtos e os meus serviços? Deve! Grande parte dos consumidores que estão em plataformas de vídeos compra algum produto exatamente depois de assistir.

Assim como a ideia do vídeo interativo, você pode pensar em vários outros conteúdos onde seja possível utilizar os próprios produtos que você vende na loja. Seja dinâmico para captar a atenção do seu consumidor.

Atente-se às ferramentas

Não é preciso ser nenhum expert para criar vídeos para as redes sociais. A internet oferece uma série de tutoriais ensinando o passo a passo. As próprias redes sociais também disponibilizam informações necessárias.

Mas há algumas situações para você se atentar. O formato do vídeo é uma delas. Vai depender de qual rede social, mas o ideal é que esses vídeos sejam gravados na vertical, especialmente falando em stories do Facebook ou Instagram, e o TikTok. Já para o YouTube, o recomendável é vídeo na horizontal.

Pra fechar, olha só outras dicas para gravar vídeos para as redes sociais:

  • Áudio: já reparou que na maioria das vezes as pessoas começam a assistir vídeos com o áudio desligado? É muito comum isso acontecer, mas nem por isso as gravações precisam ser mudas. A dica é usar legendas ou letterings para quem está vendo o vídeo, mas que por algum motivo não pode ativar o som;
  • Legível: se vai usar recursos como imagens, gráficos e textos é preciso deixar tudo legível, sem qualquer tipo de dificuldade de leitura;
  • Qualidade: já que vai começar a gravar vídeos, mesmo que sem tantos recursos, eles precisam ser de qualidade. Como citei acima, pense no contexto que quer explorar e execute, mas faça seguindo um cronograma: quem vai gravar, qual o roteiro, cenário, as falas, legendas, edição etc.;
  • Tipo de conteúdo: você pode gravar vídeos com depoimentos, tutoriais, demonstração de produtos, ofertas, lançamentos, campanhas, curiosidades, desafios, entre outros assuntos. O importante é marcar presença com vídeos para as redes sociais.

Reforço que cada plataforma possui recursos exclusivos e personalizados para o gosto e objetivo diverso. Dê aquela famosa pesquisada nessas ferramentas e faça testes antes de criar o vídeo definitivo, aquele que vai pro ar.

Ah, outra sugestão é usar influenciadores digitais para gravar vídeos para as redes sociais. Eles podem conseguir um engajamento maior para os perfis e, consequentemente, aumentar as vendas.

Até a próxima e boas gravações!