Home Dicas Datas Especiais Vitrine de Natal: use as estratégias certas para deixar a loja no...
casal usando máscaras vendo uma vitrine de natal

Vitrine de Natal: use as estratégias certas para deixar a loja no clima

0
302

Que bom ter você aqui de novo! Estamos às vésperas do dia 25 de dezembro e você já sabe que aqui gostamos de trabalhar os principais assuntos do varejo e do mercado. Hoje, nosso papo será sobre vitrine de Natal.

Sempre que estamos em um período de celebração, é claro, as vendas tendem a aumentar. Neste ano, por exemplo, espera-se que a típica compra de presentes injete quase R$ 70 bilhões na economia. Uma boa hora para fidelizar os clientes, não é mesmo?!

Logo, se o assunto envolve atrair, conquistar e se estabelecer, nós temos que conversar sobre a apresentação da sua loja. Mais especificamente sobre a vitrine de Natal.

Como já temos conversado por aqui, vender, atualmente, não se restringe a concluir o pagamento. O consumidor quer experiência. Portanto, decorar a sua vitrine de forma criativa para o Natal também é transformar as vendas na jornada do seu público.

Mas o que é um PDV criativo?

A palavra criativo vem do latim creare. Ou seja, criar, produzir coisas novas. Entretanto, ter um PDV criativo está longe de obrigar você a “inventar a roda”. A criatividade da sua vitrine de Natal pode estar justamente em reinventar.

Isso mesmo. Você pode muito bem usar as referências que conhece. Mas, o que vai fazer a diferença é a forma como irá trabalhá-las. Não se engane: há muito valor em territórios já explorados.

Quer saber como? Analise comigo: o seu cliente quer viver uma jornada de consumo, certo? Ele quer resolver um problema e ver sentido na experiência com a sua loja.

Afinal, certamente seu estabelecimento não é o único com aquele determinado produto. Talvez o preço que você pratica também não é exclusivo. Então, qual o segredo?

Se fizer uma pesquisa, é muito provável que as respostas fiquem entre algumas das opções que vamos citar. Para alguns, o diferencial é a localização da loja. Para outros, as opções de pagamento. Há aqueles que gostam demais do atendimento. E por aí vai.

O que todas essas respostas têm em comum é o clima que a sua loja proporciona. Seja pela localização, pelas pessoas ou estrutura e até mesmo por uma mistura dessas possibilidades.

Assim, quando for pensar na sua vitrine de Natal, foque mais em garantir uma boa experiência. Se for inovadora, ótimo. Caso contrário, basta que ela provoque no cliente o desejo de voltar.

Obviamente, não só no Natal!

Como a loja pode entrar no clima de Natal?

Para além de qualquer questão religiosa, o Natal é uma festa emotiva. Muitas famílias só se reúnem mesmo nessa época do ano. Dessa forma, a data envolve, principalmente, memórias e acolhimento.

Mas, antes de seguirmos, façamos um pequeno exercício. Vamos chamar de “Desbloqueio da Criatividade”. Vamos lá, é rapidinho e bem simples, mas, vai valer a pena.

Em primeiro lugar, procure tirar a tensão dos ombros. Tente relaxar e apenas respire. Puxe o ar pelo nariz e solte com calma pela boca. Repita esse movimento prestando atenção, mas sem cobrança. Legal, né? Seu foco agora está bem melhor.

O próximo passo é buscar nas suas lembranças um momento da sua vida em que você realmente se sentiu feliz ou em paz. Você escolhe. Tire alguns minutos para refletir. Se puder, feche os olhos e tente recuperar essa sensação.

Que bom é voltar, ainda que por alguns momentos, àquele lugar ou àquela situação que nos fez tão bem! Pois cuidar da sua vitrine de Natal pode provocar uma experiência semelhante no seu cliente.

Elementos decorativos ajudam na comunicação

Para definir o que entra na sua vitrine de Natal, volte-se para o perfil do seu público. Por exemplo, veja o caso da nossa parceira Cíntia. Ela tem uma loja de brinquedos para crianças de 0 a 5 anos.

Cíntia sabe que “Mundo Bita” é um grande sucesso entre esse público e os pais nutrem certo carinho pela animação. Neste fim de ano, ela pensou em fazer uma releitura dos personagens do desenho para a vitrine de Natal.

Alguma dúvida de que a jornada de compra será inesquecível para muitos clientes? Ainda que as crianças não estejam presentes neste momento, a decoração sugerida tem elementos que conversam com os adultos.

O próprio Bita é um apresentador de circo. As histórias são recheadas de aventuras que remontam à infância desses clientes pais, tios e avós. Além do mais, os detalhes comuns ao Natal estarão presentes, como o gorro vermelho, as luzes, a árvore.

Percebeu como a Cíntia conseguiu ser criativa com as referências conhecidas? Você também pode. Olhe ao seu redor e aproveite.

Surpreender faz parte do jogo

Ao preparar a vitrine de Natal, lembre-se de que a visão é só um dos sentidos que utilizamos. Audição, paladar, tato e olfato também nos ajudam a construir experiências.

Portanto, pense em maneiras de integrar esses estímulos ao PDV. Essa influência pode estar em uma música, em itens de degustação, no aroma borrifado na loja.

Obviamente, é preciso certa cautela na escolha desses elementos porque ainda enfrentamos casos de Covid-19 no país. Contudo, as possibilidades são infinitas e algumas se enquadram no perfil da loja.

Sua equipe complementa a vitrine de Natal

Outra dica é: inclua a sua equipe no conceito da vitrine de Natal. Os colaboradores da loja precisam andar junto com a proposta para o período.

Aqui eu falo primordialmente do atendimento. Como você bem sabe, sempre é bom repassar algumas orientações sobre recepção e condução dos clientes.

Na parte estética, você não precisa necessariamente disponibilizar fantasias para o período. Tampouco é obrigatório o uso de gorros vermelhos. Se faz sentido para a sua empresa, tudo bem. Se não, encontre outras maneiras de reforçar a data.

Um exemplo é personalizar os crachás com motivos natalinos. Há ainda empresas que criam camisetas temáticas para essa época e distribuem entre os colaboradores.

Mas, saiba que nada vende mais do que um sorriso no rosto e aquela cordialidade praticada durante todo o ano. É quase como um abraço. Pode acreditar!

8 estratégias para ter um PDV criativo para o Natal

mulher gravando áudio usando o smartphone

Agora que repassamos alguns fundamentos para uma decoração bem planejada, separamos oito estratégias para ajudar nesse desafio. As sugestões a seguir tratam de itens que vão incrementar sua vitrine de Natal.

1. Totem

Com esse recurso, você vai chamar a atenção para produtos específicos e até fortalecer a decoração da vitrine de Natal. Mesmo o totem do dispenser de álcool gel pode ajudar a compor o ambiente, se devidamente personalizado.

2. Adesivo personalizado

Nessa estratégia, sua loja tem um aliado bastante versátil. Sua aplicação é simples e de baixo custo. Vai bem tanto na vitrine quanto em paredes e caixas. Há ainda diversos tipos de acabamento, como fosco, transparente e recortado.

3. Móbile de teto

É outra estratégia que, assim como o adesivo, pode ser usada em todos os pontos da loja. O móbile de teto é muito usado para destacar promoções e ajudar na identificação das seções do PDV. Especificamente para a vitrine de Natal, pode ficar bem interessante no formato de bolas natalinas.

4. Cubos para decoração

Eles têm função similar à do totem, pois podem chamar a atenção para produtos e fortalecer a decoração. Dependendo do material, pode se tornar um ponto de descanso para que os clientes aproveitem mais o ambiente da loja.

5. Telas digitais

Podem ser uma solução elegante e prática, especialmente neste período em que o movimento aumenta na loja. Além de ajudarem na orientação da vitrine de Natal, chamam a atenção do cliente.

6. Wobbler

Essa peça publicitária é comum de ser vista em supermercados. Disposta na altura dos olhos do consumidor, destaca características do produto para diferenciá-lo dos concorrentes. É ainda uma ferramenta para divulgar promoções e lançamentos.

7. Gôndola

Aqui está uma estratégia tradicional, mas bastante eficiente. Colocada na ponta ou no meio dos corredores, estimula o interesse do consumidor pelos produtos destacados.

8. Ilhas

Para a vitrine de Natal, monte ilhas em pontos estratégicos com produtos temáticos. Por exemplo, monte uma ilha de panetones no setor de sobremesas ou vinhos no corredor de massas. A ideia é destacar os carros-chefes dessa época do ano, lembrando o cliente que há combinações disponíveis.

Dica bônus: o seu cliente divulga

A lista terminaria aqui, mas temos uma dica bônus. Em conversas anteriores, falamos bastante da importância das redes sociais para as vendas.

Nessa lista entram o Instagram e o Facebook. Eles são uma grande vitrine para a sua loja física na internet. Não se esqueça do WhatsApp, hein!

Entre as vantagens, está a divulgação espontânea por parte de clientes. Então, por que não criar espaços dentro da loja que servem de moldura para as publicações dos consumidores?

Há modelos de totens feitos especialmente para tirar fotos, formando silhuetas de personagens. Você também pode aproveitar pequenos espaços e colunas fazendo um tipo de mural com enfeites e identificação da loja. Assim, servirão de fundo para muitos cliques.

E já que estamos falando de redes sociais, use-as também como vitrine de Natal da sua loja. Se precisar de ajuda na hora de fazer fotos de produtos e vídeos conte com a gente!

Aliás, conte com a gente sempre, pois estamos sempre atentos às suas demandas e queremos muito que você faça boas vendas.

Até mais!