Já está mais do que comprovado o que a Black Friday representa para quem vende produtos ou serviços pela internet.  Ao longo do tempo da sua existência no Brasil o dia vem apresentando resultados surpreendentes. Muitos e-commerces e lojas físicas divulgam números que atestam vender, num único final de semana, o equivalente a um mês inteiro de faturamento.  Estratégias corretas, bem planejadas, rapidez, segurança e mix correto, que você encontra aqui no Martins.com.br, são essenciais para explorar essa data tão importante para o varejo.

São muitos os institutos de pesquisas que apontam crescimento nas vendas da Black Friday deste ano se comparadas as de 2016. A mais emblemática, no entanto, é a projeção do Google Brasil, para quem esse movimento deve crescer 20% em 2017. Os dados, inéditos, revelam uma maior participação dos brasileiros e crescimento durante todo o mês de novembro. E a vedete das intenções de compra são os smartphones, que você encontra em um extenso mix aqui no Martins.com.br.

A data, que acontece sempre na última sexta-feira do mês de novembro, portanto, em 2017 a data cairá no dia 24. Portanto, ainda há tempo de se programar e aplicar as estratégias corretas. Só para lembrar, no ano passado a Black Friday Brasil quebrou recordes de vendas e movimentou R$ 1,9 bilhão, equivalente a três vezes as vendas de um dia comum.

Desde o último trimestre de 2016 a intenção de compra das famílias brasileiras cresceu. Durante o restante daquele ano e em 2015 as intenções eram decrescentes.  A pesquisa do Google Brasil foi feita com pessoas que já compraram algo na Black Friday nacional. A pesquisa “Thank God It’s Black Friday 2017” foi feita com  800 brasileiros entre 18 e 54 anos, das classes A a C, durante o mês de julho.

Alguns números da pesquisa:

Smartphones e roupas: São os produtos mais desejados. Cada um conta com 39% de intenção de compra entre os consumidores. Depois vêm as passagens aéreas e as reservas de hotel, com 36%.

Fidelidade: 2/3 das compras foram realizadas nas mesmas lojas que as pessoas costumam comprar durante o ano.

Parcelas : O cartão de crédito parcelado é a opção predileta de quem compra na data (48%). Depois vem o dinheiro, com 1

Mais interessados: 68% das pessoas pretendem comprar algo em 2017. Em 2016, esse índice foi de 61%.

Expectativa:  Faltando alguns dias para o evento, mais pessoas estão buscando pela data no Google. As buscas aumentaram 46% em relação ao mesmo período do ano passado.

Consumidores online: Entre todos que já fizeram alguma compra online, 71% comprou durante uma Black Friday.

Preço:  O foco da data, claro, é o preço. Para 49%, esse é o fator mais importante na hora de decidir o que comprar. Depois vem confiança na loja (27%), confiança na marca (13%) e o custo do frete (5%).

Deixe um Comentário!