Black Friday, movimento de descontos que começou nos Estados Unidos, já se alastrou com sucesso pelo mundo e chegou para ficar de vez no Brasil. Com as vendas sempre crescentes de ano para ano, deixou de ser circunscrita apenas ao mundo digital e avançou também para as lojas físicas, que aproveitam também essa ocasião em que acontece um boom nas vendas.

Cerca de 87% dos consumidores, segundo levantamento do Ibope Inteligência com o Google Brasil, pretendem comprar produtos durante a Black Friday.  O gasto médio é estimado em R$ 1.071,00. Eletrônicos e eletrodomésticos ainda lideram o ranking dos produtos preferidos: 65% das pessoas pretendem comprar algum tipo de produto dessas categorias no dia 24 de novembro. Roupas e calçados aparecem em segundo lugar, mencionados por 47% dos entrevistados. E uma parte considerável desses consumidores ainda prefere comprar nas lojas físicas. Portanto, é estrategicamente decisivo promover uma boa exposição no ponto de venda.

A primeira dica é sinalizar corretamente, informando com cartazes e outras peças de merchandising que determinado produto, categoria ou seção oferecem preços especiais devido à Black Friday. Pontas de gôndola com produtos promocionados também rendem bons resultados. Fique atento para os descontos. Eles devem ser reais e passar percepção de ganho real para o consumidor.

Fique atento às tendências. Os produtos mais desejados indicados nas pesquisas devem ganhar destaque na sua loja. Smartphones, eletrodomésticos, entre outros, devem saltar aos olhos do público da loja. Confira aqui, no Martins.com.br, todo o mix dessas e outras categorias para que você possa vender mais e melhor na Black Friday. Sucesso e boas vendas!

Deixe um Comentário!