Apesar do cenário negativo da economia brasileira em 2015, alguns segmentos nadaram contra a maré e conseguiram bons resultados. Um desses mercados que apresentaram desempenho positivo foi o de colas. Segundo números do setor, 2016 também vai apresentar crescimento.

Um dos principais motivos é que, com o dinheiro mais difícil e consumidor mais cuidadoso na hora de gastar, os consertos caseiros ganham em importância e isso reflete positivamente no mercado de colas, que assiste a uma intensificação nas vendas. 

Produto versátil, com diversos tipos e aplicabilidades, também pode ser oferecida em diferentes canais do varejo, como o alimentar, de papelarias, ferragista, madeireiro e também em lojas de material de construção civil.

Nos supermercados o tipo mais procurado é a instantânea. As colas destinadas ao uso profissional são as de contato, como as colas brancas, epoxi e de silicones. No segmento de madeiras a cola indicada é o adesivo de construção. No segmento de papelarias e livraris, as colas à base de água e as em bastão são as mais indicadas.

Observadas o mix indicado para cada canal varejista e as suas especificações, é importante também que a categoria apresente um bom sortimento. E aqui no Martins.com.br você encontra um portfólio com as principais marcas do mercado, com presença constante na mídia, e com diversas aplicabilidades. Confira o nosso mix e fique colado nas boas vendas.

Tipo de colas

Cola Branca (PVA – Acetato de Polivinil) – À base de água, é a mais segura e inofensiva das colas. Cola materiais porosos que absorvam água como papel, madeira, couro, tecido, etc. Possui flexibilidade e transparência quando seca, mas não é resistente à água.

Tempo de secagem: 30 minutos a 1 hora

Tempo de cura: 18 a 24 horas

ColaBranca

Cola Amarela (Resina alifática ou Cola de marceneiro)- Líquido de coloração amarelada semelhante à cola branca. Difere-se por ser mais resistente ao calor e à água. Tempo de secagem: 30 minutos

Tempo de cura: 12 a 18 horas

Cola de Contato (Cola de sapateiro) – Adesivo à base de borracha que permanece flexível após a secagem. Pode ser usado em papel, couro, tecido, borracha, metal, vidro e alguns plásticos. Sua aplicação é feita em ambas as peças e depois de seca é feita a junção das partes.

Tempo de secagem: 1 hora

Tempo de cura: 5 horas

Observação: Possui substâncias tóxicas. Não deve ser utilizada em ambientes fechados

Coladecontato

Cola quente–  Cola em forma de bastão aplicada com pistola com fonte elétrica. Possui secagem rápida e é recomendada para materiais porosos. Muito prática para reparos rápidos.

Tempo de secagem: 10 a 45 segundos

Tempo de cura: 24 horas

Cianoacrilatos (Cola instantânea) – Cola aquosa de secagem rápida. Reage com a umidade microscópica encontrada em qualquer superfície. Possui uma liga muito forte e é recomendada para uso em materiais como o metal, cerâmica, vidro, alguns plásticos e borracha. Não é recomendável a aplicação em superfícies flexíveis por formar uma camada rígida ao secar. Tempo de secagem: alguns segundos

Tempo de cura: 1 a 2 dias

 

ColaSuperbonder

Cola ou Selante de Silicone – Forma uma liga forte e muito resistente à água e a altas e baixas temperaturas e permanece flexível após a secagem. É recomendada para o uso em metal, vidro, fibra de vidro, borracha, madeira, tecidos, alguns plásticos e cerâmica.

Tempo de secagem: 4 horas

Tempo de cura: 24 horas

Adesivo epóxi – Adesivo composto de dois tubos, um com resina epóxi e outro com o catalisador que devem ser bem misturados na hora do uso. É muito forte, durável e resistentes à água. Possui uma textura pegajosa que cola materiais porosos e não-porosos como metal, madeira, vidro, plástico, borracha, etc.

Tempo de secagem: 12 horas

Tempo de cura: 2 dias

Cola plástica ou Solvente – Cola espessa e pegajosa que age no material dissolvendo para unir as partes. É resistente e à prova d’água podendo ser usada para colar lonas e vinil.

Tempo de secagem: 10 minutos

Tempo de cura: 24 horas

Cola EPS (Isopor) – Adesivo multiuso de alto desempenho, desenvolvido para aderir (juntar, unir) o EPS (isopor) sobre qualquer substrato, sem a necessidade de qualquer outro artifício. Depois de curado (seco) possui uma alta força de adesão e flexibilidade, que evita o rompimento das peças unidas, inclusive rachaduras. Não se trata de cola de contato, portanto é de fácil manuseio, também não escorre podendo ser pintado após seco. Ideal para construção de câmaras frias, isolamentos termo-acústico e proteção térmicas.

DEIXE UMA RESPOSTA:

Please enter your comment!
Por favor, insira seu nome

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.