Home Destaque Setor de cosméticos e higiene pessoal: como estruturar?
setor de cosméticos e higiene pessoal com shampoos

Setor de cosméticos e higiene pessoal: como estruturar?

0
8136

O setor de cosméticos e higiene pessoal é uma daquelas áreas que todo ponto de vendas deve ter, seja ele um grande mercado, uma mercearia de bairro ou qualquer negócio que venda produtos variados assim.

setor de cosméticos e higiene pessoal com desodorantes e cremes dentais

Não dá pra fugir. Pense na última vez que você entrou em um mercado e não viu um único sabonete pra vender. Não dá, né? O setor de cosméticos e higiene pessoal é presente em praticamente qualquer mercado, simplesmente porque todo mundo precisa desses produtos.

Se todo mundo precisa, então é fácil de vender, certo? Bem, sim e não. Fácil de vender pode até ser, mas sempre dá pra ter um pouco mais de trabalho e buscar vender ainda mais! Quer saber como? É neste artigo que você descobre. Aqui vamos dar dicas pra você estruturar seu setor de cosméticos e higiene pessoal seguindo 3 áreas principais: cuidados gerais, higiene e XXXXX.

Vamos nessa?

Setor de cosméticos e higiene pessoal: cuidados gerais

Para começar, estruture uma gôndola – ou até mais – com os artigos de cuidados gerais que você oferece. Eles devem estar separados dos outros produtos, pois possuem uma lógica própria e tem usos diferentes.

É tudo uma questão de onde encontrar qual produto. Se você está procurando por um esparadrapo, não vai procurar na gôndola dos sabonetes, mas na que tem algodão, gaze, água oxigenada, etc.

Esse é o preceito mais básico do merchandising: a organização lógica das suas mercadorias de acordo com o setor. Nesse em específico, o setor de cosméticos, você pode acabar perdendo vendas se as suas gôndolas não estiverem bem organizadas.

O setor de cuidados pessoais pode conter:

Dentre vários outros. Já deu pra entender qual é o grande tema dos cuidados pessoais dentro do setor de cosméticos, não é? É como se fosse um “geralzão”, com nada muito específico que entre em outros setores.

setor de cosméticos e higiene pessoal no supermercado

Agora, se você tiver uma área para saúde bucal, por exemplo, tudo relacionado à boca vai pra lá. Se tiver uma gôndola específica para fraldas, a mesma coisa. É com isso que você vai aprendendo mais sobre um dos conceitos mais importantes do trade marketing: o planograma e a construção de gôndolas.

2 – Beleza

Você já reparou que os shampoos, condicionadores e cremes ficam separados desses outros produtos que citamos aí em cima? Isso acontece porque eles possuem usos diferentes e remetem à outras coisas não relacionadas.

Se no seu setor de cosméticos e higiene pessoal há uma prateleira de shampoos do lado de várias fraldas, pode anotar: eles não vão vender tão bem.

Mas isso também não está só relacionado com a dificuldade em encontrar um certo produto no setor de cosméticos e higiene pessoal. As compras por impulso, que ocorrem quando o cliente identifica uma oportunidade, tem mais chances de acontecer quando os mesmos tipos de produtos estão próximos um do outro.

É como uma linha de raciocínio: se você está olhando shampoos, é muito mais fácil comprar um creme de pentear por impulso do que um tubo de protetor solar. Da mesma forma, é muito mais fácil você comprar um repelente ao comprar o mesmo protetor.

Mas o que o setor de cosméticos e higiene pessoal deve oferecer em beleza?

Dentre outros produtos similares. Mas você deve estar se perguntando: e os sabonetes, onde que entram nessa história? É só continuar lendo para descobrir!

setor de cosméticos e higiene pessoal com shampoos

3 – Higiene pessoal

Sim, os shampoos realmente são produtos de higiene pessoal, mas eles são bem diferentes do sabonete. Nós estamos batendo na tecla do uso, e ela é bem importante para estruturar o seu setor de cosméticos e higiene pessoal por um motivo.

As pessoas em geral pensam de forma estruturada, e vão procurar primeiro um produto depois o outro. No caminho de comprar o shampoo depois do sabonete, ela vai passar por outros produtos, e aí há ainda mais chances de se identificar com eles e comprá-los também.

A higiene pessoal está mais relacionada com o que você faz todos os dias, como o banho, o ato de se barbear, cremes para a pele, etc. Tudo o que for mais esporádico merece uma outra categoria!

Na higiene pessoal, você deve incluir:

E mais outros itens que você identificar. No setor de cosméticos e higiene pessoal, ter uma lógica é o que vai te fazer vender cada vez mais! Colocar tudo muito bem organizado e acompanhar de perto a saída desse setor é o mais importante a se fazer.

Mas eu aposto que você ficou curioso e com vontade de ir além do setor de cosméticos e higiene pessoal na loja, não é? Esse é só o nosso primeiro artigo do tema, onde vamos explorar praticamente todas as áreas do ponto de vendas. Fique de olho no blog do Fala Mart para os próximos artigos!