Home Dicas Covid-19 Como vender no Rappi? Guia completo pra começar hoje!

Como vender no Rappi? Guia completo pra começar hoje!

0
476

Eu tenho falado muito por aqui como os protocolos de isolamento social tornaram os serviços de entrega essenciais na vida dos consumidores, e também na sobrevivência de diversos negócios. Em quanto mais plataformas sua empresa estiver, maiores são as chances de vender. Por isso hoje a pergunta é: você já sabe como vender no Rappi?

 

O Rappi é uma empresa de entregas que se define como “superaplicativo”. Hoje ele alcança os segmentos mais tradicionais do delivery, como supermercados, farmácias e restaurantes. Mas também abraça os mais variados serviços de entrega: eletrônicos, eletrodomésticos, vestuário e brinquedos e, inclusive, transporta dinheiro direto do caixa eletrônico até o marketplace.

Segundo o Valor Econômico, a demanda do aplicativo triplicou graças ao novo coronavírus e a expansão deve continuar. Portanto, saber como vender no Rappi é uma estratégia importante para colocar a empresa no radar desses consumidores e nesse novo universo de hábitos de consumo.

A pandemia não vai durar para sempre, mas muitas novidades trazidas por ela, como a ascensão dos serviços de entrega até nos segmentos menos tradicionais, irão permanecer. Você não vai deixar a clientela na mão, certo?

Então continue a leitura e acompanhe o guia de como vender no Rappi para entrar de vez no universo do delivery!

Homem de costas usando capacete, roupa laranja e mochila de entregador do Rappi.

Como vender no Rappi?

Antes de explicar como vender no Rappi, é importante entender como o aplicativo funciona. Nos deliverys tradicionais, como iFood e UberEats, o cliente faz o pedido no restaurante de sua preferência, que por sua vez deixa tudo pronto para o entregador buscar.

Já no Rappi, além dos entregadores existe a figura do personal shopper. Esse colaborador fica dentro das lojas e é quem busca os produtos solicitados, ficando em contato com os clientes para auxiliar na hora da escolha e resolver qualquer imprevisto, como itens em falta. Em seguida, a compra é repassada para um entregador.

Resumindo: o cliente escolhe o que deseja e onde quer comprar – pode ser um supermercado, distribuidora de bebidas, pet shop, etc. Depois efetua o pagamento por meio da plataforma e o colaborador da Rappi faz a compra e despacha para entrega.

Graças a essa flexibilidade, é possível atender às mais diversas necessidades e também adaptar o serviço para diferentes segmentos, tudo isso em poucos cliques. Veja só como vender no Rappi!

1) Preencha o questionário

interface da página de cadastro da Rappi

O primeiro passo para cadastrar seu negócio no Rappi é acessar esse link: https://surveys.rappi.com/inbound. Depois selecione o país e preencha o questionário com os dados básicos da empresa como nome, categoria dos produtos, número de lojas, etc.

A equipe da Rappi irá analisar essas informações, verificar se elas se enquadram nos requisitos exigidos pela plataforma e, em seguida, entrará em contato com você com algumas instruções.

2) Rappi Shopper x Rappi Aliado

Caso seu registro tenha sido aprovado na etapa anterior, o próximo passo de como vender no Rappi é cadastrar sua empresa no sistema da plataforma. No caso da Rappi, existem dois sistemas, cada um com seu respectivo software: Rappi Shopper e Rappi Aliado.

O Rappi Shopper é utilizado pelo varejo tradicional, para aqueles que vão disponibilizar produtos variados no aplicativo. Nessa categoria, entram negócios como supermercados, sacolões, lojas de material de construção, pet shops, lojas de conveniência, mercadinhos, etc.

Homem usando boné e avental da Rappi escolhendo produtos em gôndola de supermercado.

Você deve cadastrar os produtos com a descrição de cada um assim como você faria em uma plataforma de e-commerce tradicional.

No Rappi Aliado o esquema é parecido, mas as funcionalidades são adaptadas para restaurantes. Ao invés de produtos, você irá cadastrar os pratos que serão disponibilizados no menu virtual.

Definido entre esses dois sistemas, é possível atualizar e acompanhar em tempo real o andamento dos pedidos, assim como a trajetória do motoboy durante a entrega.

3) Quanto custa vender no Rappi?

Como qualquer outro serviço de entrega, o Rappi cobra uma taxa para as empresas que desejam disponibilizar seus produtos no aplicativo e esses valores devem ser considerados na hora de fazer a precificação das suas mercadorias.

A taxa de adesão do Rappi é de R$ 40, que são descontados no primeiro repasse de pagamentos realizado na plataforma. Além disso, para cada venda realizada, o aplicativo retém 3,5% do valor, cobrado por meio da Taxa de Pagamento a Crédito.

Então, não basta apenas entender como vender no Rappi, é preciso considerar que essa decisão pode afetar os resultados do seu negócio no final do mês. Essas taxas farão parte dos seus custos fixos – fique de olho para não levar prejuízo!

Como vender melhor no Rappi?

Smartphone na interface do Rappi mostra várias opções de restaurante. O fundo de cor de rosa com a mesa posta para refeição.

Até aqui você viu que vender no Rappi é muito fácil, né? Isso significa que cada vez mais empresas estarão usando o serviço, o que traz mais concorrência para sua loja. Tão importante quanto disponibilizar os produtos é dominar algumas técnicas básicas para fazer com que suas mercadorias se destaquem:

  • Apresentação: se em um ponto de vendas físico o consumidor leva em conta a limpeza e a organização para escolher onde fazer suas compras, no universo dos aplicativos é bem parecido, viu? Nesse caso, a apresentação passa credibilidade e confiança, valores essenciais para quem faz compras pela internet.
  • Identidade visual: invista em uma identidade visual bacana e fotos de qualidade para apresentar os produtos. Uma boa iluminação faz toda a diferença nessas horas! Se você tem um restaurante, não se esqueça de preencher a descrição dos produtos e os ingredientes dos pratos.
  • Preços: outro grande atrativo, claro, são os preços. Nessas horas, ter um fornecedor parceiro faz toda a diferença na hora de reduzir custos.

No Martins.com.br você já sabe, tem frete grátis, dinheiro de volta (para quem é Parceiro Martins) e uma série de outras vantagens que fazem as mercadorias pesarem menos no seu bolso, permitindo que o preço fique menor para os clientes também.

Continue aqui com a gente, nosso time está preparado e focado em te ajudar. E não esqueça de acompanhar os textos especiais sobre a Covid-19 que posto todo dia aqui no Blog!